Literatura latina: 7 obras imperdíveis que você precisa conhecer

  • 11/jul/2018

Literatura latina: 7 obras imperdíveis que você precisa conhecer

Famosa pela beleza de seus povos e de suas paisagens, a América Latina é também terra de riquezas culturais diversas — e uma delas é certamente a literatura. Em alta nos últimos anos, as obras latinoamericanas estão sendo relançadas pelas editoras com bastante frequência.

É justamente pensando em fazer com que o leitor desenvolva o hábito da leitura embarcando nesse universo literário amplo e constantemente em renovação que preparamos o post de hoje. A seguir, confira a lista com 7 obras imperdíveis da literatura latina. Vamos lá?

1. Cem Anos de Solidão

Cem Anos de Solidão é um livro do renomado escritor colombiano Gabriel García Márquez​, prêmio Nobel da Literatura em 1982. Atualmente, a obra é considerada uma das mais importantes da literatura latinoamericana, além de uma das mais lidas e traduzidas ao redor do mundo.

E tudo isso definitivamente não é por menos. Por meio de seu estilo próprio, o autor mostra ao leitor aspectos da cultura latina em uma narrativa sobre o tempo e a vida, com riqueza de detalhes.

Na obra, somos apresentados à saga da família Buendía, na cidade imaginária isolada de Macondo. ​Ao desenrolar da história, acontecem encontros e desencontros, amores, nascimentos, mortes, guerras e misticismos que se desenvolvem em torno de todos os membros, com o detalhe de que todas as gerações foram acompanhados por Úrsula, uma matriarca centenária.

2. Como Água para Chocolate

Como Água para Chocolate é um romance da escritora mexicana Laura Esquivel. A obra tornou-se conhecida mundialmente por ter sido usada como base para o filme de mesmo nome.

Na narrativa somos apresentados à história de Tita de La Garza — que, por conta de uma tradição de família e por ser a filha mais nova, precisaria ficar em casa cuidando da mãe até que essa morresse. Ocorre que a protagonista se apaixonou perdidamente por Pedro, que acaba se casando com a irmã da personagem só para ficar perto de sua amada.

Proibidos de manter contato, resta aos apaixonados se comunicar por meio das refeições que Tita preparava e das sensações que essa comida induzia nos membros da família. A riqueza de detalhes e o toque de realismo fantástico típico dos escritores latinos garantem à obra seu lugar nesta lista.

3. Vidas Secas

Vidas Secas é um romance do escritor brasileiro Graciliano Ramos, publicado originalmente em 1938. A obra chegou a vender 10 milhões de cópias (sendo 7 milhões delas no Brasil) e foi traduzida para 3 idiomas. Pelo sucesso, rendeu um filme homônimo dirigido por Nélson Pereira.

O livro conta a história de uma família de retirantes sertanejos no sertão nordestino, obrigada a se deslocar constantemente para lugares menos castigados pela seca. Destacam-se na narrativa os personagens Fabiano e cadela Baleia — considerados uns dos mais famosos da literatura brasileira. Sua narrativa regionalista está ligada à fase do realismo literário no Brasil, apresentando a fragmentação do ideal nacional.

4. Capitães da Areia

Capitães da Areia é um dos livros mais renomados do brasileiro Jorge Amado, que ganhou em 1994 o Prêmio Camões por sua obra. O romance, escrito em 1937, retrata a vida de um grupo de mais de cinquenta menores abandonados que vivem nas ruas de Salvador (BA) roubando para sobreviver e vivendo em um trapiche abandonado na praia.

Contudo, Capitães da Areia procura não só mostrar as atitudes violentas impostas pelo estilo de vida do grupo de meninos de rua, mas sim suas aspirações, desejos e pensamentos ingênuos comuns a qualquer criança e adolescente.

5. O Livro dos Abraços

Escrito pelo uruguaio Eduardo Galeano, O Livro dos Abraços é uma coleção de histórias (muitas vezes líricas) que apresentam a visão e a memória do autor e de toda a América Latina em relação a temas variados, como política, artes, valores, emoções, entre outros.

É justamente por meio dessa mistura de memória pessoal e coletiva que Galeano mostra que a história pode ser contada a partir de pequenos momentos, capazes de tocar (ou abraçar) a alma dos leitores de diferentes maneiras.

Uma das principais características da obra é o fato de que ela oferece uma crítica à sociedade capitalista moderna, já que o autor defende uma mentalidade que, segundo ele, seria ideal à sociedade. Por esse motivo, o livro já foi considerado por muitos críticos — como Jay Parini, do The New York Times — como ousado, porém fundamental.

6. Os Detetives Selvagens

Os Detetives Selvagens é um romance escrito pelo chileno Roberto Bolaño que ganhou, por essa obra, o Prêmio Rómulo Gallegos. Publicado em 1998, o livro apresenta uma narrativa dividida em três momentos.

No primeiro e no último, a história é narrada em forma de diário por Garcia Madero, um aspirante a poeta de 17 anos. Já no segundo, são apresentados relatos diversos de pessoas diferentes, como se feitos para um detetive — e é justamente esse o papel que o autor dá ao leitor: cabe a nós fazer essa reconstituição, juntar as peças e montar nossa própria história.

7. A Trégua

A Trégua é um romance em forma de diário que consagrou o escritor uruguaio Mario Benedetti. É considerado uma das obras mais importantes da literatura latinoamericana contemporânea.

Somos apresentados à história de Martin Salomé, viúvo há mais de vinte anos e que mora junto com seus três filhos, embora não se relacione bem com nenhum deles. Além disso, o protagonista está prestes a se aposentar aos cinquenta anos, portanto, se depara com todo o tédio, a monotonia e as lembranças que a nova fase promove.

Contudo, a vida do personagem toma rumos inesperados quando ele conhece Laura Avellaneda, uma jovem tímida contratada para ser sua subalterna. Com uma linguagem informal, limpa e de ironia requintada, o autor faz uma verdadeira crônica atemporal do cotidiano — uma vez que a obra, escrita na década de sessenta, ainda parece atual.

Como você pode perceber, a literatura latina, além de culturalmente rica, é repleta de opções para todos os gostos. Gostou da lista que preparamos? Para recomendar as obras do post para seus amigos, não deixe de compartilhar o post agora mesmo nas redes sociais!

 






Nossos Apps

Nossas Redes Sociais