Faculdade de Administração: tire suas dúvidas sobre o curso

  • 30/mar/2017

Faculdade de Administração: tire suas dúvidas sobre o curso

Por milênios, ações administrativas sistemáticas fazem parte das atividades humanas. Fontes históricas apontam para a Suméria, por volta de 5.000 AC, os primeiros vestígios da história da administração. Desde então, evidências indicam esse tipo de ciência no Egito e na China.

No fim do século XVIII, a Revolução Industrial desencadeou o surgimento do setor empresarial e, como consequência, o desenvolvimento da moderna administração. A abrupta expansão nas relações comerciais e nos meios de produção exigiu um conhecimento científico mais apurado para lidar com esses processos.

A fim de buscar maior eficiência, produtividade e vantagem competitiva, os estudos teóricos no setor se intensificaram. No entanto, no Brasil, o profissional administrador só foi regulamentado por lei em 1965, com a lei 4.769. Para ser reconhecido como tal, passava-se a exigir a sua formação em uma faculdade de Administração.

Dessa forma, as instituições de ensino superior têm buscado oferecer uma formação que atenda às necessidades do mercado, graduando profissionais que estejam aptos a lidar com a complexidade cada vez maior dos processos administrativos.

O setor corporativo sempre atraiu a atenção daqueles que desejam crescer profissionalmente, alcançar a estabilidade financeira e o prestígio social. No entanto, muitos têm dúvidas sobre a faculdade de Administração e como podem ingressar no curso.

Se esse é o seu caso, este post foi preparado para você! Tire todas as suas dúvidas neste guia completo. Vamos lá?

A quem se destina a faculdade de Administração?

Segundo o Censo da Educação Superior, divulgado pelo portal Exame.com, a faculdade de Administração é um dos 10 cursos com o maior número de matrículas no país, ficando atrás apenas do curso de Direito. Isso prova que a Administração é uma das áreas mais populares entre os estudantes.

Apesar disso, segundo um estudo divulgado pela Repec (Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade), essa graduação tem um percentual de 25% de evasão. Ou seja, a cada 100 estudantes que ingressam no curso, 25 desistem.

Os motivos são diversos, mas no geral envolvem questões acadêmicas, frustrações e dificuldades de se ajustar à instituição de ensino. Por isso, é importante saber a quem se destina essa formação.

O primeiro passo é fazer uma autoavaliação dos seus objetivos e anseios profissionais e acadêmicos.

  • O que me faz pensar na possibilidade de cursar a graduação em Administração?
  • Conheço bem o curso e as disciplinas envolvidas?
  • O que essa graduação vai exigir de mim?
  • Será necessário fazer estágios?
  • Se for, estou disposto a fazê-los?

A Administração é uma área que exige organização, planejamento e gerenciamento de processos relacionados aos setores de recursos humanos, logística, finanças, marketing, etc. É com essas atividades que deseja trabalhar?

Entrar em contato com estudantes, professores e profissionais que já atuam na área também é ótimo. Eles poderão contar como é a experiência na graduação, a alocação no mercado de trabalho e o dia a dia de um administrador de empresas.

Além disso, na internet você poderá encontrar testes vocacionais que poderão direcioná-lo nessa decisão.

Uma outra sugestão é participar de blogs e grupos de redes sociais, onde poderá interagir tanto com aqueles que ainda estão avaliando o curso de Administração como com aqueles que já se decidiram. Ao passo que troca ideias com outros usuários, você ficará mais certo da sua escolha.

E aí, deseja ser um administrador de empresas, então saiba mais como é o perfil desse profissional.

O perfil do profissional administrador

Para executar as tarefas de um administrador com eficiência é importante gostar do que faz. Isso está muito relacionado com características que esse profissional precisa ter. Será que você se encaixa no perfil? Vamos ver!

Saber lidar com números

Ter habilidade com as ciências exatas é indispensável para ser um bom administrador. Apesar de a matemática neste curso de graduação ser voltada a tarefas práticas, os conhecimentos teóricos são fundamentais.

