Entenda como fazer faculdade ajuda no empreendedorismo

  • 29/nov/2017

Entenda como fazer faculdade ajuda no empreendedorismo

O número de pessoas que buscam o ensino superior tem aumentado significativamente no Brasil. Se antes fazer faculdade era essencial somente em algumas poucas áreas, hoje é extremamente relevante para qualquer profissão. Voltar aos estudos depois de muito tempo fora da sala de aula tem sido uma trajetória cada vez mais comum.

Ao mesmo tempo, o espírito empreendedor tem feito com que cada vez mais pessoas deixem de lado o mercado de trabalho tradicional para investir em negócios próprios. Aqui, é importante lembrar que empreender não é só começar um novo modelo de negócio. Também são empreendedores aqueles que se dedicam a empresas familiares, por exemplo. O fato é que hoje o empreendedorismo está em tudo, inclusive na universidade.

E então, o que esses dois assuntos têm em comum? Separamos os principais pontos para explicar de forma simples e clara como a faculdade pode ajudar no empreendedorismo. Quer saber quais são eles? Continue a leitura!

A universidade pode ajudar você a conhecer melhor o mercado

Mercado e universidade estão cada vez mais próximos — tanto as faculdades quanto as empresas têm buscado formas de diminuir a distância entre o mundo acadêmico e o empresarial. Essa parceria é vantajosa para ambos os lados: a faculdade consegue compreender melhor a rotina das profissões e verificar como o conhecimento é aplicado, na prática; enquanto as empresas têm acesso a pesquisas, estudos e novas ferramentas desenvolvidas dentro das universidades.

Para o aluno empreendedor os benefícios são ainda maiores, já que ele pode aproveitar a graduação para conhecer melhor as grandes empresas de sua área, por meio de estágios, visitas, palestras e estudos de caso.

Conhecendo melhor o setor, fica muito mais fácil entender a dinâmica de funcionamento, perceber as principais necessidades e identificar boas oportunidades para empreender. Além do mais, nada melhor do que aprender com quem já passou pelo momento em que você está. O contato com outros empreendedores que já estão no mercado é uma forma de adquirir conhecimento por meio da experiência dos outros.

Fazer faculdade traz crescimento profissional e pessoal

Ter um curso de ensino superior é excelente para o currículo e, sem dúvidas, melhora muito a qualificação do profissional para o mercado de trabalho. No entanto, o que a faculdade proporciona vai além do conhecimento técnico da profissão.

O desenvolvimento do senso crítico e da capacidade de raciocínio, o contato com universos diferentes e a construção de argumentos mais embasados são pequenos exemplos do crescimento pessoal que a faculdade proporciona. A capacidade de conciliar várias tarefas, adequar sua rotina às atividades e lidar com momentos de grande pressão também são aprendizados que um curso superior traz.

Para os empreendedores esse crescimento é muito importante, já que, ao começar um novo negócio, é preciso saber gerenciar prioridades e, principalmente, confiar no próprio trabalho.

A universidade ajuda você a construir uma rede de contatos infinita

Uma coisa muito valorizada no meio empreendedor é o networking, ou seja, a sua rede de contatos. Uma boa rede pode ser de grande ajuda nos momentos mais difíceis de um novo negócio, afinal, é sempre bom partilhar experiências e aprender com quem já passou por situações parecidas.

A faculdade é um dos melhores lugares para criar uma rede de contatos — as pessoas com quem você convive nesse meio são os futuros profissionais da sua área, e grande parte talvez até já esteja atuando no mercado. É uma grande oportunidade para trocar experiências, conversar sobre os desafios e partilhar aprendizados que podem ser úteis a todos.

Não se trata de anotar uma lista de telefones e ligar só quando precisar de ajuda, mas sim de conhecer muitas pessoas, criar laços e manter contato, já que, mesmo que sigam por caminhos diferentes no futuro, sempre terão um ponto em comum: a graduação.

Profissionais graduados dão mais credibilidade ao negócio

Todo o aprendizado que foi citado acima é muito valorizado pelo mercado. Mesmo que seu objetivo não seja trabalhar em uma grande empresa, ao começar um negócio próprio, você vai lidar com o julgamento dos concorrentes, dos fornecedores e, principalmente, dos clientes.

Quando uma empresa está começando, ela ainda não tem um portfólio para apresentar, e não há nada que prove que ela realmente oferece um serviço ou produto de qualidade. Nesse momento, o currículo da empresa são as experiências do fundador.

Você e seu negócio são praticamente um só, se você tem uma boa formação significa que sua empresa tem um bom background. Esse já é o primeiro passo para aumentar a credibilidade do negócio e conquistar a confiança dos clientes.

Faculdade e empreendedorismo ainda podem se complementar de várias outras formas, de acordo com o curso escolhido e com a área em que pretende empreender. Se você ainda tem dúvida sobre os benefícios de fazer uma graduação, saiba que existem faculdades adequadas a todos os perfis.

Os cursos a distância, por exemplo, são uma ótima opção para quem quer mais flexibilidade. Você consegue estudar sem sair de casa, aprende da mesma forma e seu diploma tem o mesmo valor do que o de um curso presencial.

Se a idade é o seu principal problema, saiba que nunca é tarde para começar um curso superior. As faculdades têm alunos de todas as idades, lugares e crenças. Para voltar à rotina de estudos depois de muito tempo fora da escola, é só encarar tudo com muito ânimo e disposição.

Muitas pessoas decidem empreender ainda durante a faculdade, outras preferem deixar para começar a se dedicar a um negócio depois de concluir a graduação. Há ainda quem opte por criar uma empresa primeiro e só depois se dedicar aos estudos. As opções são muitas e a ordem ideal é diferente para cada pessoa, o importante é entender que qualquer uma delas é perfeitamente possível.

Se você quer começar a fazer faculdade, mas tem medo de ficar sobrecarregado e não conseguir dar conta da rotina do trabalho ou do empreendimento com as demandas de um curso superior, conheça o nosso guia que vai apresentar quais são os 5 passos para conciliar a vida acadêmica, pessoal e profissional!