Como encontrar motivação para estudar no fim de semana?

  • 17/nov/2017

Como encontrar motivação para estudar no fim de semana?

Você trabalha bastante e durante a semana a sua rotina é dividida entre o emprego e os estudos? Essa é uma realidade que pode durar por um bom tempo?

Se esse for o seu caso, é preciso lidar com essa situação da melhor maneira possível para que nenhuma das suas atividades seja prejudicada ao longo da semana. E para isso, você também precisa usar os fins de semana de maneira estratégica para avançar com os estudos.

Mas o que fazer exatamente? A cada dia as horas parecem mais curtas para dar conta de tudo. Os exercícios exigidos se mostram mais difíceis e, a cada novo atraso, fica ainda mais complicado progredir com as matérias.

Nesse caso, é preciso ter calma! Você pode sim lidar com essa situação. Quer saber como? Então leia nosso post e saiba como ter motivação para estudar no fim de semana e lidar melhor com o pouco tempo disponível!

Crie metas

Jamais estude só por estudar. É preciso ter critérios para assimilar o máximo possível do conteúdo e, assim, progredir.

Estabeleça metas como acertar 80% de uma lista de exercícios ou ler 10 páginas por período considerando manhã, tarde e noite. Ao trabalhar com métodos, você verá que mesmo com pouco tempo é possível se organizar e dar sequência aos estudos.

Use os sábados e domingos para realizar as tarefas mais demoradas e tente diluir as horas que restam ao longo da semana. É nessa lógica que suas metas devem ser criadas.

É essencial que você tenha em mente que, ao estudar aos sábados e domingos, será preciso organizar melhor seus horários ao longo da semana para racionalizar esse trabalho.

Otimize seu tempo

A correria é tanta que você não tem nem meia hora? Então saiba que alguns métodos permitem que você estude mais em menos tempo. Pode ser a solução ideal para que você resolva o seu problema. Um exemplo disso é método Pomodoro.

Ele funciona assim: utilize um cronômetro para marcar um período de 25 minutos e depois pare por 5 minutos. Volte a estudar, repetindo o processo até que você tenha estudado 100 minutos para então descansar por um período maior de 15 a 30 minutos.

A ideia por trás do Pomodoro é evitar a procrastinação na educação. No seu caso, a dica é simples: divida esses 4 horários de 25 minutos ao longo do dia de segunda a sexta-feira. Assim, você deixa os fins de semana para estudar por mais tempo e garante, pelo menos, 1 hora e 40 minutos de estudo para cada dia da semana.

Existem outros métodos que também devem ser considerados, como o Getting Things Done.

Trabalhe com gamificação

Já jogou Super Mário? Então pense que você é o protagonista e que está em busca de recompensas. Só que no seu caso elas não são moedinhas ou cenários diferentes a cada fase, e sim exercícios certos e aprovações.

Gamificação é o uso de recursos apropriados de jogos para engajar pessoas em função de uma ideia. Trata-se de uma tática muito utilizada no mundo corporativo, que serve para fazer com que pessoas se envolvam com maior intensidade com os projetos das empresas.

No universo do estudante, ela pode ser adaptada. Basta criar para si mesmo recompensas por objetivo alcançado.

É muito simples: elabore um sistema de desafios, no qual você acumula pontos ou desbloqueia recompensas a cada meta alcançada, estabelecendo sua aprovação final como objetivo máximo dentro da estratégia.

Quanto mais complexo o sistema, melhor, porque esse recurso permite que você se motive para seus estudos de uma maneira muito mais intensa.

Cuide do essencial primeiro

Não tente ter uma visão além do alcance — ao menos que você seja um dos Thundercats! Procure estruturar seus estudos por etapas, para progredir de maneira estruturada e, então, compreender os assuntos mais avançados.

Evite tentar fazer as atividades mais complexas sem antes se certificar de que tem pleno domínio do básico. Sendo assim, uma dica é identificar, no seu material de estudo, três categorias: fácil, médio e difícil.

Comece resolvendo as tarefas fáceis e garanta o acerto da maioria delas para depois progredir para as médias e, então, para as difíceis. Estabeleça um índice mínimo de acerto para que você mude de categoria, que pode ser entre 75 e 80%.

É preciso agir de maneira estratégica para prevenir que você gaste energia além do necessário em um momento em que tempo não é o que você mais tem à disposição. Ao evitar ir direto para as tarefas difíceis, a tendência é que você não perca tanto tempo no dia a dia.

De preferência, deixe os exercícios mais difíceis para os horários em que você estiver com maior capacidade de concentração, como nos fins de semana.

Tome cuidado com o excesso de entretenimento

Estudar aos sábados e domingos não significa necessariamente que você precisa deixar de lado seus momentos de lazer, mas sim que é hora de definir prioridades e saber lidar com elas.

Se você estiver com um horário bem organizado, concentrado nos períodos da manhã e da tarde, não haverá problema em sair à noite — desde que sua meta para aquele dia tenha sido cumprida.

É preciso também ter atenção especial à questão do álcool. Você deve ter responsabilidade para não exagerar se no dia seguinte pretende acordar cedo para estudar com bom desempenho.

Se der prioridade ao seu bem-estar, a tendência é que você tenha um rendimento melhor.

Tenha um cronograma de estudos

Estime o tempo médio gasto com cada atividade e organize esse estudo semanalmente. Se você identificar que tem, por exemplo, 6 horas para 3 matérias no sábado, divida essas matérias entre períodos, estudando 3 horas pela manhã e outras 3 pela tarde. Faça o mesmo com os outros dias, sempre procurando cumprir com todas as exigências do seu curso.

Para os dias da semana, é preciso ter cuidado para não estabelecer regras muito rígidas, incompatíveis com as suas possibilidades. É importante que você tenha foco no que está fazendo, por isso, separe somente os momentos em que puder ter concentração total para focar em seus estudos.

Planeje sua rotina semanal, dessa maneira, você pode rever as ações caso elas não estejam de acordo com os seus interesses.

Nosso post ajudou você a ter motivação para estudar no fim de semana? Então, conheça também nosso e-book sobre o perfil profissional mais procurado pelas empresas!






Nosso App

Nossas Redes Sociais