Os cálculos serão muito usados em conteúdos sobre finanças, investimentos, análise de indicadores econômicos, planejamento financeiro, fluxo de caixa e outros do gênero. São competências importantes que o administrador deverá desenvolver para manter o controle financeiro e implementar ações estratégicas na empresa.

Assim, se a matemática não for o seu forte, não desista. Mas estude para aprimorar seus conhecimentos nessa área.

Buscar atualização constante

O mundo está em constante progresso. Inovações tecnológicas, novos modelos de negócio e alterações na legislação aquecem o setor corporativo a todo o momento, de modo que o administrador que deseja se manter ativo e produtivo no mercado precisa buscar atualização constante.

Além disso, a gama de conhecimentos abordados na faculdade de Administração é bem ampla. Por isso, muitos assuntos não são abordados com muita profundidade, tornando essencial que o profissional busque se especializar por meio de cursos de pós-graduação e MBAs.

Um caminho adicional à especialização é a participação em feiras, workshops, conferências e congressos, onde são apresentadas novas tendências e práticas do setor. Essas ocasiões são também importantes para você ampliar o seu networking, isto é, a sua rede de contatos.

Comunicar-se com eficiência

A comunicação é um elemento base para o trabalho do administrador. Afinal, ele vai precisar interagir com diversos profissionais de várias equipes. Muitas vezes, precisará dar palestras, apresentar estratégias e indicadores, fazer reuniões, etc.

Saber expressar-se bem é, portanto, uma habilidade primordial. E isso significa falar com clareza, confiança e correção (dentro das normas cultas da nossa língua).

Trabalhar em equipe

Apesar de lidar com muitos números, o administrador precisa saber também se relacionar com as pessoas de modo adequado.

Muitas vezes ele estará em um papel de gerência, mas isso não significa que fará todo o trabalho sozinho. Precisa saber distribuir responsabilidades e tarefas, escutar atentamente outros pontos de vista e administrar os conflitos que surgem na rotina da empresa.

Por isso que quem quer fazer a faculdade de Administração precisa aprender a ser flexível. A boa gestão e o autoritarismo estão em lados opostos, e o administrador sabe respeitar as individualidades e usar as habilidades de sua equipe para o sucesso da companhia em que atua.

Ter habilidade de liderança

As habilidades de se comunicar com eficiência e trabalhar em equipe estão intimamente relacionadas à liderança do administrador, e a qualidade dessa atuação vai depender das suas atitudes em relação às pessoas que coordena.

Não é apenas uma questão de dar ordens; envolve ser motivador e tornar-se uma referência para seus colaboradores. Dessa forma, ele busca extrair o máximo do potencial deles, primando pelo aprimoramento da qualidade e produtividade, e gerando um clima organizacional de colaboração, satisfação e respeito.

Trabalhar de forma ética

A ética profissional é uma das principais características de um profissional esperadas pelas empresas. E isso não engloba apenas o respeito ao código de conduta da companhia e a obediência às leis. Refere-se também ao modo como o profissional relaciona-se com seus colegas.

Administradores que passam por cima de outros colaboradores, divulgam boatos, mentem, roubam ideias de parceiros e escondem informações importantes — ou as espalham quando sigilosas — são profissionais que não duram muito tempo nas organizações.

Ser organizado

A boa organização é uma competência básica do administrador eficiente. É praticamente impossível gerenciar uma empresa — lidando com inúmeros processos, analisando dados, implantando estratégias e coordenando equipes — sem ser organizado.

Essa habilidade é refletida na própria vida pessoal do profissional e pode ser desenvolvida com o tempo.

Um dos seus maiores aliados é a tecnologia. Existe uma gama de aplicativos e softwares que podem auxiliar o gestor a ser mais organizado em suas tarefas — muitas desses são gratuitos.

