Como acabar com a preguiça e estudar a distância?

  • 29/ago/2018

Como acabar com a preguiça e estudar a distância?

Fazer um curso na modalidade EAD (Educação a Distância) traz uma série de vantagens para o aluno. Você pode montar horários flexíveis, ter mais liberdade para conciliar os estudos com outras atividades e, ainda, economizar tempo e dinheiro. Mas existem também alguns desafios — e o principal deles é ter disciplina para estudar sozinho.

Muitas pessoas chegam até a declarar que não conseguem fazer isso. Será mesmo impossível? Claro que não! Com algumas dicas simples, você pode se organizar e aproveitar todos os benefícios da Educação a Distância.

Então, quer saber como acabar com a preguiça e obter sucesso estudando com autonomia? Aproveite nosso post especial sobre o assunto!

Estabeleça prazos para completar as tarefas

Um grande mito que ronda a EAD é a ideia de que a faculdade é menos exigente quando comparada a cursos presenciais. Na verdade, as Instituições de Ensino são fiscalizadas pelo MEC segundo as mesmas regras e o diploma tem a mesma validade. Assim, esperar um curso mais fácil é um erro.

O estudante da modalidade EAD precisa aprender os conteúdos, fazer provas e apresentar trabalho de conclusão como qualquer aluno. As atividades e os prazos fazem parte da rotina de todos os cursos. Dessa forma, é necessário se organizar para dar conta de tudo.

Controlar os prazos de entrega é uma estratégia importante para conseguir vencer a procrastinação e manter os estudos em dia. Para atividades que não têm data definida, você deve estabelecer um dia para a conclusão, porque desse jeito fica mais fácil manter o compromisso.

É possível definir metas diárias e semanais com foco no objetivo maior. Então, você vai acompanhando seus avanços e identificando as dificuldades. Exercitar o autoconhecimento e entender o que compromete a sua disciplina é essencial para o bom desempenho como aluno EAD.

A flexibilidade é uma grande vantagem desse tipo de ensino. Para não transformá-la em algo ruim, você precisa se adaptar a estudar com independência. Por mais que pareça difícil no começo, lembre-se de que a responsabilidade e a autonomia são habilidades fundamentais para qualquer pessoa no mercado de trabalho.

Monte uma rotina de estudos

Além de organizar os prazos para as tarefas, outro detalhe central na preparação do estudante é a organização de uma rotina de estudos personalizada, que deve ser adaptada à sua realidade. Quem trabalha o dia inteiro, por exemplo, pode ter dificuldade em estudar todas as noites logo que chega em casa.

Assim, é importante pensar nas suas possibilidades e limites para saber como acabar com a preguiça e encontrar a melhor hora de estudar. A dica é fazer um cronograma incluindo todas as suas atividades, como trabalho, cuidados com a casa, academia e outros programas do dia a dia. Depois disso, analise os momentos que podem ser dedicados ao curso EAD.

Essas horas devem ser separadas exclusivamente para a aprendizagem. Por isso, é preciso ser realista e definir períodos em que isso seja possível. Em algumas realidades, é viável aproveitar o horário de almoço para revisar uma matéria, por exemplo — já outros profissionais não conseguem fazer o mesmo. O seu cronograma deve ser baseado no que você consegue fazer.

Uma boa dica para manter o compromisso é anotar tudo em um caderno. Ande sempre com o seu cronograma e aproveite os momentos livres para rever suas metas e confirmar as tarefas que precisam ser feitas.

Estabelecer uma rotina fixa ajuda a criar o hábito de estudar. Depois de alguns dias fazendo tudo nos mesmos horários, seu organismo vai se adaptar e fica mais fácil vencer o desânimo. Por isso, invista na regularidade — estudar um pouco, mas todos os dias, é uma boa opção.

Escolha um local calmo para estudar

O ambiente em que você está também interfere diretamente na sua motivação para a leitura. É aconselhado que seja um espaço silencioso, bem iluminado e com temperatura adequada. Afinal, é complicado estudar quando existe barulho ou algum tipo de desconforto para lhe distrair, não é mesmo?

Assim, procure separar uma estrutura confortável para seus estudos. Tenha mesa e cadeira em altura adequada, deixe todo o material por perto e separe um pouco de água. Estudar na cama não é o ideal, pois o sono pode falar mais alto. Se você não tem um espaço adequado em casa, pode tentar estudar em bibliotecas ou outros locais públicos.

Evite distrações

Estudar no sofá da sala enquanto a família conversa ou a televisão está ligada não parece muito produtivo, concorda? Esse tipo de distração atrapalha muito seus estudos. Da mesma forma, ficar checando o celular no meio da leitura ou ser interrompido pela música alta que vem do vizinho pode colocar tudo a perder.

Por isso, procure manter o celular desligado ou longe de você enquanto se dedica às tarefas do curso. Também vença a tentação de checar as redes sociais no computador, a não ser nos momentos de descanso. Caso o ambiente esteja barulhento, você pode colocar sons da natureza ou música clássica para abafar os ruídos e potencializar sua concentração.

Para manter o compromisso, é fundamental fazer paradas regulares. Se você quiser emendar várias horas de estudo vai sentir dificuldade depois de algum tempo. O corpo e a mente pedem (e merecem!) descanso. Por isso, relaxe um pouco entre os períodos de estudo — pare por quinze minutos a cada hora, por exemplo.

Seja proativo

Para vencer a preguiça na EAD você precisa exercitar sua proatividade. Ficar limitado a apenas um tipo de material ou método de estudo não é a melhor alternativa. O estudo é mais bem aproveitado quando novas pesquisas são feitas — e o aluno está em um ambiente muito rico para isso: a internet.

Assim, você pode ler os textos disponibilizados na plataforma, procurar novos livros e artigos sobre o assunto e, claro, pedir indicação de recursos e esclarecer dúvidas com os professores e tutores. O rendimento no curso a distância depende muito da sua participação.

Viu como acabar com a preguiça é mais fácil do que você imagina? Com um pouco de organização e insistência, é possível criar hábitos diferentes e acostumar o corpo à nova rotina. Assim, o estudante aproveita todas as vantagens da EAD sem grandes dificuldades.

Este post ajudou você a potencializar sua aprendizagem? Então assine nossa newsletter para receber mais conteúdos desse tipo!



Nosso App

Nossas Redes Sociais