Por que ter um parceiro de estudos?

  • 12/jun/2017

Por que ter um parceiro de estudos?

Se aquele ditado que diz que toda panela tem a sua tampa está certo, não sabemos, no entanto, é sempre muito bom ter alguém com quem podemos compartilhar os momentos felizes e as fases mais complicadas de nossas vidas. Esse raciocínio é válido também para as atividades acadêmicas, que tendem a se tornar bem mais agradáveis quando contamos com o apoio e o companheirismo de um parceiro de estudos.

Dessa forma, a parceria amorosa pode também ser bem-sucedida na hora de estudar. Seja qual for o objetivo dos estudos — tirar notas boas na faculdade, ser aprovado em um concurso público ou mesmo passar no vestibular —, desenvolver suas atividades em conjunto à pessoa amada aumenta o rendimento acadêmico e fortalece a relação.

Levando em conta esses aspectos, vamos dar dicas de como os casais que estudam juntos podem incentivar um ao outro. Confira!

Manutenção do foco

Relacionar-se amorosamente com alguém que não está estudando pode interferir significativamente na manutenção do foco nas atividades acadêmicas. Isso porque a pessoa que não está envolvida com os estudos pode ter — ainda que de modo não proposital — atitudes que levem o seu par estudante a se desconcentrar e até mesmo a se desviar dos estudos.

Nessa perspectiva, ter um parceiro no amor e nos estudos pode ajudar o casal a se concentrar nas tarefas acadêmicas. Juntos, eles podem criar planos de estudos com dias e horários semelhantes para que possam tanto usufruir da companhia um do outro, enquanto estão estudando, quanto organizar o seu tempo de lazer. A dois, fica mais fácil manter o foco e não desistir!

Dedicação às atividades acadêmicas

Estudar junto à pessoa amada é uma forma de melhorar o rendimento acadêmico. Isso acontece porque, tendo se planejado conjuntamente para desenvolver as atividades de estudo e livrando-se de distrações ou preocupações que um possa ter com o outro, o casal dedica-se mais e, consequentemente, aprende com maior facilidade e rapidez.

Ainda que tenham objetivos distintos, estudem matérias diferentes ou não estejam matriculados no mesmo curso, os parceiros podem se beneficiar do fato de ambos estarem estudando. Assim, uma forma de se dedicarem mais à vida estudantil é por meio do compartilhamento de conhecimentos gerais construídos e de dúvidas geradas, ação que promove o diálogo intelectual e estimula a continuidade dos estudos.

Entendimento de conteúdos

A finalidade de qualquer tipo de estudo é a aprendizagem de conteúdos, que poderá ser utilizada para algum objetivo específico, como formação profissional ou ingresso em uma instituição. No entanto, aprender nem sempre é um processo fácil, principalmente quando o estudante não possui familiaridade ou tem dificuldades com a matéria abordada, o que exige maior nível de esforço.

Quando o casal estuda junto, o processo de aprendizagem pode ser facilitado, já que um pode ajudar o outro no entendimento dos conteúdos. É possível que eles reservem momentos para tirar dúvidas sobre os assuntos estudados, o que tende a ser muito eficaz, uma vez que cada um costuma ter maior aptidão em matérias específicas ou enxergar de maneira diferente as dificuldades que o outro apresenta.

Compartilhamento de planos

Seja cotidianamente, durante o período de estudos, ou mesmo após a fase acadêmica ser finalizada — ainda que retomada posteriormente —, quando o casal é constituído por estudantes, ele compartilha mais plenamente os seus planos de vida.

No dia a dia, o planejamento feito pelos parceiros leva em conta suas atividades de estudo, o que é essencial para mantê-las, além de considerar os momentos para curtirem a dois e desenvolverem atividades de entretenimento, bem como descansarem.

Além disso, tanto com relação às metas de estudo, quanto aos anseios profissionais, o casal deve compartilhar ou mesmo planejar conjuntamente o que esperam e quais os meios que utilizarão para atingirem os seus objetivos. Essa partilha conecta ainda mais os parceiros, que enxergam o estudo como uma prática essencial, ganhando mais fôlego para desenvolverem com qualidade as suas tarefas acadêmicas.

Apoio emocional

Mesmo sendo um processo prazeroso, já que, por meio dele, conhecemos cada vez mais sobre o mundo em que estamos inseridos, estudar pode trazer alguns desconfortos emocionais. Há pessoas que ficam ansiosas ou nervosas em épocas de prova ou quando precisam apresentar trabalhos, e outras que se abatem com maus desempenhos em provas e exames, por exemplo.

Desse modo, é fundamental que quem estuda tenha apoio emocional. O casal que estuda pode dar suporte um ao outro para que ambos tenham condições emocionais de lidar com as suas atividades acadêmicas sem prejudicar sua saúde mental e corporal. Ao viverem situações semelhantes e estando em condições similares, os parceiros são capazes de, juntos, enfrentar potenciais adversidades emocionais que os estudos podem causar.

Compreensão mútua

Quando você se relaciona com alguém que está em condições semelhantes às suas, fica mais fácil promover o entendimento entre os dois. Por isso, se o casal estuda junto, a tendência é não existir problemas ou haver menos dificuldades. Dessa maneira, um compreende a situação acadêmica do outro, e isso pode evitar brigas ou mal-entendidos.

Essa compreensão mútua é muito vantajosa tanto para o sucesso dos estudos de ambos quanto para a harmonia do relacionamento. Assim, entender as ausências em épocas de provas, a desistência de idas a festas ou outras atividades não acadêmicas, por exemplo, tende a se tornar uma ação comum e sem transtorno para ambas as partes do casal.

Crescimento intelectual e profissional conjunto

Uma relação vai bem se as duas pessoas envolvidas nela olham para a mesma direção. Isso vale para todos os aspectos da vida, sobretudo no que se refere à área profissional. É muito difícil um relacionamento dar certo quando um está feliz com a carreira que tem, enquanto o outro está insatisfeito ou frustrado profissionalmente. No entanto, esse desencontro de perspectivas pode ser evitado se ambos buscam crescer juntos.

Ter um parceiro de estudos é o pontapé inicial para que o casal cresça intelectual e profissionalmente em conjunto. Independentemente da meta acadêmica desejada, ao estudarem, os dois estão buscando pelo sucesso em suas carreiras, o que leva à realização profissional de cada um e os torna pessoas mais tranquilas e dispostas para relacionarem-se plenamente um com o outro.

Gostou de saber como um parceiro de estudos pode te ajudar? Então não deixe de compartilhar este post nas redes sociais!