Como cumprir metas: um guia prático para chegar lá!

  • 08/ago/2017

Como cumprir metas: um guia prático para chegar lá!

 

Traçar corretamente e entender como cumprir metas é uma das maneiras mais eficientes de transformar sonhos em realidade. No entanto, muitas pessoas não conseguem ter disciplina ou, então, encontram empecilhos que as fazem desistir no meio do caminho.

Quando se trata de fazer uma graduação, por exemplo, os entraves mais comuns são a falta de tempo, o fator financeiro e até mesmo o dilema da idade — muitos profissionais ainda sustentam o mito de que é preciso ser jovem para ingressar na faculdade, apesar de vários exemplos mostrarem que, para o conhecimento, não há limites.

Independentemente de qual seja o seu desafio atual, é possível superá-lo e cumprir metas mais facilmente, por meio de estratégia simples, como a técnica SMART. No post a seguir te ensinaremos o que ela significa e como otimizar o seu tempo para tirar seus objetivos do papel. Confira!

Como criar metas melhores e cumpri-las com facilidade

O mercado conta com dezenas de estratégias voltadas para a criação de um planejamento em todos os aspectos da vida, tanto profissionais quanto pessoais. No entanto, nem todas elas são fáceis de ser colocadas em prática ou se encaixam bem no dia a dia de quem tem uma rotina atribulada.

Por conta desse cenário, muitos especialistas em produtividade e gestão de carreira consideram a técnica SMART como a mais indicada para quem deseja cumprir seus objetivos, seja ele qual for.

O nome dessa estratégia é uma referência à palavra “smart” em inglês, mas também representa o acróstico SMART — Specific (Específica), Measurable (Mensurável), Achievable (Atingível), Relevant (Relevante) e Time-Oriented (Temporal).

Na prática, cada um desses atributos significa:

S (Específica)

Imagine que sua principal meta é “fazer uma graduação”. Se você pensar nessa afirmação com mais profundidade, verá que ela gera margem para muitas dúvidas:

  • Que tipo de curso você deseja fazer?

  • Em qual universidade?

  • Quais serão os horários das aulas?

  • Como ela poderá ser conciliada, caso você tenha um trabalho?

  • Qual será o investimento necessário?

É muito comum criar objetivos generalistas, sem uma definição clara e, consequentemente, mais difíceis de serem cumpridos. Seguindo o mesmo exemplo, em vez de apenas “fazer uma graduação”, você pode ter como objetivo “fazer uma graduação a distância em Gestão de RH na Faculdade Unyleya”. Viu como essa meta ficou mais clara, fácil de ser visualizada?

Para evitar interpretações errôneas e tornar a sua meta clara, é importante definir bem o porquê, o como, o quando, e o onde ao criá-la. Ou seja: você deve ser específico. Respondendo a essas perguntas, se torna mais fácil criar uma meta com um plano de ação claro, possível de ser cumprida e ainda mais motivadora.

M (Mensurável)

Do ponto de vista empresarial, ao criar seu planejamento, muitas empresas seguem o mantra de que “o que não pode ser mensurado, não pode ser gerenciado”. Por isso, metas precisam ser fáceis de gerenciar, e resultados possíveis de serem medidos — mesmo que ainda não tenham sido alcançados.

Seguindo o exemplo do tópico anterior, não precisa ir muito longe para saber os resultados que uma graduação pode trazer para a sua carreira, como: aumentar o seu conhecimento e desenvolvimento profissional, por exemplo.

No entanto, eles são abstratos. Também é preciso pensar no que de concreto as suas metas podem trazer. Imagine que na sua empresa pessoas graduadas podem aumentar o salário em até 15%. Esse é o exemplo de um dado concreto, mensurável e que precisa fazer parte do seu planejamento.

A (Atingível)

Sim, uma meta precisa ser atingível. Provavelmente você está se perguntando: mas como eu posso ter certeza que conquistarei os resultados que espero? Essa é a principal vantagem da técnica SMART. Sua metodologia propõe que você seja capaz de cumprir as metas que cria.

Traçar objetivos impossíveis de serem cumpridos só traz frustração e desmotivação, por isso você deve criar um planejamento atingível, de acordo com a sua realidade. É importante apenas ter cuidado ao fazer essa mensuração. Muitas pessoas desistem ou não correm atrás de determinadas metas, por acreditarem que não são capazes de alcançá-las.

É preciso saber diferenciar o que pode ser realizado, mesmo que esteja distante da sua realidade no momento. Por exemplo: “ganhar na loteria” é um sonho, já “ganhar um salário melhor” é uma meta. Para isso, você pode enfrentar alguns obstáculos e gastar algum tempo se capacitando, mas, ainda assim, é capaz de fazer acontecer.

R (Relevante)

Um dos principais segredos para entender como cumprir metas é analisar qual a relevância delas no momento atual da sua vida, o impacto na sua satisfação pessoal e nas suas expectativas para o futuro.

Pessoas que entendem a importância de um objetivo e por que ele deve ser cumprido, ganham mais força de vontade para alcançá-lo. Por isso, faça um exercício de autoconhecimento e olhe para si mesmo antes de traçar um plano pessoal ou de carreira.

Metas que não são relevantes, que não levam a lugar nenhum ou revelam desejos de outras pessoas — e não os seus — atrasam o seu progresso e te afastam daquilo que realmente pode tornar a sua vida melhor.

T (Temporal)

E, por fim, toda meta SMART precisa ser temporal. Ou seja, ter um prazo para ser alcançada. Nem sempre é possível ter um número exato, mas é preciso trabalhar com estimativas — ou ela nunca será batida.

Voltando ao exemplo da graduação, você sabe que precisará de, pelo menos, quatro anos para concluir um curso presencial. Imagine que você não quer levar tanto tempo para conseguir um diploma, então, o que é possível fazer?

Talvez a resposta seja investir em um curso a distância, que possui um tempo de duração menor (cerca de dois anos), mas com o mesmo reconhecimento pelo MEC e com a mesma aceitação no mercado de trabalho.

Ter uma noção do tempo e do quanto ainda falta para concretizar as metas que você têm é uma maneira de valorizar o tempo que possui e, principalmente, de abandonar o hábito de procrastinar seus sonhos. Algo que interrompe o desenvolvimento e estagna o seu progresso.

A importância das metas SMART

Toda pessoa bem-sucedida possui um plano de ação bem-definido. Fazer resoluções aleatórias sem traçar um planejamento concreto, que te movimente a sair do lugar, não trará os resultados que você espera.

Traçar metas factíveis e claras e entender o peso que elas terão na sua vida é uma forma de transformar o abstrato em algo concreto, que aumente o seu saldo bancário, diminua alguns números na balança, traga satisfação pessoal ou qualquer outro objetivo que você tenha traçado na vida.

A partir de hoje, ao se questionar como cumprir metas, siga esse roteiro básico: mantenha-as SMART, escreva-as em um lugar em que você possa ler todos os dias para que o seu inconsciente também trabalhe a seu favor, e o mais importante: tome decisões que te levem a elas.

E então, está mais confiante para cumprir suas metas daqui para frente? Nós esperamos que este post tenha sido útil. Se o seu maior objetivo é se tornar um profissional melhor, não deixe de conferir também o nosso passo a passo para elaborar um plano de carreira!