Bacharelado, tecnológico ou licenciatura: entenda a diferença

  • 02/ago/2017

Bacharelado, tecnológico ou licenciatura: entenda a diferença

Com tantas possibilidades de formação acadêmica, escolher o curso superior que se deseja fazer e, consequentemente, a profissão a ser desempenhada, não costuma ser uma decisão das mais fáceis na vida de alguém.

Essa escolha tende a ser ainda mais complicada, uma vez que o futuro profissional deverá optar pelo regime de graduação específico: bacharelado, tecnológico ou licenciatura — que nem sempre são muito claros.

Para ajudar você a fazer a melhor escolha de curso superior para a sua carreira, vamos abordar as principais características dos cursos de bacharelado, cursos tecnológicos e cursos de licenciatura. Além de traçar um comparativo entre eles, indicaremos o funcionamento da pós-graduação para os concluintes desses regimes de graduação.

Que tal ficar informado e escolher agora mesmo a sua faculdade? Não perca tempo e confira!

O que são cursos de bacharelado?

Bacharelados são cursos superiores caracterizados pela formação ampla em áreas do conhecimento para a atuação profissional nos mais diversos segmentos sociais, entre os quais estão indústrias, comércio e instituições financeiras, jurídicas e de saúde.

Medicina, direito, farmácia, administração, ciências contábeis, arquitetura, jornalismo, odontologia, ciências da computação e engenharia são cursos de bacharelado, por exemplo.

Com exceção dos cursos que exigem aprovação em exames específicos, como é o caso do curso de direito, os bacharelados habilitam os seus concluintes para exercerem funções específicas ligadas à profissão de formação.

Para que essa atuação seja possível, os cursos de bacharelado abordam conhecimentos teóricos e práticos sobre as atividades de trabalho desenvolvidas em cada graduação.

A duração de um curso de bacharelado varia entre 4 e 6 anos, conforme a sua área de concentração e a universidade que o oferece. Aos estudantes graduados, é conferido o diploma de bacharel, de modo que eles podem atuar em organizações públicas e privadas, como autônomos ou mesmo abrindo o seu próprio negócio — escritórios, consultórios, empresas etc.

O que são cursos tecnológicos?

Cursos superiores de tecnologia consistem em graduações cujas características principais são a formação mais específica em determinada área do conhecimento e o enfoque tecnológico em que estão baseados.

Gestão ambiental, gestão de recursos humanos, gestão hospitalar, gestão pública, gestão comercial, logística, marketing e processos gerenciais são alguns dos cursos tecnológicos existentes.

Essa modalidade de graduação habilita os profissionais que a concluíram para o desenvolvimento de atividades que são bastante específicas à área de conhecimento em que o curso está inserido.

Com vistas a propiciar esse tipo de formação, os cursos superiores de tecnologia trabalham fundamentos teóricos e conhecimentos técnicos relativos ao desempenho das competências profissionais.

Os cursos tecnológicos têm duração que varia entre 2 e 3 anos, de acordo com a faculdade que os oferta e suas áreas de atuação. Os estudantes egressos dessa modalidade recebem o diploma de tecnólogo, tendo a possibilidade de trabalhar em diferentes ramos mercadológicos e tanto na condição de colaborador de uma empresa quanto por conta própria, sobretudo como consultor.

O que são cursos de licenciatura?

Licenciaturas são cursos de graduação que formam profissionais para exercer atividades de docência na educação básica em suas diferentes etapas — da educação infantil ao ensino médio —, a depender da graduação.

Há licenciaturas em história, geografia, letras, biologia, química, matemática, física, música, artes, filosofia, sociologia e educação física que habilitam para a docência nos ensinos fundamental e médio.

Já a licenciatura em pedagogia habilita o seu egresso para ministrar aulas em todas as etapas da educação infantil e nos anos iniciais do ensino fundamental.

Todos esses cursos de licenciatura abordam tanto conhecimentos específicos das áreas — letras, matemática, biologia, geografia etc. — quanto fundamentos, legislações, políticas, teorias e técnicas ligadas aos processos de ensino e aprendizagem.

Os cursos de licenciatura duram, em geral, de 3 a 4 anos, de acordo com as instituições de ensino que os oferecem. Os seus concluintes recebem o diploma de licenciado, podendo atuar em escolas públicas — municipais, estaduais e federais — e privadas, bem como demais organizações voltadas à promoção educacional ou escolarização, entre as quais estão ONGs, espaços psicopedagógicos, bibliotecas e brinquedotecas.

Quais as principais semelhanças e diferenças entre eles?

A principal semelhança entre esses três tipos de formação é que todos eles são em nível superior. Além disso, a grande maioria dos cursos oferecidos nessas modalidades tem a possibilidade de ser feita por meio da educação a distância, formato de ensino cujo reconhecimento da formação pelo Ministério da Educação e a validade do diploma são idênticos ao da educação presencial.

Já as diferenças são várias, como ficou evidente nos tópicos anteriores, havendo duas principais. A primeira diz respeito ao objetivo formativo de cada um dos tipos de curso.

  • As licenciaturas preparam seus estudantes para a docência.

  • Os bacharelados formam profissionais para atuarem de modo abrangente no mercado.

  • Os cursos tecnológicos capacitam seus egressos para desempenharem funções mais específicas de uma área.

A segunda diferença refere-se ao tipo de perfil de aluno para o qual cada modalidade é recomendada.

  • Cursos tecnológicos são recomendados para quem deseja ter uma inserção mais rápida no mercado.

  • Bacharelados são ideais para pessoas que buscam por atuações profissionais variadas e abrangentes.

  • Licenciaturas devem ser feitas por quem gosta de estudar e lidar com crianças e adolescentes.

Como funciona a pós-graduação para esses tipos de curso?

Os cursos de pós-graduação lato sensu — expressão latina que significa “sentido amplo” — estão voltados para o aprimoramento profissional em certa área do conhecimento, consistindo em especializações, cuja carga horária mínima é de 360 horas.

Os cursos lato sensu que enfocam mais especificamente os campos de administração e negócios são denominados de MBA — sigla inglesa para Mestre em Administração e Negócios.

Os cursos de pós-graduação stricto sensu — termo em língua latina cujo sentido é “sentido estrito” — são destinados à formação acadêmica e científica em uma determinada área do conhecimento nos níveis de mestrado e doutorado.

Trata-se de formações que preparam o profissional para realizar pesquisas em institutos científicos e universidades, bem como desenvolver atividades de docência no ensino superior.

O bacharel, o tecnólogo e o licenciado podem fazer qualquer tipo de pós-graduação, ou seja, eles têm a oportunidade de cursar a modalidade lato sensu e stricto sensu.

Dessa forma, são os objetivos profissionais dos egressos de cursos de bacharelado, tecnológico ou licenciatura que definirão qual é a pós-graduação mais adequada para o desenvolvimento das suas atividades de trabalho.

Agora que você conheceu a diferença entre os tipos de curso de graduação, que tal conferir o perfil profissional mais procurado pelas empresas?