Buscar inovação

A fim de alcançar e manter sua vantagem competitiva, as empresas buscam profissionais que tragam inovações para os produtos, serviços e processos da organização.

Assim, se deseja entrar na faculdade de Administração, esteja sempre antenado nas novas tendências do mercado e no setor corporativo, de olho no que as empresas têm feito para inovar e atrair novos clientes.

E aí? Você acha que se encaixa nesse perfil e essas características fomentaram ainda mais seu desejo de se tornar um administrador de empresas? Então, vamos nos aprofundar um pouco mais sobre as disciplinas que compõem o currículo da faculdade de Administração.

As matérias estudadas durante o curso

No curso de Administração, você encontrará disciplinas tanto da área de humanas, como Psicologia, Filosofia, Marketing e Sociologia, quanto da área de exatas, como Matemática Financeira, Estatística e Contabilidade.

Apesar de pequenas variações que existem de uma instituição para outra, um currículo é instituído pela Resolução CNE/CES n° 1/2004, que estrutura os conteúdos em três grupos principais:

Conteúdos da formação básica

São aqueles relacionados aos estudos de antropologia, sociologia, filosofia, psicologia, ética profissional, política, comportamento humano, economia, contabilidade, Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), e direito.

Conteúdos de formação profissional

Aqui encontramos as teorias da administração, recursos humanos, estudos sobre o mercado, marketing, produção, matemática financeira, logística e planejamento estratégico.

Conteúdos de estudos quantitativos e suas tecnologias

Referem-se a disciplinas de pesquisa operacional, estatística e aplicação de novas tecnologias à administração.

Conteúdos de Formação Complementar

Disciplinas adicionais que complementam a formação do profissional.

Disciplinas mais comuns

Com base nesses campos de conhecimento exigidos na Resolução, as universidades constroem a sua grade curricular. Entre as disciplinas mais comuns, estão:

  • Teoria Geral da Administração: informa as principais teorias.
  • Antropologia Filosofia, Psicologia e Sociologia: integram as ciências humanas que o ajudarão a aumentar seus conhecimentos sobre sociedade e cultura, essenciais para ampliar sua visão de mundo, para que você atue de modo ético e consciente.
  • Matemática Financeira: abrange toda a matemática relacionada aos estudos da contabilidade e finanças.
  • Introdução à Economia: analisa os principais conceitos sobre economia, ajudando o graduando a observar e entender o cenário econômico de modo crítico.
  • Estatística: trata do registro, do cálculo e da avaliação dos dados a fim de entender fenômenos corporativos e estabelecer estratégias para a resolução de problemas.
  • Direito Empresarial e Administrativo: administra os conteúdos jurídicos essenciais para a compreensão da legislação fiscal, comercial, trabalhista e qualquer outra relacionada à rotina administrativa.
  • Fundamentos de Marketing: inclui conteúdos importantes para o estudo do mercado e desenvolvimento de estratégias de propaganda, precificação e criação de produtos e serviços.
  • Gestão de Pessoas ou Recursos Humanos: abrange conhecimentos sobre processos de recrutamento, contratação e retenção de funcionários, o que inclui dados sobre salários, benefícios e leis trabalhistas.
  • Comércio exterior: engloba as principais práticas relacionadas às transações internacionais, como as normas legislativas, procedimentos burocráticos e logísticos.
  • Administração da Produção: auxilia o futuro administrador a desenvolver sistemas de produção.
  • Metodologia da Pesquisa: é uma disciplina comum a todos os cursos que vai auxiliá-lo na elaboração de pesquisas e produções acadêmicas, abordando técnicas de padronização para a escrita do TCC (Trabalho de Conclusão de Curso).
  • Empreendedorismo: aborda a criação de novos negócios, abarcando a aplicação dos principais conteúdos trabalhados ao longo do curso.
  • Estágio Supervisionado: comum também em outras graduações que exigem o estágio, será fundamental para norteá-lo na aplicação prática dos seus conhecimentos apreendidos no curso. Falaremos mais desse estágio mais adiante.

