Engenharia Ágil de Software: saiba por que essa pós combina com você!

  • 16/dez/2019

Engenharia Ágil de Software: saiba por que essa pós combina com você!

Powered by Rock Convert
Carreira de gestorPowered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Tempo de Leitura: 4 minutos

A pós-graduação em Engenharia Ágil de Software é um curso direcionado a profissionais que já têm experiência em desenvolvimento de software. Ela contribui para a absorção de conhecimentos e competências que vão ajudá-los a aplicar as melhores técnicas e metodologias em projetos de empresas, startups e organizações de qualquer segmento.

Neste artigo, você vai entender melhor do que trata esse curso, como profissionais de TI aplicam a Metodologia Ágil no desenvolvimento de softwares e como está o mercado de trabalho para quem tem essa formação. Descubra por que essa carreira é tão promissora!

O que é Engenharia Ágil de Software?

O engenheiro de softwares é o profissional que se dedica ao desenvolvimento de programas computacionais e aplicativos, tendo a responsabilidade de desenhar e fazer revisões e manutenções em softwares. Na prática, ele tem a competência necessária para criar games, aplicativos mobile, plataformas de gestão, além de muitos outros sistemas para áreas específicas.

Esses engenheiros podem ter funções também relacionadas a bancos de dados, documentação de software e manutenção de sistema, criação de manuais de instruções e gestão de projetos relacionados a construção de softwares.

As metodologias ágeis são tipos de abordagens que se baseiam nos princípios elencados no Manifesto Ágil para desenvolvimento de software. Entre outros pontos, seus valores defendem:

  • times multidisciplinares e auto-organizados;
  • planejamento adaptativo;
  • desenvolvimento com melhoria contínua;
  • software em funcionamento é o mais importante;
  • ciclos iterativos e incrementais ao longo do desenvolvimento; 
  • documentar o mínimo possível, apenas o necessário.

Dessa forma, as metodologias ágeis promovem a comunicação ao longo do processo de desenvolvimento. Em vez esperar um software pronto após anos de produção e uma longa documentação — que no fim terá pouca utilidade prática —, essa abordagem ágil incentiva a apresentação de resultados mais rápidos e com testes e melhorias contínuas.

Assim, a Engenharia Ágil de Software é uma metodologia de desenvolvimento que responde às necessidades atuais de consumo, muito mais dinâmicas, exigentes e iminentes. Afinal, se esperarmos anos para a entrega de um software, o resultado final estará muito distante da expectativa do cliente. Mas se o produto já for prontamente lançado, bastará ir fazendo testes e ajustes para que ele se adeque ao que se espera.

Como ela é aplicada?

A Engenharia Ágil de Software inclui diferentes métodos. Mas a abordagem iterativa (que se refere a algo feito repetidas vezes) com resultados mais rápidos sempre estará presente. Os principais são:

  • Dynamic Systems Development Method (DSDM): promove o desenvolvimento iterativo e incremental, com ênfase na interação constante dos usuários que consumirão o produto;
  • SCRUM: gerenciamento de tarefas dentro de uma dinâmica de equipes, dividindo o projeto do software em pequenos ciclos de tarefas (sprints), marcadas por reuniões e entregas pontuais antes da apresentação final do produto;
  • Extreme Programming (XP) ou programação extrema: as principais características marcantes são o feedback contínuo, o zelo pela comunicação entre as pessoas e abordagem incremental. O foco fica nas funcionalidades do software que sejam de maior valor para o negócio dos clientes, e as demais são incrementadas posteriormente ou canceladas.

O que faz um profissional da área?

Um desenvolvedor formado em Engenharia Ágil de Software aprimora competências que vão além da parte técnica da construção dos programas computacionais. Ele é capacitado para atuar em diferentes áreas do processo de Engenharia de Software, podendo:

  • liderar equipes de desenvolvimento de software;
  • implementar processos ágeis em projetos de desenvolvimento em diferentes segmentos empresariais;
  • personalizar processos ágeis conforme o perfil da organização e do projeto.

Assim, o especialista em Engenharia Ágil de Software assume um papel estratégico nas organizações, direcionando o desenvolvimento do produto de forma a entregar valor aos usuários, com maior qualidade e menor tempo.

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Como está o mercado de trabalho para a Engenharia de Software?

A área de tecnologia deslanchou há anos e continua sendo uma das carreiras mais promissoras. Segundo um relatório da Associação Brasileira das Empresas de Software (Abes), somente em 2018, os investimentos em TI cresceram 9,8%, representando um total de U$ 47 bilhões.

Isso mostra que o cenário para os engenheiros de software está aquecido. Aqueles que conquistam uma especialização e apresentam competências para trabalhar com metodologias ágeis saem na frente, pois seguem um modelo de desenvolvimento que atende às necessidades do consumo acelerado e o constante desejo por novidades.

Ao mesmo tempo, faltam no mercado brasileiro profissionais qualificados tanto na parte técnica como em atividades de gestão dentro do segmento de construção de softwares. Um estudo da Associação para a Promoção da Excelência do Software (Softex), por exemplo, revelou que, em 2020, a carência de profissionais de TI no país será superior a 400 mil.

Mesmo entre os atualmente formados, faltam habilidades práticas de gestão e execução que lhes dê segurança a fim de produzir resultados satisfatórios. A especialização é um dos caminhos que podem proporcionar esse desenvolvimento aos profissionais.

Por que atuar nesse setor?

Segundo o portal Vagas, a média salarial de um Engenheiro de Software é de R$ 6.303,00, partindo de R$ 4.356,00 e podendo chegar a R$ 8.594,00.

Além de uma remuneração bastante relevante, aqueles que atuam no setor contam com um mercado muito propenso a absorver os profissionais, inclusive com empresas com dificuldades de contratar por falta de especialistas formados ou pessoas com as habilidades necessárias aos cargos.

Como é o curso em Engenharia Ágil de Software?

A pós-graduação em Engenharia Ágil de Software forma um profissional capaz de atuar em diferentes áreas e processos de produção de software, tendo por base as melhores técnicas e metodologias ágeis já reconhecidas internacionalmente.

Com isso, ele conseguirá implementar e gerenciar processos ágeis conforme as necessidades de cada projeto, tanto em fábricas de software quanto em empresas com departamentos de TI e startups.

O curso conta com uma carga horária total de 400 horas/aula, com disciplinas em áreas técnicas (como Análise e Desenho de Arquitetura de Software), comportamentais (como Experiência e Interface de Usuários — UX e UI) e de gestão de projetos (tais como Engenharia Ágil de Requisitos de Software e Gestão de Configuração e Mudança — DevOps).

A especialização em Engenharia Ágil de Software é o curso que capacita o profissional a aplicar os mais modernos métodos de gestão de projetos. É o destaque e a evolução que você precisa em sua carreira!

Quer saber mais sobre essa especialização? Então, entre em nosso portal e conheça os detalhes da pós-graduação em Engenharia Ágil de Software do CETEC! 

Powered by Rock Convert

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você