Aprenda a controlar a ansiedade antes de provas

  • 15/set/2017

Aprenda a controlar a ansiedade antes de provas

Quando você estuda para realizar um exame precisa se preparar não apenas em relação ao conteúdo que será cobrado nele, mas também quanto ao seu emocional.

Afinal, a ansiedade antes de provas pode se tornar um grande empecilho para a obtenção de um bom resultado por minar seu desempenho, aumentar o seu nível de estresse e provocar os famosos “brancos”.

Por essa razão, é fundamental se planejar e adotar algumas dicas que lhe permitam dar o melhor de si e ser aprovado. Para ajudar você, nós reunimos algumas delas neste post. Confira!

Monte um planejamento de estudos

Para começar, é necessário que você monte um planejamento de estudos que vai ajudar você a ter disciplina e evitar a procrastinação. O motivo disso é que uma das principais razões que incitam a ansiedade antes de provas está relacionada ao hábito que muitas pessoas têm de deixar para estudar apenas na véspera das avaliações.

Com isso, não há tempo suficiente para absorver todos os conteúdos necessários, praticar exercícios ou mesmo tirar dúvidas. Logo, a preocupação com um resultado aquém do esperado torna-se constante e afeta ainda mais seus estudos.

Porém, é possível, sim, evitar isso. Para tanto, você deve estabelecer um cronograma no qual vai indicar os dias e horários que possui para se dedicar aos estudos. Feito isso, vai planejar os ciclos em que vai estudar cada matéria, responder questões para fixar os assuntos mais importantes e, por fim, sanar seus principais questionamentos com os professores em relação a cada uma delas.

Adote uma estratégia de resolução de exercícios

Há pouco citamos que um dos seus ciclos de estudo deve envolver a resolução de exercícios e isso não é à toa. Afinal, estar devidamente preparado para os exames vai lhe trazer mais autossegurança e autoconfiança — dois aspectos essenciais para controlar a ansiedade e diminuir os efeitos dela sobre seu raciocínio lógico e sua capacidade de aprendizado.

Portanto, durante esse momento em seus estudos, será bastante útil traçar uma estratégia que maximize o ganho de conhecimento e o entendimento de pontos-chave na prova. Você pode, por exemplo, realizar simulados ou fazer avaliações anteriores para testar seu desempenho e monitorar o tempo gasto na resolução de cada questão.

Assim, além de identificar quais matérias vão precisar de mais atenção da sua parte — em especial na fase posterior: a de tira-dúvidas —, você se prepara para lidar com a pressão do limite de horas estabelecido para o dia do exame.

Aprenda a controlar a respiração

Quando você está ansioso, há uma série de reações orgânicas no seu corpo que promovem o aumento súbito de adrenalina. Devido a isso, você tem, em paralelo, outras manifestações físicas e psicológicas, como o nervosismo, a tensão muscular, a irritação generalizada e uma queda na capacidade de raciocínio e concentração.

Contudo, é possível reverter esse quadro por meio da respiração. Para tanto, você deve aprender a controlá-la com a utilização de técnicas simples de inspiração e expiração que vão aumentar a oxigenação nos seus órgãos, em especial o pulmão e o cérebro, e fazer com que o seu organismo volte a funcionar normalmente.

Um exemplo é a regra de inspirar por 10 segundos e expirar por mais 10 segundos, repetindo esse ciclo por 3 vezes — o necessário para permitir que você se acalme e possa tirar o melhor proveito das suas funções cerebrais.

Pratique exercícios físicos

Outra dica que vai ajudar você a controlar a ansiedade antes de provas é praticar exercícios físicos. Mas não se engane: não se trata de ir todo dia, religiosamente, à academia — especialmente se a sua rotina não lhe permite ou a ideia da musculação não o agrada muito.

Você pode dispor de outras alternativas para se exercitar conforme seus horários livres e preferências, como correr, fazer caminhada, pedalar, nadar ou praticar algum esporte.

Independentemente da sua escolha, o que importa, de fato, é que você crie o hábito de praticar essa atividade com regularidade. Isto é, de 30 a 60 minutos, duas ou três vezes por semana, por exemplo.

Dessa forma, você traz uma série de benefícios para o seu corpo e, principalmente, para a sua mente. Um deles é que se exercitar estimula a liberação da serotonina e da endorfina, hormônios que são responsáveis por reduzir a ansiedade e o estresse, além de inibir a insônia.

Mas não para por aí: essas atividades também aumentam o nível de oxigênio na circulação sanguínea, sendo responsável pela potencialização dos sistemas respiratório, cardiovascular e imunológico. Com isso, você se sente mais disposto e tem mais ânimo para se dedicar aos estudos.

Tenha uma rotina adequada de sono

Além de praticar exercícios físicos, é muito importante que você adote uma rotina adequada de sono. Isso é necessário porque é cada vez mais comum, especialmente por conta dos afazeres domésticos, trabalho e filhos, que o tempo se torne mais e mais escasso e um problema constante para muitas pessoas.

Ou seja, você sente que 24 horas não é mais o suficiente para dar conta de todas as atividades que exerce ao longo do dia. Logo, para conseguir cumprir com tudo o que se propõe, acaba sacrificando suas horas de sono.

Com isso, você passa a estar frequentemente fadigado, sente-se menos disposto e mais propício a desenvolver doenças, já que seu sistema imunológico fica comprometido pela ausência necessária de repouso e recuperação.

Mas não só isso, já que dormir de forma irregular compromete suas funções cerebrais, o que limita sua capacidade de memorizar, de se concentrar e absorver novos conteúdos enquanto estuda. Por isso, não abra mão de descansar de 7 a 9 horas por dia conforme recomendado em estudo divulgado no Journal of the National Sleep Foundation.

Como você leu, é possível controlar a ansiedade antes de provas por meio de alguns passos simples, mas fundamentais para que você possa se preparar adequadamente e alcançar o resultado tão esperado.

Por isso, não deixe de adotar nossas dicas em sua rotina! E se você gostou do tema deste post, não deixe de conferir as 8 técnicas de concentração para estudar melhor que reunimos para você!