Quer ser professor? Saiba como é um dia na vida desse profissional

  • 13/out/2017

Quer ser professor? Saiba como é um dia na vida desse profissional

Apesar da quantidade de notícias que divulgam as constantes dificuldades de educar — e não se engane: são muitas! —, ser professor é uma das atividades mais gratificantes que existem.

E não é para menos: saber que, apesar de todas os percalços, ele contribui para formar um ser humano melhor é de dar um nó na garganta.

Mas, você sabe, na prática, como é ser professor todos os dias? Acompanhe o post para conhecer o dia a dia médio de todo grande mestre!

Acordar bem cedo

São 5:45 da manhã. O despertador já tocou a função soneca duas vezes e está na hora de o professor se mexer! Afinal, a única coisa que não pode acontecer é ele chegar atrasado, não é?

As escolas costumam iniciar suas atividades às 7:30, todos os dias, e o profissional ainda precisa chegar alguns minutos antes para organizar seu material e verificar se a sala está do jeito que ele quer, para receber a turma de 20 a 40 alunos que vai sentar na sua frente.

Desafiar e ser desafiado diariamente

A turma chegou, e é hora de começar o dia. Pelas próximas quatro ou cinco horas, independentemente de lidar com a mesma turma ou receber turmas diferentes a cada período, o mestre vai propor atividades, estimular a participação dos alunos e testar novas formas de construir conhecimento.

O mais importante é saber que o professor aprende mais com seus alunos do que eles aprendem com o professor. Por isso, é fundamental manter a mente sempre aberta para o desafio.

Construir conhecimento

Vamos fazer uma pausa para falar sobre algo muito importante: o papel do professor neste novo mundo. O público em geral tem uma ideia muito datada do que faz um professor. Talvez você carregue consigo essa mesma impressão: de que ser professor é apenas repassar informações.

É uma ideia que vem de um modelo de escola antiquado, tão antiquado, que pertence ao mesmo modelo que permitia bater em alunos! E nós temos o dever de nos afastarmos desse universo, não é mesmo?

Num mundo cada vez mais interligado, onde a produção e propagação de informações não encontram mais limites, qualquer aluno pode fazer uma breve pesquisa na internet e descobrir o que quiser.

No entanto, é com a ajuda do professor que esse aluno vai conseguir entender o que fazer com essas informações. O papel desse profissional, hoje e cada vez mais, é garantir a sedimentação do conhecimento, proporcionando ao aluno a oportunidade de aplicar esse conhecimento no mundo.

Acabou a “Era da Decoreba” — ela, na verdade, nunca deveria ter existido. E é essa nova forma de ver a educação que está transformando o papel do professor na nossa sociedade. Aproveitando essa onda, o mestre ajuda a construir um mundo melhor, formando pessoas críticas, que saibam aplicar sua sabedoria no mundo.

Ter energia

Com o tempo, todo professor melhora nisso. Ele precisa manter o nível de energia da primeira até a última frase, ao longo de todo o dia. Vai permanecer de pé e caminhar quilômetros dentro dos mesmos metros quadrados.

Além disso, ele terá de manter a mente desperta para conseguir dialogar com pessoas cheias da vitalidade característica do início da vida. Vai ter de se desdobrar para engajá-las, liderá-las, compreendê-las e estimulá-las a darem o melhor de si todos os dias.

Afinal, muitos delas podem ainda não ter compreendido o quão importante é o que alunos e professores estão fazendo juntos. É o papel do profissional de educação mostrar também isso a elas.

Seguir trabalhando depois que as aulas terminam

O turno de aulas acabou? Ótimo. Agora é a hora em que o professor vai para casa, coloca os pés para o ar e espera até o dia seguinte para recomeçar, certo? Errado!

Agora é o momento em que ele vai preparar as próximas aulas, ler muito, estudar ainda mais e se manter em dia com as informações com as quais trabalha.

Esse também é o momento de preparar e corrigir trabalhos, provas e de produzir material de apoio. Cada vez mais escolas adotam sistemas de educação a distância, que têm se mostrado ótimos aliados no estímulo ao aprendizado.

É quando o professor está fora da sala de aula que poderá propor e acompanhar debates em fóruns de discussões, exercícios, textos complementares, responder dúvidas e, acima de tudo, estimular uma construção coletiva de conhecimento por meio do compartilhamento.

Ter férias

Esse item está aqui para aliviar um pouco, já que o dia a dia do professor é mesmo de tirar o fôlego. Por isso, é sempre bom lembrar que, enquanto muitos trabalhadores precisam lutar pelos seus preciosos dias de folga, professores acompanham o calendário letivo e, por isso, recebem períodos de descanso maiores. Nada mais justo, não é?

Além disso, o mercado para os professores está sempre em movimento, e a mobilidade entre escolas também é uma realidade. Por isso, quanto mais investir em formação, mais o professor pode buscar por condições melhores de trabalho.

Ser respeitado

Muito se diz da falta de consideração da população e, principalmente, dos governantes para com os professores. Os salários são, em média, menos da metade da média mundial para a categoria, e diariamente conhecemos histórias de professores ameaçados ou, até mesmo, agredidos por alunos e pais.

No entanto, essa é uma profissão que está sendo resgatada do limbo do desrespeito, e a sociedade está reaprendendo o valor do professor. Cada novo profissional que entra no mercado contribui para a renovação do prestígio de ser professor nos dias de hoje!

Investir em formação

Você leu o post e se imaginou na sala de aula, transformando a vida de muitas pessoas, propondo atividades, ensinando e aprendendo cada vez mais? Então esse é o seu lugar.

Um bom curso de Pedagogia vai preparar você para o dia a dia na sala de aula, por meio de uma mistura equilibrada entre teoria e prática.

Cursos de graduação em EAD proporcionam mais preparo. Além da liberdade de cursar as disciplinas conforme seus horários e disponibilidades, você ainda passa pela experiência de utilizar uma plataforma de educação a distância para aprender. Assim, estará ainda mais preparado para ser o professor do futuro.

Gostou deste post? Então compartilhe-o nas suas redes sociais e ajude a espalhar a paixão por ser professor!