O que você precisa fazer para continuar nos estudos?

  • 14/jul/2017

O que você precisa fazer para continuar nos estudos?

O desejo de crescer profissionalmente pede disciplina, dedicação e esforço. Mas nem sempre é tão simples assim continuar nos estudos para alcançar o patamar que queremos. Afinal, muitas pessoas precisam conciliar o trabalho, os estudos, as responsabilidades domésticas, entre outras coisas, e o mercado é cruel: quer indivíduos preparados e bem qualificados.

Apesar dessas dificuldades, que são a realidade da maioria dos brasileiros, os sonhos não são totalmente abafados. Uma pesquisa feita pela Secretaria do Estado de São Paulo, por exemplo, com 270 mil estudantes, mostrou que, apesar de a maioria já lidar com a jornada dupla de escola e trabalho, 80% ainda almeja ingressar no ensino superior, de alguma forma.

A questão é que, se você se planejar para continuar nos estudos, as possibilidades vão surgindo e ficam esperando somente seu pontapé inicial. Nós podemos garantir para você que existem alternativas mais acessíveis, que funcionam bastante quando sabemos exatamente o que fazer. Que tal conferir algumas dicas e começar a colocá-las em prática?

Seja uma pessoa otimista para continuar nos estudos

Antes de mais nada, é bom você colocar uma coisa na sua cabeça: não adianta querer muito alguma coisa e não ser uma pessoa otimista. Você, por acaso, conhece alguém muito bem-sucedido que é pessimista? Provavelmente não!

Além de manter o seu pensamento positivo e direcionado para os seus planos, outra dica importante relacionada a isso é também ignorar e fugir dos famosos matadores de sonhos — aquelas pessoas que, literalmente, só abrem a boca para te desanimar.

Você vai ouvir muitas frases feitas, como: “não adianta estudar”, “você já passou do tempo para estudar”, “conheço pessoas com curso superior que estão desempregadas”, e por aí vai. Parece difícil, sim, mas você vai ter que treinar sua audição seletiva para bloquear essas desmotivações!

Tenha em mente que o esforço é positivo a longo prazo

Na maioria das vezes, tendemos a acreditar no que os pessimistas dizem, principalmente quando já estamos há um tempo afastados dos estudos. Mas, quando as dúvidas surgirem, é só manter o foco no seu objetivo: ter um salário melhor, manter a família de maneira confortável, crescer pessoal e profissionalmente, entre outros motivos.

O caminho pode até ser árduo, mas vale cada esforço para ter os frutos positivos que serão colhidos em longo prazo. Portanto, nunca se esqueça do que te levou a começar e continuar os estudos! Se for necessário, crie um mural em casa e deixe bem visível aos seus olhos todos esses objetivos, para que você possa sempre se lembrar do propósito de todos os sacrifícios.

Comece aos poucos

A vontade de crescer e melhorar a atual condição de vida é grande, mas não dá para mudar completamente sua rotina de uma hora para outra. As chances de se frustrar fazendo isso são enormes! Então, o ideal é que você simplesmente comece devagar.

A ansiedade, nesse sentido, pode atrapalhar bastante, pois geralmente queremos ter resultados rápidos. A ideia é ir se adaptando à nova rotina — que concilia os estudos com o trabalho, casa e família —, de forma que, gradativamente, você vá se acostumando e aumentando seu desempenho. Não importa quanto tempo leve para atingir seus objetivos maiores, o importante é realizar o caminho com qualidade!

Estabeleça metas realistas de curto prazo

Lembra-se do mural de objetivos que citamos anteriormente? Ele funciona bastante! Mas fica meio complicado colocar nesse quadro de desejos metas impossíveis de serem alcançadas, assim, logo de cara. Para evitar a frustração, uma dica inteligente é estabelecer metas que estejam dentro da atual realidade e que possam ser conquistadas em curto prazo.

Dessa maneira, você progride dando um pequeno passo de cada vez. Não é à toa que o professor e escritor norte-americano John Kotter, da Universidade de Harvard, diz que, para se ter mudanças significativas — em qualquer organização, até mesmo na sua vida, em particular — é necessário que pequenas vitórias sejam geradas em prazos mais curtos.

Invista em um curso de Ensino a Distância

Engana-se quem pensa que o ciclo natural da vida inclui fazer uma faculdade tradicional. Muitas pessoas conquistam seu sucesso por alternativas diferentes. Uma delas é investir o seu tempo em um curso de ensino a distância (EAD), por exemplo.

O sistema a distância é perfeito para quem lida com a dificuldade do tempo e não consegue conciliar seus horários para frequentar um curso presencial. Antes existia certo preconceito com essa modalidade de ensino, mas hoje nós sabemos que a EAD é reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) da mesma forma que os cursos presenciais são.

Além do mais, o mercado de trabalho está mais interessado no seu desempenho como profissional do que com a origem do seu diploma, não é verdade? Considere essa possibilidade e organize seus horários de estudos e aulas, para não atrapalhar as outras esferas da sua vida, como o trabalho e a família, por exemplo.

Considere a possibilidade de mudar de emprego

Se atualmente você está em um emprego que te impede de crescer profissionalmente, então é hora de repensá-lo e, talvez, procurar outro trabalho que te dê chances de evoluir — não só profissional como também pessoalmente, não é mesmo?

É importante ressaltar que o motivo para mudar de emprego aqui não é o financeiro. A possibilidade de trocar o seu trabalho deve ser levada em consideração apenas se as atuais condições não estão te dando tempo ou espaço suficiente para se qualificar, por exemplo.

Crie uma rotina organizada de estudos

É claro que, se você estiver em um emprego que te permita ter mais tempo para estudar, ótimo. Mas a condição contrária também não é um completo motivo para você desistir dos seus sonhos. Você pode muito bem elaborar um plano de estudos, de forma que você possa organizar seus horários para estudar e atingir suas metas gradativamente.

O desenvolvimento desse hábito de estudar diariamente consiste no esforço e na determinação, bem como na disciplina de repetir a nova rotina. Como já dizia Aristóteles, nós somos o que fazemos repetidamente e, a excelência, portanto, não é um ato em si, mas, na verdade, um hábito.

Cuide da sua saúde

Já são inúmeros os estudos científicos que comprovam os benefícios da atividade física para a concentração, a diminuição dos níveis de estresse e ansiedade, bem como o aumento da capacidade cognitiva. A ideia, então, é simples: se você quer ter bons resultados nos estudos, é melhor cuidar também da sua saúde.

Se ainda não pratica nenhum exercício físico, é hora de começar a se mexer. Você pode fazer uma simples caminhada ou então praticar corrida, andar de bicicleta, frequentar uma academia, entre outras possibilidades!

Continuar nos estudos não é tão difícil como você imaginava, não é verdade? Se você souber exatamente o que fazer e em quais pontos se concentrar, não há como seus projetos de vida darem errado.

Quando alguém quer muito alguma coisa, somente dois itens podem ajudar na conquista: a fé em si mesmo de que vai conseguir e a atitude de colocar tudo em prática. Muitas pessoas, inclusive, começam essa nova aventura um pouco mais tarde. Veja, por exemplo, como é possível fazer faculdade depois dos 30 anos. Leia mais e descubra!