Conheça 12 vantagens de estudar em casa

  • 14/jun/2017

Conheça 12 vantagens de estudar em casa

O estudo e o aprendizado fazem parte da vida do ser humano. Nossa capacidade de aprender coisas novas nos leva a expandir nossos horizontes, aperfeiçoar habilidades e conhecimentos, e crescer pessoal e profissionalmente. O problema é que, na atribulada rotina contemporânea, o tempo para essas atividades fica cada vez mais escasso. E é aí que entram as vantagens de estudar em casa e cursar uma graduação a distância!

Com organização, força de vontade e uma boa conexão à internet, é possível driblar obstáculos e reservar em sua agenda um tempo para a aprendizagem.

Acha que não? Então confira, neste post, 12 benefícios de se dedicar aos estudos em casa e prepare-se para mudar de ideia!

1. Economia de tempo

Seria incoerente não mencionar essa vantagem em primeiro lugar, já que a falta de tempo é o obstáculo que impede muita gente de frequentar escolas e universidades. Pois bem, estudar em casa não demanda deslocamento e nem logística, o que se traduz numa economia de preciosas horas diárias.

Este é o grande diferencial dos cursos de EAD: por meio da tecnologia disponível atualmente, permitir aos estudantes encaixar os estudos em sua agenda, e não o inverso.

Mas fique atento, pois estudar em casa demanda muita dedicação e organização espacial e temporal.

2. Flexibilidade de horários

Você já pensou em se tornar um aluno de EAD? Um dos benefícios dessa modalidade de ensino é a flexibilidade da grade de horários, o que permite que você gerencie seu tempo da forma que julgar mais adequada. Esse fator é um grande aliado na hora de conciliar as demandas acadêmicas com seus outros compromissos.

Sabemos que essa flexibilidade é essencial para quem trabalha o dia todo e ainda precisa lidar com os afazeres domiciliares. Para conseguir que tudo funcione, contudo, é preciso se planejar e saber estabelecer metas.

3. Corte de gastos

Além de economizar tempo, você economiza dinheiro. Esse é um dos principais fatores que contribuem para que muitos brasileiros optem por estudar em casa, seja para passar em concursos ou conseguir um diploma. Pense bem: não há gastos com transporte, com material didático (já que, atualmente, há muito conteúdo disponível online) ou com mudanças para outras cidades ou bairros.

4. Aquisição de disciplina

Para aprender uma matéria em casa e ser bem-sucedido na iniciativa, é necessário ter assiduidade e disciplina. De nada adianta estudar na frente da TV ou se deixar levar pelas notificações das redes sociais no smartphone. É preciso aperfeiçoar a capacidade de focar em uma tarefa por vez e se dedicar ao que você se propôs em primeiro lugar.

Dica: mantenha seu local de estudo sempre organizado e limpo e elabore um cronograma com metas específicas, detalhando quanto tempo você poderá se dedicar a cada assunto por dia.

5. Capacidade de estabelecer metas

Conseguir estabelecer e seguir as próprias metas é um atestado de inteligência intelectual e organizacional. A meta é um objetivo de curto prazo que, se cumprido, fará com que você alcance algo maior, como os degraus que formam uma escada e podem levá-lo de um nível a outro.

Ao elaborar seu cronograma, organizar seu estudo diário, listar suas prioridades e conciliar compromissos em prol de um objetivo maior, você vai aos poucos percebendo o quanto as metas podem ajudá-lo a evoluir.

6. Consciência do próprio potencial

Quando começar a progredir em seu cronograma de estudos, apesar das dificuldades, e começar a ver os resultados a longo prazo, você acabará criando uma consciência mais aguçada a respeito da própria resiliência e potencial. Estamos falando de um processo de autoconhecimento, de compreensão de seus limites e de suas reais motivações.

Fazer uma graduação é um desafio, mas um que o fará evoluir de tal maneira que você passará a enxergar oportunidades que antes não existiam.

7. Maturidade emocional

Criar essa autoconsciência, esse domínio sobre si mesmo, essa compreensão das próprias capacidades, resulta em maturidade emocional. Viver essa experiência de fazer malabarismos entre trabalho, estudo, descanso e demais compromissos, fará com que você crie um olhar mais pragmático, mais funcional a respeito dos entraves cotidianos, e aprenda a canalizar seus energias para soluções e não problemas.

8. Melhoria na alimentação

Outra mudança que costuma ocorrer na vida de quem se dedica aos estudos em casa é a melhoria na alimentação. Quando você passa o dia todo fora, é comum se render às opções “fáceis e rápidas”, como lanches e alimentos processados, em vez de fazer refeições completas.

Além disso, há inúmeros canais de culinária, livros e plataformas que se dedicam a ensinar como preparar pratos saudáveis em 15 ou 30 minutos.

9. Contato com professores e tutores

A barreira do ensino presencial foi superada pela tecnologia e pela revolução digital. Hoje, sabemos que frequentar uma sala de aula não necessariamente significa melhor aproveitamento.

Na educação a distância, o contato com tutores e professores ocorre, dependendo da modalidade escolhida, exclusivamente pelo universo virtual. Dessa forma, é possível tirar dúvidas in loco e contar com assessoria na hora de participar dos fóruns ou resolver exercícios.

10. Acesso ao material didático

Na EAD, os materiais didáticos, como apostilas, e-books e bancos de exercícios, chegam até você. Na maioria das instituições, você ganha acesso à biblioteca com centenas de obras digitalizadas e pode usufruir de todo esse conhecimento de seu notebook ou tablet, no momento em que for mais conveniente.

11. Tempo de descanso

Falamos até aqui na otimização do aproveitamento do tempo para conciliar suas atividades diárias e controlar seu orçamento, mas saiba que uma das maiores vantagens de estudar em casa é a capacidade de definir seus momentos de descanso. Sim, o descanso da mente é tão fundamental quanto o estudo!

Compensar horas a mais de estudo e trabalho com descanso é uma possibilidade concreta para estudantes de EAD. Basta se planejar!

12. Capacidade de concentração

A capacidade de concentração que se consegue ao estudar em um ambiente silencioso e reservado contribui para um maior aproveitamento do conteúdo programático. Quando não há distrações e conversas paralelas (como é comum acontecer em salas de aula, por exemplo), seu cérebro absorve melhor o que está sendo visto.

O ensino a distância é um processo colaborativo entre estudante e instituição, que tende a crescer nacional e internacionalmente, beneficiando-se das tecnologias que são desenvolvidas e lançadas a cada ano. As vantagens de estudar em casa citadas aqui são resultado direto dessa expansão da pedagogia aliada à tecnologia.

Ficou interessado em saber mais sobre o universo da EAD? Então confira qual é o perfil do aluno que opta por essa modalidade.