Descubra como escolher uma especialização estratégica!

  • 04/set/2017

Descubra como escolher uma especialização estratégica!

Retomar os estudos após algum tempo fora da sala de aula é uma decisão que precisa ser muito bem pensada, afinal, só vale a pena se soubermos que ela realmente nos trará algum benefício.

Da mesma forma, para quem acabou de terminar a graduação e precisa escolher entre continuar os estudos ou se dedicar com tudo ao mercado de trabalho, existem muitos aspectos que precisam ser considerados.

Não restam dúvidas de que um curso de pós-graduação pode trazer inúmeros benefícios para a carreira, porém, as dúvidas sobre como escolher uma especialização são muitas: que instituição escolher? Qual modalidade? Agora é mesmo o melhor momento?

Para ajudar você a tomar essa decisão da melhor maneira possível, preparamos algumas dicas importantes, mostrando tudo o que você precisa considerar para escolher uma especialização estratégica que atenda às suas necessidades e ajude a concretizar seus objetivos. Quer saber mais? Vamos lá!

Liste seus objetivos a médio e curto prazo

Literalmente, faça uma lista com todos os seus objetivos para os próximos 5 anos. Tente escrevê-los de forma clara e específica. Por exemplo, se você colocar na lista que daqui a 3 anos pretende comprar uma casa, pense se você já tem algum lugar em mente, se quer mudar de cidade ou de região.

Não pense que estamos fugindo do assunto — um curso de pós-graduação interfere diretamente no seu futuro e, para dar certo, ele precisa estar alinhado aos seus objetivos. Afinal, se seu maior sonho é se tornar professor universitário, por exemplo, não adianta desconsiderar isso agora e pensar em só começar a correr atrás desse objetivo daqui a 5 anos ou mais.

Você precisa trilhar seu caminho de modo que seus grandes sonhos se tornem cada vez mais tangíveis. Por isso, é necessário se conhecer, saber o que você realmente quer. Só assim você conseguirá discernir e descartar as opções que não lhe atendem.

Conheça bem as suas opções

Quando falamos em cursos de pós-graduação, as opções são muitas. Modalidades, instituições, temas e abordagens diferentes — cada uma delas buscando atender a uma necessidade específica da academia ou do mercado de trabalho.

Agora que você já pensou nos seus objetivos pessoais e profissionais a médio e longo prazo, é preciso conhecer bem as opções que você tem antes de decidir o caminho que seguirá. Preparamos uma lista explicando resumidamente sobre cada uma das modalidades de pós-graduação. Confira:

Lato sensu

Lato sensu vem do latim e significa exatamente “em sentido amplo”. Os cursos de pós-graduação lato sensu são chamados assim por se preocuparem com o estudo de uma ampla gama de ferramentas capazes de solucionar problemas práticos no mercado de trabalho.

Ou seja, esses cursos são voltados para quem quer unir a teoria à prática. Os cursos de pós-graduação lato sensu são as especializações e o MBA (Master of Business Administration).

Especializações

Como o próprio nome indica, esses cursos são voltados para um ponto específico de uma área. Ao contrário da graduação, que é generalista, a especialização oferece aprofundamento em uma determinada ferramenta, estratégia ou solução.

Os cursos duram em média um ou dois anos e são voltados para quem busca aperfeiçoamento ou atualização profissional.

MBA

O Master of Business Administration é parecido com os cursos de especialização, porém, não são voltados para uma profissão específica. O objetivo do MBA é treinar empresários, atuais ou futuros gestores. O curso oferece conhecimento aprofundado em ferramentas de administração, liderança, gestão de pessoas e foca no aprendizado na prática, com estudo de cases e simulações.

Normalmente a duração é de 360 ou 480h, e as aulas acontecem quase sempre nos fins de semana.

Stricto sensu

Em oposição a lato sensu, stricto sensu significa “em sentido estrito”. Os cursos dessa modalidade são voltados para a área acadêmica, exigem que o aluno construa um projeto de pesquisa e raramente são escolhidos por alguém que não queira trabalhar com ciência ou se tornar professor universitário.

A pós-graduação stricto sensu se divide em dois graus: o mestrado e o doutorado.

Mestrado

Para entrar no mestrado, o estudante precisa apresentar um projeto de pesquisa e passar pelos critérios de seleção da universidade, que incluem prova de conhecimentos específicos e língua estrangeira, análise de currículo e entrevista.

O objetivo do mestrado é aprofundar os conhecimentos da graduação dentro de um tema específico, desenvolvendo uma reflexão teórica sólida. O estudante é acompanhado por um orientador e se torna parte de um grupo de pesquisa.

Doutorado

O doutorado é normalmente a etapa seguinte ao mestrado. Ele é ainda mais aprofundado e busca gerar avanços no conhecimento daquela área. Dura de quatro a cinco anos, e tem uma grande carga de estudos independentes, fora da sala de aula. No doutorado, o aluno é instigado a construir conhecimento, desenvolver sua própria linha de raciocínio, afinal, ele receberá o título de doutor.

Poucos sabem, mas é possível “pular” o mestrado e entrar direto no doutorado, desde que os avaliadores considerem você apto para tal e acreditem que sua proposta é realmente relevante.

Mestrado profissional

Apesar de fazer parte da modalidade stricto sensu, o mestrado profissional é diferente dos dois citados acima. Trata-se de um mestrado, mas que busca gerar estudos aprofundados sobre uma ferramenta ou técnica que possa atender a uma necessidade do mercado. Podemos dizer que é uma combinação do mestrado tradicional com a especialização.

Pesquise sobre cursos e instituições

Depois de entender seus objetivos e conhecer as modalidades disponíveis, você poderá avaliar qual pós-graduação melhor se adequa às suas necessidades. Isso não significa, porém, que as opções acabaram. Ainda existem outros aspectos para se considerar.

Pesquise sobre as instituições que lhe interessam, veja os cursos que elas oferecem e confira a avaliação deles pelo MEC (Ministério da Educação) e pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior).

Se for possível, converse com alunos e ex-alunos dos cursos, peça recomendações e considere a opinião deles sobre a estrutura da instituição. E não se esqueça de conferir a grade curricular dos cursos.

É importante pensar ainda na possibilidade de escolher um curso presencial ou na modalidade de educação a distância. A EAD é cada vez mais popular entre os estudantes, principalmente de pós-graduação, por oferecer flexibilidade de horários e permitir que o aluno evolua em seu próprio ritmo.

Vale lembrar que cursos presenciais e a distância têm a mesma validade de acordo com o MEC, pois não existem diferenças no ensino ou no diploma.

Se você optar pela modalidade presencial, considere o tempo de deslocamento, os gastos com transporte e as horas que terá que dedicar a atividades presenciais, além dos trabalhos extraclasse. Se optar pela EAD, lembre-se de que disciplina e organização serão essenciais para que você não se perca pelo caminho.

Agora que você já sabe como escolher uma especialização que fará a diferença na sua carreira, que tal saber um pouco mais sobre outra parte importante desse assunto: o planejamento financeiro. Aproveite para saber como se organizar financeiramente ao voltar a estudar!