Redação no vestibular: 9 melhores práticas para você se dar bem

  • 31/jul/2017

Redação no vestibular: 9 melhores práticas para você se dar bem

A redação no vestibular é uma das coisas mais temidas pelos candidatos. A exigência é muita, o tema é sempre uma surpresa e ainda tem a questão do tempo.

Para se fazer uma boa redação, além de dominar a norma-padrão da língua portuguesa, é necessário estudar, prestar atenção, escolher as palavras com calma, revisar o texto e caprichar na letra, afinal, ele precisa estar legível.

Antes do vestibular, uma boa estratégia é verificar os temas das provas anteriores e treinar em casa ou na escola/cursinho. Isso ajuda a administrar o tempo e contribui para a melhora do raciocínio.

Além disso, existem algumas práticas que podem contribuir muito para a elaboração de um texto de qualidade. Confira:

1. Fique atento ao tipo de texto solicitado

A prova, ao apresentar o tema da redação, vai dar algumas dicas ou vai dizer diretamente o tipo de texto desejado. É importante que você conheça bem cada um deles, para que faça a abordagem correta.

Entre as opções mais comuns, temos:

Dissertação

O texto deve ter a seguinte estrutura: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. Nesse formato, é importante que escreva um conteúdo crítico, defenda o seu ponto de vista, apresente um posicionamento firme e tente ser persuasivo.

Aqui, é ideal evitar gírias e gerundismo. Use os verbos na terceira pessoa e escreva frases curtas.

Narração

Você deve descrever os fatos em formato de história e esclarecer bem quando tudo acontece, quem são as pessoas envolvidas, onde elas estão localizadas etc.

Use verbos de ação e escreva na primeira pessoa. Seja criativo e emotivo.

Descrição

Nesse tipo de texto, você deverá descrever de forma minuciosa um lugar, uma pessoa, um animal etc. Fique atento à pergunta para fazer a descrição correta, de acordo com o objetivo principal da redação.

É normal que nesse formato você utilize verbos de ligação e muitos adjetivos.

Carta

Esse é um tipo de texto diferente! Nele, você terá um texto direto, que vai variar de acordo com a proximidade da pessoa. Isso significa que se for uma carta a um amigo ou familiar você utilizará uma linguagem mais próxima, mas se for uma carta a um chefe, professor etc, será uma linguagem formal.

Fique atento a esse aspecto e lembre-se de fazer uma saudação inicial e de colocar um local e data no final.

Estilo jornalístico

Esse texto deve ser informativo e, para isso, a linguagem deve ser clara, objetiva e informal.

Opte por frases curtas, palavras simples e uma voz ativa. Aqui, a intenção é levar a informação a alguém, então pense com calma para não colocar muito a sua opinião e para não fazer críticas desnecessárias.

2. Mantenha-se informado

É comum que os temas da redação sejam relacionados a assuntos da atualidade. Então, leia jornais e acompanhe sites e revistas.

Mas não foque em um nicho só! A redação pode ser sobre algum assunto político, econômico, social ou de interesse mundial.

Por ser assim, corra o olho nas manchetes, leia partes das reportagens, converse com pessoas etc.

Também é interessante pensar em assuntos de interesse geral, como racismo, feminismo, homofobia, religião, etc.

3. Anote ideias antes de começar a desenvolver o texto

Outra coisa que pode ajudar bastante é pegar a folha de rascunho e fazer anotações rápidas de frases ou palavras relacionadas ao tema. Isso ajuda a construir o raciocínio e a concatenar as ideias.

Com certeza, fazendo isso, seu texto final ficará mais coerente e direto, já que conseguirá observar o que é realmente importante e o que, mesmo tendo alguma relação, não contribuirá diretamente para o desenvolvimento do tema.

4. Escreva de forma simples

Um erro muito comum dos candidatos é pensar que é necessário utilizar palavras difíceis ou pouco usuais.

O que o examinador quer é um texto claro, direto, que pode ser compreendido por todos. Então, use palavras simples, escreva frases curtas e não seja redundante.

5. Concentre-se no tema proposto

Ao desenvolver o texto, não tente criar exemplos comparativos com outros assuntos e ampliar a abordagem. O interessante é que você aprofunde no tema proposto e mostre que tem domínio sobre ele.

Se tentar estender demais, correrá o risco de escrever um texto muito amplo e raso de informações, o que é prejudicial.

Fique atento ao número de linhas para estruturar de forma correta o seu texto e conseguir abordar o tema com profundidade.

6. Tente ser imparcial

Se a pergunta não pedir a sua opinião sobre o assunto, tente escrever de forma clara e direta e demonstrar as nuances que envolvem o tema proposto, sem expressar a sua opinião pessoal.

Bons textos são aqueles que conseguem mostrar vários pontos de vista sobre um assunto sem apresentar críticas desnecessárias e criar polêmicas vazias.

7. Fique atento ao texto e revise com calma

Antes de transcrever o texto na folha oficial de resposta, confira com calma, verifique a linguagem, a ortografia, a conjugação verbal, a pontuação etc.

Leia mais de uma vez e faça o seguinte: copie usando um lápis e depois passe por cima. Toma tempo, mas é mais seguro, porque assim você será obrigado a fazer uma nova conferência.

8. Treine

Tem um ditado popular que diz que “o hábito faz o monge”. E é exatamente isso!

Quanto mais você praticar, mais habilidade você terá e isso fará toda diferença na hora da prova.

Leia bastante, escreva textos curtos, escreva um texto de cada estilo citado na primeira dica e pratique continuamente. Quanto antes você começar, melhor!

Uma dica interessante é convidar um amigo que está na mesma fase e estudar em conjunto. Além de ficar mais estimulante, vocês poderão se ajudar!

9. Leia atentamente o edital

Outra questão importante para fazer uma boa redação é ler o edital do vestibular com atenção.

Existem algumas práticas que podem eliminar os candidatos — entre elas estão as que identificam o candidato. Um exemplo é assinar ao final ou informar algum dado pessoal.

Também existem padrões únicos para rasura que não podem ser desconsiderados.

Com essas dicas, com certeza você terá menos problemas com a redação no vestibular. Lembre-se sempre de que você é capaz: só precisa se dedicar e, claro, ter concentração!

Gostou do nosso post? Então, aproveite também para entender como funciona o vestibular na educação a distância!