Entendendo como funciona a faculdade de Administração por meio de suas principais disciplinas já deu para sentir o gostinho dessa graduação. Mas com uma formação tão ampla, após formado, onde o novo administrador poderá exercer sua profissão? Vejamos!

As possibilidades de atuação do profissional

Segundo uma pesquisa realizada e divulgada pelo Conselho Federal de Administração (CFA), a maior parte dos administradores atuam nos setores de serviços (23,36%), da indústria (17,35%), de consultoria empresarial (10,04%) e do varejo (9,90%). No entanto, a lista continua e abrange áreas como construção civil, agronegócio e educação.

A Pesquisa Nacional Perfil, Formação, Atuação e Oportunidades de Trabalho do Administrador, também divulgada pela CFA, revelou que 53,2% dos administradores entrevistados estavam empregados no setor privado e 33,7% no setor público.

Entre as principais áreas de atuação, segundo a mesma pesquisa, encontramos:

  • administração e planejamento estratégico: 16,67%;
  • setor financeiro: 13,75%;
  • Recursos Humanos: 9,48%;
  • vendas e marketing: 6,26%;
  • gestão de processos: 5,08%.

Os dados dessas pesquisas evidenciam quão abrangente pode ser a atuação desse profissional, tanto na administração pública, quanto no setor privado. E, com a grande evolução tecnológica, a alta conectividade e a evolução dos modelos de negócios, a carreira do administrador se torna cada vez mais dinâmica e promissora.

Está curioso quanto à remuneração do administrador de empresas? A Pesquisa Nacional já mencionada aponta para uma média de 8 salários-mínimos, podendo chegar a 30 salários-mínimos. Uma boa remuneração, não é mesmo?

Apesar das grandes chances de empregabilidade, muitos aspirantes ao curso de Administração desejam ter um negócio próprio e esperam que a graduação os ajude a desenvolver competências necessárias para isso. Será que é possível? Acompanhe!

A expertise para abrir o próprio negócio

Para quem deseja empreender, cursar a faculdade de Administração é um passo importante. É verdade que, para abrir um negócio, é importante dominar o segmento no qual a empresa atuará.

Mas ter os conhecimentos administrativos relativas à legislação, planejamento financeiro e burocrático será de grande valia para o andamento dos seus negócios.

Por exemplo, disciplinas como Empreendedorismo, Economia e Matemática financeira transmitirão conhecimentos úteis para lidar com momentos de crise econômica, avaliar a saúde financeira do seu empreendimento e entender quais as melhores estratégias a serem implementadas de acordo com os ventos do mercado.

Nas aulas de Marketing você entenderá os principais processos por trás de uma campanha de divulgação bem-sucedida, ajudando a atrair usuários e parceiros, e fortalecer sua merca no segmento em que está inserido.

A formação adquirida na faculdade de Administração ajudará o profissional a andar com as próprias pernas, reunindo a expertise necessária para obter sucesso ao abrir um negócio próprio.

A necessidade de estagiar na área

Como diz a resolução CNE/CES nº 1/2004, o Estágio Supervisionado é um elemento do currículo na graduação que tem por objetivo fazer com que o formando consolide o desempenho profissional desejado, podendo ser realizado dentro da própria universidade ou em uma empresa.

Segundo o Artigo 2º da Lei do Estágio, o estágio poderá ser obrigatório ou não, pois isso vai depender do projeto pedagógico do curso e da regulamentação da instituição.

No caso da graduação em Administração, a prática é obrigatória na maioria das universidades e é, sem dúvida, essencial para a formação do profissional.

Essa etapa pode ajudar o futuro administrador a levar para a prática os conhecimentos teóricos estudados em sala de aula. Será uma grande oportunidade de acompanhar o dia a dia da profissão, identificar e analisar problemas, e aproveitar oportunidades para aplicar soluções e estratégias antes somente vistas nos livros.

