Faculdade de Administração x Engenharia de produção: qual escolher?

  • 11/jul/2017

Faculdade de Administração x Engenharia de produção: qual escolher?

A Engenharia de Produção tem suas raízes na faculdade de Administração de Empresas. Por esse motivo, a grade curricular desses cursos de graduação e a atuação dos respectivos profissionais formados apresentam diversas similaridades. Não é à toa que muitos têm dúvidas sobre qual dos dois escolher.

Além das semelhanças no perfil dos formados nessas áreas, os dois cursos detêm boa reputação, credibilidade e absorção no mercado de trabalho, tornando a escolha ainda mais difícil.

Mas estamos aqui para ajudar você! Confira aqui as principais características dessas graduações e avalie qual delas mais se encaixa no seu perfil!

Faculdade de Engenharia de Produção

A Engenharia de Produção combina os conhecimentos técnicos sobre as tecnologias aplicadas à produção e os estudos administrativos.

No Brasil, os principais tipos de Engenharia de produção são:

  • Engenharia de Produção Civil;
  • Engenharia de Produção Mecânica;
  • Engenharia de Produção Química;
  • Engenharia de Produção Elétrica;
  • Engenharia de Produção Metalúrgica.

Assim, na graduação tradicional, ou bacharelado, os estudos técnicos e administrativos permearão todas essas áreas.

Matérias estudadas

Nos primeiros quatro semestres, o aluno estudará matérias como Estatística, Física, Química, Cálculo e Informática.

Em seguida, são ministradas as disciplinas mais específicas da área, como Cadeia de Suprimentos e Logística, além daquelas relacionadas à Gestão, como Estudos Econômicos, Recursos Humanos e Administração. Mas, como o foco do curso são os meios de produção, os estudos administrativos ganham uma abordagem secundária.

Atuação do profissional

Em sua atuação, o engenheiro de produção lidará com projetos, planejamento estratégico, execução, manutenção e aperfeiçoamento de sistemas de produção de bens e serviços.

Para isso, trabalhará com questões relacionadas ao gerenciamento de recursos tecnológicos, humanos e financeiros. Com isso, ele buscará sempre conquistar maior eficiência em todas as etapas da cadeia produtiva dentro de uma empresa ou indústria.

Essas ações exigem do profissional uma visão global para que consiga:

  • controlar o setor logístico;
  • construir projetos nas áreas de mecânica, elétrica e química;
  • monitorar e aprimorar a qualidade na produção;
  • controlar o orçamento e realizar o planejamento financeiro para a aplicação de investimentos;
  • montar a estrutura organizacional da companhia;
  • gerenciar a mão de obra envolvida na produção.

Possibilidades de carreira

O profissional formado em Engenharia de Produção poderá:

  • controlar processos de estocagem de materiais;
  • planejar custos de produção;
  • recomendar a troca e aquisição de equipamentos para a otimização do processo produtivo;
  • gerenciar o trabalho dos funcionários, visando a melhor qualidade dos produtos e serviços oferecidos pela empresa;
  • aprimorar técnicas de produção;
  • aliar conhecimentos técnicos, econômicos e gerenciais para aprimorar o desempenho global do negócio.

Assim, qualquer empresa que precise otimizar seu processo produtivo necessitará de um engenheiro de produção. No entanto, seu trabalho será mais técnico do que gerencial.

Faculdade de Administração

Muitos estudantes que buscam o curso de Engenharia de Produção querem, na verdade, trabalhar na área administrativa. Embora o engenheiro de produção também tenha esses conhecimentos, a gestão não é o seu enfoque.

Será a faculdade de Administração que dará ao profissional todo conhecimento necessário para controlar processos organizacionais na gestão de uma empresa.

O administrador terá habilidades nas áreas de recursos humanos, planejamento financeiro, marketing, logística, infraestrutura e muitos outras. Então, conheça um pouco mais essa graduação!

Matérias estudadas

Se por um lado a Engenharia de Produção tem sua base nas ciências exatas, com conhecimentos mais técnicos, a faculdade de Administração se fundamenta na área de humanas, com disciplinas de:

  • Antropologia;
  • Sociologia;
  • Filosofia;
  • Psicologia;
  • Ética Profissional;
  • Política;
  • Comportamento Humano;
  • Recursos Humanos;
  • Direito.

