Escrever bem: entenda por que a habilidade é tão importante

  • 25/maio/2018

Escrever bem: entenda por que a habilidade é tão importante

Você sabia que escrever bem é uma habilidade essencial no mercado de trabalho? Diante da complexidade da língua portuguesa, as empresas ficam de olho na capacidade de escrita dos candidatos a uma vaga de emprego. Aqueles que demonstram afinidade com o português possuem um diferencial enorme.

Vivemos em uma época dominada pela tecnologia. Hoje, boa parte da comunicação entre setores e funcionários de uma empresa ocorre por meio da troca de e-mails e, por isso, não basta apenas ser eloquente na fala. É preciso também dominar a escrita.

Para saber mais sobre a importância dessa habilidade no âmbito profissional, acompanhe o nosso post de hoje!

Por que escrever bem é tão importante?

A comunicação é uma das bases para o convívio em sociedade. Sem ela, estaríamos à mercê do caos, já que seria praticamente impossível trocar conhecimento e técnicas capazes de garantir a nossa sobrevivência de forma pacífica.

Como já mencionamos, o avanço tecnológico dos meios de comunicação fez com que a escrita se tornasse uma das principais formas de troca de informações, principalmente em ambientes corporativos. Com isso, escrever bem se tornou uma habilidade essencial para aqueles que desejam se destacar no mercado de trabalho, alcançando altos cargos e uma carreira de sucesso.

Veja, a seguir, algumas das razões pelas quais a boa escrita é tão importante nesse cenário:

Organiza as ideias

Hoje em dia, muitas vagas de emprego exigem que os concorrentes elaborem uma carta de apresentação junto do seu currículo. Esse documento deve ser visto como a primeira etapa da entrevista de emprego, em que o candidato deverá expor as motivações, habilidades e qualificações que o levaram até ali e fazem dele um adendo valioso à empresa.

O problema é que, por mais que o candidato seja realmente o mais qualificado tecnicamente para a vaga, ele será desclassificado se não souber expor suas aptidões por meio de uma boa escrita tanto no currículo quanto na carta da apresentação.

Esse é apenas um exemplo do quanto escrever bem é importante para a vida profissional. Na prática, a capacidade de organizar suas ideias de forma objetiva em documentos, cartas e e-mails também é essencial.

Evita ambiguidades

Qualquer tipo de comunicação possui ruídos capazes de alterar a compreensão daquilo que está sendo transmitido. No caso da escrita, a falta de clareza pode levar a interpretações ambíguas das ideias apresentadas e, dependendo do caso, isso pode ser catastrófico.

Em uma grande empresa, por exemplo, as ordens redigidas por um gerente de produção devem ser claras e diretas, sem espaço para interpretações errôneas que possam causar prejuízos. Nesse caso, a habilidade de escrita está diretamente relacionada à produtividade da empresa.

Transmite confiança e seriedade

Escrever bem não se resume apenas à difusão de ideias. É também uma habilidade capaz de transmitir confiança. Um candidato com um português impecável, por exemplo, causa imediatamente uma boa impressão nos entrevistadores, obtendo uma grande vantagem perante seus concorrentes.

Imagine, ao contrário, um chefe que comete erros de português gritantes em seus e-mails. Nesse caso, vários de seus funcionários não vão sentir confiança em suas ordens e ele rapidamente vai perder respeito e autoridade.

Querendo ou não, saber escrever de forma clara e correta é uma habilidade que influencia o seu status no mercado de trabalho. Profissionais que pecam no português não costumam ser levados muito a sério.

Existem dicas para escrever bem?

Melhorar a sua habilidade de comunicação por escrito é uma questão de hábito. Quanto mais você treinar, mais familiarizado ficará com o português e com as técnicas de redação. Para ajudar, vamos apresentar a seguir algumas dicas simples que, pouco a pouco, vão aprimorar essa habilidade.

1. Leia mais

Para aprender a escrever bem é preciso, antes de mais nada, estimular o hábito da leitura. Quanto mais livros, jornais, revistas etc. você ler, mais acostumado ficará com a língua portuguesa e, inconscientemente, passará a escrever melhor.

É preciso, porém, tomar um cuidado com o que você está lendo. Muitos blogs e sites da internet apresentam erros crassos de escrita que podem confundir seus leitores. Por isso, é importante escolher com cuidado as suas leituras. Opte por livros impressos por editoras já renomadas e jornais ou revistas de relevância, garantindo assim uma boa edição, sem erros de português.

Além de melhorar a escrita, o hábito da leitura também é capaz de ampliar os seus conhecimentos, tornando-o uma pessoa mais culta. Com isso, sua capacidade de argumentação e elaboração de ideias — habilidades muito visadas no mercado de trabalho — também aumentam.

2. Não seja prolixo

Uma pessoa prolixa é aquela que usa palavras demais para falar sobre coisas simples. Autores que se estendem em longos parágrafos para descreverem ideias sem muita importância são exemplos disso.

Você já deve ter ouvido falar que “menos é mais” em algum momento da sua vida, não é mesmo? Esse conceito se aplica a processos que são muito mais eficazes quando são simplificados, e a escrita é um deles.

Quanto mais palavras um texto possui, maiores são as chances de surgirem ruídos na sua compreensão. Uma carta ou um e-mail muito extenso, por exemplo, podem gerar confusão ou interpretações ambíguas. Por isso, o ideal é ser sucinto, claro e direto nas suas palavras, mantendo sempre a coerência.

Não tenha medo de descartar todas as informações inúteis em seus textos. Assim, é possível evitar a prolixidade e garantir a compreensão. Muitas vezes, o uso de palavras simples e orações diretas é muito mais eficiente que frases longas e elaboradas.

3. Consulte o dicionário

O dicionário é imprescindível até mesmo para aqueles que já dominam o português, afinal, sempre é possível se deparar com uma palavra desconhecida ou com dúvidas sobre a grafia de um termo.

É inacreditável que, em plena era da comunicação digital, muitas pessoas ainda sintam vergonha de consultar o dicionário ou um livro de gramática. Atualmente, é possível esclarecer boa parte das suas dúvidas de português diretamente pela internet, então não há desculpas para não fazer uso dessas ferramentas online.

Para escrever bem, você precisa estar disposto a praticar. Isso não é um talento nato, e sim uma habilidade a ser desenvolvida ao longo do tempo. Se você não se esforçar e treinar por meio da leitura e da prática, não vai conseguir melhorar. Por isso, dedique-se a essa habilidade e garanta muitas oportunidades na sua vida profissional!

Gostou deste post? Então compartilhe-o nas suas redes sociais e mostre aos seus amigos a importância de saber escrever bem!






Nossos Apps

Nossas Redes Sociais