Conheça 7 opções de profissões para quem gosta de natureza

  • 06/abr/2017

Conheça 7 opções de profissões para quem gosta de natureza

Existem muitas profissões para quem gosta de estar perto da natureza. E cada vez mais as pessoas estão optando por carreiras que lhes permitam trabalhar em recantos naturais e participar de atividades ao ar livre.

Então, se o pensamento de um trabalho com rotinas fixas o preenche de medo, e você se sente mais confortável com botas de caminhada do que com planilhas e arquivos, essas profissões podem ser o ideal para você!

Contudo, assim como variam os tipos de trabalho fora do escritório que você pode obter, os salários e requisitos educacionais dessas profissões também. Por isso, continue lendo este post e veja tudo sobre essas sete carreiras que dispensam o terno e a gravata!

1. Biologia

Aqueles que se formam em biologia têm a oportunidade de deixar o escritório e a sala de aula de lado para trabalhar em contato direto com a natureza. Se a sua vocação é cuidar do meio ambiente, biologia pode ser o curso para você!

Embora o curso seja oferecido nas modalidades licenciatura e bacharelado, é como bacharel que esses amantes da natureza têm a oportunidade de observar o comportamento de suas espécies favoritas.

Biólogos podem trabalhar em órgãos públicos — atuando no controle de pragas — ou em empresas privadas — realizando pesquisas e estudos na indústria da biotecnologia.

Também é possível se dedicar à saúde humana ou à elaboração de programas de preservação do meio ambiente. Para chegar lá, entretanto, os profissionais devem buscar formação em um curso de Ciências Biológicas.

2. Oceanografia

Quem é fascinado pelos ecossistemas naturais que vivem no oceano e adora nadar já preenche os pré-requisitos principais para uma carreira como oceanógrafo. Além do amor pelo mar, esses profissionais devem ter vontade de trabalhar com independência e apreço pelas ciências.

Ao optar seguir por esse caminho, também é preciso estar em boa forma física, já que é comum para oceanógrafos passar várias horas debaixo d’água, coletando amostras.

Dependendo da sua especialização, a carreira no fundo do mar pode envolver a medição da composição química da água, a observação da flora e fauna locais e a determinação da melhor localização para instalação de oleodutos submarinos.

Para se tornar oceanógrafo é preciso ter um diploma de bacharelado na área, mas um mestrado também pode ajudar.

3. Geologia

Se você gosta das ciências da terra, há uma série de oportunidades de emprego que estão ao seu alcance depois de conquistar um diploma em Geologia.

Você pode, por exemplo, ser instrutor em uma universidade, trabalhar em empresas de petróleo e gás, empresas de exploração mineral ou naquelas especializadas em serviços ambientais, fazendo coisas como testar poços para vazamentos ou verificar águas subterrâneas.

Seja qual for caminho que você escolher dentro da Geologia, com certeza, envolverá passar uma boa parte do seu dia em ambientes externos.

Além disso, o campo de atuação dos geólogos é um dos que mais apresenta oportunidades de empregos nos dias atuais. Isso porque o engenheiro geológico é uma peça fundamental em grandes obras de infraestrutura.

4. Ecologia

Os cursos de Ecologia têm como principal objetivo estudar a preservação de recursos ambientais, e envolvem o estudo de diversas disciplinas citadas até aqui — Geologia e Biologia são apenas algumas delas.

Oferecido na modalidade bacharelado e com duração de cerca de quatro anos, os cursos de ecologia também ensinam botânica, gestão ambiental e climatologia. Todos esses conhecimentos serão usados pelo formando na análise do impacto humano sobre ecossistemas e no desenvolvimento de estratégias para reduzir desequilíbrios ambientais.

Assim, os formandos em ecologia trabalham muito longe dos escritórios, fazendo coletas de dados e analisando os níveis de poluição no meio ambiente. E, com uma legislação ambiental cada vez mais rígida, campo de trabalho é o que não falta para o profissional formado em Ecologia.

5. Gestão Ambiental

A Gestão Ambiental é, provavelmente, uma das mais promissoras profissões para quem gosta da natureza.

Oferecida em cursos tecnológicos e bacharelados, sua graduação pode ser feita presencialmente ou a distância. Nela, o gestor estuda a relação do ser humano com o meio ambiente, visando reduzir ou mesmo eliminar impactos causados por nossas atividades econômicas.

Durante o curso, são estudadas disciplinas das ciências biológicas e humanas, como a gestão de recursos naturais e a legislação ambiental. O objetivo é formar profissionais dinâmicos, capazes de atuar em equipes multidisciplinares.

Quem se forma em Gestão Ambiental pode se dedicar a carreira acadêmica, prestar consultoria a grandes empresas ou atuar na recuperação de áreas degradadas. Além disso, supervisionar a extração de recursos naturais é outra das principais atividades que o gestor ambiental desempenha depois de se graduar.

6. Agronomia

Com duração média de cinco anos, o curso de Agronomia forma profissionais aptos a atuar na produção agrícola e na pecuária, no manejo de recursos e no gerenciamento da agroindústria.

O engenheiro agrônomo tem como objetivo atuar na melhoria da produtividade de rebanhos e lavouras — e, para isso, emprega seus conhecimentos em biologia, química e matemática. Ao longo do curso, ainda entra em contato com técnicas inovadoras e conceitos de responsabilidade social e ambiental.

Depois de formado, o profissional pode trabalhar em fazendas e institutos de pesquisa, acompanhando o cultivo do solo, gerenciando a industrialização das lavouras ou mesmo no combate a pragas. E, no Brasil, como a agroindústria é parte fundamental de nossa balança de exportações, o mercado de trabalho é bem vasto e diversificado.

7. Arqueologia

Por fim, para quem sonha em compreender como os seres humanos do passado viveram e trabalharam, o campo de arqueologia pode ser muito atrativo. Grosso modo, a arqueologia é a ciência dedicada a analisar as marcas de nosso passado civilizatório.

Analisando vestígios do passado e desenvolvendo hipóteses sobre os costumes dos povos antigos, esse profissional teoriza sobre a evolução da sociedade.

Seu trabalho de campo é exploratório, e exige botar a mão na massa, recolhendo, organizando e catalogando os vestígios de civilizações anteriores a nossa. Por isso, na maioria das vezes, os arqueólogos passam boa parte do seu tempo perto da natureza.

Para se tornar um arqueólogo, será preciso concluir um bacharelado, que dura em média quatro anos. A partir daí, o profissional pode atuar em empresas, instituições de ensino e museus, ou optar pela carreira acadêmica.

Enfim, gostou do nosso post sobre as profissões para quem gosta de natureza? Está ansioso para seguir uma dessas carreiras? Então não perca tempo, e descubra agora mesmo como estudar para o Enem mesmo depois de anos fora da escola!