Apesar disso, o futuro administrador não se verá livre dos números. Ele precisará lidar com diversas matérias de exatas, como:

  • Produção;
  • Matemática financeira;
  • Logística;
  • Finanças;
  • Estatística;
  • Novas tecnologias aplicadas à administração;
  • Economia.

Os conteúdos mais específicos da área consideram técnicas de gestão de diferentes tipos de empresas. Os estudantes terão que elaborar projetos e participar de dinâmicas que simulam o gerenciamento de negócios.

Atuação do profissional

O profissional formado em Administração terá a função de:

  • organizar quadros de colaboradores;
  • estabelecer programas de motivação, treinamento e valorização dos funcionários;
  • controlar as finanças do empreendimento;
  • criar e promover novos produtos e serviços por meio de campanhas de marketing;
  • gerenciar o processo produtivo;
  • supervisionar os sistemas de estoque e logística.

Possibilidades de carreira

Como você pôde perceber, as atividades administrador são bem extensas, exigindo dele habilidades multidisciplinares. Por isso, ele pode atuar em diversos tipos de segmentos e empresas, como:

  • comércio;
  • indústria;
  • organizações esportivas;
  • prestadoras de serviços;
  • hospitais;
  • organizações não governamentais sem fins lucrativos;
  • hotéis;
  • instituições de preservação ambiental.

Quais são as semelhanças entre os cursos?

O trabalho do engenheiro de produção e do administrador possui muitas similaridades e, por isso, muitas vezes competem as mesmas vagas no mercado de trabalho. Entre as principais semelhanças, estão:

  • pluralidade de setores e empresas em que podem trabalhar;
  • gestão de pessoas;
  • uso de conhecimentos multidisciplinares dentro do negócio;
  • desenvolvimento de estratégias para aprimorar a organização e o processo produtivo da empresa;
  • alinhamento da produção com o planejamento financeiro;
  • coordenação do trabalho em equipe.

Quais as diferenças?

Apesar dos pontos em comum, os dois profissionais possuem uma formação diferente, o que será refletido em diversos aspectos da sua atuação, como:

  • o engenheiro de produção tem uma formação técnica, e o administrador se fundamenta principalmente nas ciências humanas;
  • a Engenharia de Produção utiliza métodos quantitativos para gerenciar a produção, e a Administração foca mais em aspectos qualitativos;
  • o engenheiro de produção está mais direcionado a projetos na linha de produção, ao passo que o administrador de empresas direciona sua atenção à área gerencial, relativos aos recursos humanos, ao marketing e ao setor financeiro.

Compreender essas diferenças será fundamental para você definir que rumo tomar na sua formação. Já chegou a alguma conclusão?

E agora, qual escolher?

Apesar de os perfis desses profissionais serem bem parecidos, ao se debruçar sobre sua atuação nas empresas e sua formação acadêmica, as diferenças ficam bem claras. Você ficará entre o lado técnico da faculdade de Engenharia e o viés humano e estratégico da faculdade de Administração.

Como você pôde perceber, as possibilidades de atuação profissional do administrador são mais amplas. Essa flexibilidade e perfil multidisciplinar contribui para que ele seja mais facilmente absorvido pelo mercado de trabalho, com uma demanda sempre crescente.

O aluno formado em Administração não desenvolverá apenas habilidades para gerenciar empresas. Ele também terá a oportunidade de mudar sua visão de mundo. Conseguirá enxergar a sociedade como uma grande máquina e os diversos cidadãos como engrenagens, no ambiente pessoal, público ou corporativo.

Por meio da sua formação em humanas, o administrador aprende a lidar com o pluralismo cultural, reconhecendo que cada pessoa tem seu papel e valor dentro da empresa.

Por esses e outros motivos, a faculdade de Administração continua sendo o curso com o maior número de ingressantes e concluintes — um dos 4 cursos com o maior corpo discente desde 2009.

E então, já conseguiu se decidir? Quer receber mais informações? Então, assine nosso newsletter e receba conteúdo em primeira mão na sua caixa de entrada!