Aprenda como fazer uma carta de apresentação matadora!

  • 26/maio/2017

Aprenda como fazer uma carta de apresentação matadora!

A inserção no mercado de trabalho nem sempre é uma tarefa fácil e exige que o candidato a uma vaga de emprego se prepare de diferentes maneiras. Essa preparação envolve não só a formação acadêmica, mas também o modo como o profissional se coloca para o recrutador. Nessa perspectiva, é fundamental que o candidato saiba como fazer uma carta de apresentação, exigência cada vez mais comum em processos seletivos.

Levando em conta tal cenário, esse post tem como objetivo indicar como deve ser redigida uma excelente carta de apresentação, de forma a aumentar significativamente as chances de o profissional conseguir o trabalho desejado.

Para isso, vamos dar dicas de elaboração desse tipo de texto, apontando um passo a passo sobre como é possível escrevê-lo de maneira a apresentar positivamente suas características pessoais e profissionais mais relevantes.

Pronto para aprender como fazer uma carta de apresentação? Vamos lá!

A importância da carta de apresentação

Uma carta de apresentação é o texto por meio do qual o candidato a uma determinada vaga de emprego expõe o seu interesse por ela, bem como indica os seus principais atributos profissionais e pessoais capazes de preenchê-la.

Por isso, é essencial que a carta de apresentação seja escrita de modo adequado, considerando as características da vaga, as propriedades relevantes do candidato e a norma-padrão da língua portuguesa escrita. Ao serem tomados em conjunto, esses três aspectos contribuem para a criação de uma carta de apresentação matadora, ou seja, que causa boa impressão no recrutador, aumentando as suas chances de admissão.

A elaboração de uma carta de apresentação

Elaborar uma carta de apresentação demanda que o candidato conheça a vaga pretendida, tenha informações sobre a empresa contratante, bem como que saiba a estrutura, o tipo de conteúdo e a linguagem adequada a esse tipo de texto. Assim, nas próximas seções, daremos dicas de como considerar cada um desses e fatores, mostrando, passo a passo, o que é necessário fazer para produzir a carta. Acompanhe!

Estrutura do texto

A carta de apresentação é um tipo de texto específico que tem por finalidade apresentar o profissional interessado em uma vaga ao recrutador da empresa. Por isso, esse texto tem uma estrutura própria, que reúne características de carta e propriedades relativas ao ambiente do trabalho.

Dessa maneira, por ser uma carta, esse formato de texto deve conter, no alto da página e alinhado à esquerda, o nome — na linha de cima — e a função — na linha logo abaixo — da pessoa a quem essa apresentação se destina (Por exemplo: Ao Senhor Leonardo de Carvalho, Gestor de Recursos Humanos da Lovelis S.A.). Em seguida, pode-se saltar uma linha e inserir o vocativo, que serve para se dirigir ao destinatário antes de iniciar a carta (Por exemplo: Prezado Senhor).

Passa-se, então, à redação dos parágrafos do texto — a quantidade recomendada são de 3, para não sobrecarregar a leitura de quem o receberá. No primeiro parágrafo, é essencial que, sem rodeios, o candidato seja claro ao indicar brevemente sua formação acadêmica e as experiências profissionais relevantes para a vaga pretendida. Nada de encher linguiça com informações desnecessárias para o cargo desejado.

No segundo parágrafo, podem ser inseridas informações mais gerais sobre o perfil profissional do candidato, como fluência em idiomas e capacitações ou certificações que tenham a ver com a vaga. Nesse momento, o profissional deve articular a sua formação complementar e características profissionais com a descrição do cargo pretendido. As características listadas devem ser pertinentes e objetivas.

No último parágrafo, o candidato deve convencer o recrutador a contratá-lo. Isso pode ser feito demonstrando, por meio de evidências curriculares e de atributos pessoais, que ele é a pessoa certa para ocupar o cargo. Aqui, o profissional deve deixar claro que conhece a empresa e tem o desejo de trabalhar nela, mostrando o porquê disso. A carta deve ser finalizada com a indicação de disponibilidade para participação em uma entrevista.

Depois de finalizado o terceiro e último parágrafo, é necessário que seja feito o fechamento da carta. Recomenda-se que o candidato salte uma linha e redija “Atenciosamente”, termo seguido pelo seu nome completo e assinatura logo abaixo, a qual pode ser manual ou digital. Após o nome e sua respectiva assinatura, se for o caso, devem ser colocadas as informações de local e data.

Conteúdo da carta

Como pôde ser observado, a estrutura da carta é relativamente simples. Bem mais complexo costuma ser o seu conteúdo. Assim, o candidato precisa prestar atenção em pontos fundamentais, como a quantidade e a qualidade das informações, o foco, a objetividade e a clareza do texto, bem como o atendimento aos pré-requisitos da vaga. Além disso, o conteúdo deve ser personalizado, evitando-se o uso de fórmulas prontas que nada acrescentam e desestimulam a leitura.

Linguagem apropriada

A carta precisa ser escrita na modalidade padrão da língua portuguesa. Isso significa que o texto deve ser formal, sem o emprego de gírias, expressões muito coloquiais, abreviações ou mesmo termos comumente utilizados em trocas de mensagens por redes sociais e, principalmente, sem erros gramaticais ou ortográficos. O candidato deve mostrar que domina a forma padrão da língua.

Revisão textual

Após a elaboração da carta, é fundamental que o candidato revise o seu texto antes de enviá-lo. Essa revisão deve considerar tanto o atendimento ao formato e ao tipo de conteúdo necessário a uma carta de apresentação, quanto a adequação à norma-padrão da língua portuguesa, para que não haja erros gramaticais, ortográficos ou de digitação.

Modelo de carta de apresentação

Depois de conhecer a importância de uma carta de apresentação e aprender todo o passo a passo para escrevê-la, está na hora de saber como ela é na prática. Confira este modelo:

À Senhora Joana Martins

Recrutadora do grupo J.C. Alimentos

Prezada Senhora,

Considerando a publicação da vaga C349, para a ocupação do cargo de engenheiro mecânico júnior — área de manutenção, no grupo J.C. Alimentos, apresento-me. Sou graduado em Engenharia Mecânica, com MBA em Manutenção e Gestão de Projetos. Atuei durante 3 anos como engenheiro mecânico em uma corporação do ramo de bebidas lácteas, e cerca de 5 anos em uma companhia do segmento de grãos enlatados.

Tenho fluência intermediária em língua inglesa e língua espanhola, cursando francês atualmente. Realizei dois cursos de capacitação na área de manutenção preditiva aplicada à produção de bens alimentícios, qualificação que está diretamente ligada à vaga pretendida.

A formação acadêmica contínua que venho buscando em conjunto à experiência profissional que tenho com a manutenção no ramo alimentício podem ser muito úteis para os propósitos do grupo J.C. Alimentos. Dessa forma, fico à disposição para a atuação na empresa, com disponibilidade para participar de uma entrevista quando necessário.

Atenciosamente,

Mário Sérgio Gouveia

João Pessoa, PB, 28 de abril de 2017.

Agora que você já sabe como fazer uma carta de apresentação, baixe o nosso e-book e descubra qual é o perfil profissional mais procurado pelas empresas!