Venda de livro da Leya / Alumnus é revertida para a produção de almofadas para ajudar a recuperação de pacientes com câncer de mama

  • 03/jul/2017

Venda de livro da Leya / Alumnus é revertida para a produção de almofadas para ajudar a recuperação de pacientes com câncer de mama

Há cerca de dez anos, a aposentada Odete Moreira conheceu a iniciativa mundial, criada nos EUA, “Heart Pillow Project” por intermédio de uma amiga de sua filha. Trata-se da fabricação e doação de almofadas com o formato anatômico para serem posicionadas sob os braços de mulheres que passaram por uma mastectomia, a operação de retirada do(s) seio(s) para o tratamento do câncer de mama. Para serem anatômicas as almofadas têm o formato de um coração, daí o nome do projeto “Heart Pillow” (almofada do coração). De posse do molde e das instruções para confeccionar as almofadas, dona Odete passou a produzir e distribuir as almofadas.

Odete compra os materiais para a confecção das almofadas com o dinheiro de sua própria aposentadoria. Ao saber da iniciativa, Raquel Rosa, autora do livro “Entre uma e outra primavera” – Ed. Leya / Alumnus – que conta relatos de quem enfrentou o câncer, se sensibilizou com o trabalho de dona Odete. Ela decidiu reverter a venda do livro para comprar o material para a produção das almofadas. Com a ajuda, foi possível comprar os insumos para a fabricação de 700 almofadas.

Essa tocante história de solidariedade foi contada no Programa Inside do SBT.

Confira o vídeo:

Para ajudar ou solicitar uma almofada, ligue para (61) 3562 6464 ou (61) 98185 4309

O projeto

A origem da almofada do coração é desconhecida, mas o projeto começou quando Janet Kramer-Mai, uma enfermeira de oncologia do Centro Médico Erlanger no Tennessee (EUA), foi diagnosticada com câncer de mama em 2001. Três de suas tias fizeram e enviaram a ela uma almofada em forma de coração para que ela pudesse usar após a cirurgia. A almofada, que se encaixa confortavelmente sob o braço, pode aliviar a dor da incisão cirúrgica, proteger contra choques acidentais, ajudar a aliviar o edema e aliviar a tensão do ombro. Ela decidiu então que faria todo o possível para que cada paciente dela recebesse uma almofada após a cirurgia.

Inspirada no exemplo de Janet Kramer Mai, a enfermeira Nancy Fries-Jensen, do Hospital Frederiksberg, na Dinamarca, levou o projeto para a Europa onde essa “corrente do bem” se espalhou rapidamente. Hoje a Almofada do Coração está sendo usada por milhares de pacientes de câncer de mama.

As almofadas do coração são dadas aos pacientes imediatamente após a operação para ajudar na recuperação. Entre os aspectos mais tocantes das almofadas do coração está a oportunidade de ajudar as pacientes com câncer de mama de forma imediata. Com este presente, as pacientes sabem que não estão sozinhas e outros estão pensando em suas necessidades, mesmo que não as conheçam pessoalmente.

O Livro “Entre uma e outra primavera”

Estruturado em histórias de pessoas que enfrentaram o câncer, o livro apresenta, ainda, o lado humanista dos profissionais que cuidam de portadores de câncer de mama e suas trajetórias profissionais. Tratam-se de relatos sábios e emocionantes de sentimentos que só quem experimenta a iminência de perder a vida consegue descrever e, movidas pela vontade imensa de ajudar, compartilham a experiência da superação e de crescimento interior. Contam, por exemplo, como transformaram sentimentos negativos – depressão, medo de sucumbir, perda da autoestima, mutilação – em ações positivas e encontraram serenidade, coragem, praticidade, paciência, vontade de lutar, solidariedade e companheirismo. São histórias de amor, de fé e de vida.

Foto: Hugo Barreto