O estágio serve, portanto, como uma complementação ao ensino ministrado na faculdade, contribuindo para que esse profissional reflita sobre sua prática e desenvolva competências importantes para seu bom desempenho como futuro gestor.

Apesar de esse não ser o objetivo final do estágio, o estagiário pode encontrar ali uma grande oportunidade de ampliar seu networking por entrar em contato com profissionais que já estão atuando no mercado. Essa rede de contatos poderá ser decisiva na hora de conquistar uma vaga de trabalho.

Além disso, experiência abre as portas da empresa ao novo profissional, aumentando suas chances de efetivação após o período de estágio.

Segundo uma pesquisa do CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola) divulgada no Veja.com, 67 estudantes a cada 100 conseguem ser efetivados — e o número só não é maior porque muitos desses estágios são realizados em instituições públicas.

A crescente demanda por profissionais qualificados

Em um país com dimensões continentais, o setor corporativo é muito amplo, e as empresas têm muito espaço para crescimento. Adicione a essa equação a quantidade enorme de ramificações existentes na área administrativa.

Além disso, à medida que surgem novos modelos de negócio e nichos de mercado, e os processos se tornam cada vez mais complexos e globalizados, os gestores procuram cada vez mais profissionais qualificados que dominem áreas de conhecimento específicas dentro da Administração, e nem sempre encontram essas pessoas.

Muitos se contentam apenas com a formação básica e por isso ficam de fora da seleção das empresas. Por outro lado, aqueles que buscam se qualificar saem na frente, pois o mercado demanda cada vez mais profissionais qualificados para agregar valor às organizações.

Agora que você já se inteirou das principais informações sobre a faculdade de Administração, vamos ajudá-lo em seu primeiro e talvez mais importante passo rumo à sua formação como um administrador de sucesso: escolher uma instituição de ensino superior!

A escolha da instituição de ensino ideal

Essa decisão é muito importante, porque a instituição em que você se formar vai marcar a sua trajetória profissional e se tornará parte da sua identidade como administrador. Por isso, fique atento aos passos para fazer uma boa escolha.

Verifique a avaliação do curso

Você poderá verificar a reputação da instituição de diversas formas. Um dos principais meios é consultar as notas do curso no MEC. Poderá também pesquisar em outros sites de referência, como o Ranking Universitário Folha (RUF).

Vale a pena também conversar com alunos e ex-alunos pessoalmente ou em redes sociais, a fim de avaliar seu nível de satisfação com a instituição.

Visite o local

Visite o prédio da universidade para verificar suas instalações e infraestrutura ofertada ao corpo discente, caso opte por um curso presencial. Se deseja realizar o curso a distância, analise a estrutura do site e da plataforma EaD em que as aulas serão ministradas.

Analise o currículo

Como vimos, mesmo tendo um currículo mínimo exigido, as universidades podem oferecer disciplinas adicionais que podem ser muito úteis à sua formação. Por isso, por meio do site da instituição, analise as disciplinas e o objetivo do curso para ver se se encaixam nos seus objetivos profissionais.

Informe-se sobre diferenciais

Vale a pena pesquisar os diferenciais que a instituição oferece, pois podem pesar bastante na sua formação. Entre elas, opções de intercâmbio, convênios para estágios, inclusive no exterior, e atividades extracurriculares.

Se uma dessas alternativas fizerem parte dos seus objetivos acadêmicos, a escolha da instituição certa poderá lhe abrir essa porta.

O sucesso da faculdade de Administração se evidencia não apenas pela grande procura existente no país. Ele também apresenta um alto nível de satisfação. Segundo um relatório, o curso de Administração atendeu as expectativas de mais de 85% dos entrevistados.

De fato, o administrador tem diante de si uma porta larga para grandes oportunidades em empresas de diversos segmentos e se torna uma das profissões mais flexíveis e promissoras.

Quer saber mais sobre a faculdade de Administração? Entre em contato conosco! Será um prazer contribuir para o sucesso da sua carreira.