O que é contabilidade gerencial? Prepare-se para um cargo estratégico!

  • 06/jul/2017

O que é contabilidade gerencial? Prepare-se para um cargo estratégico!

Atuar no setor contábil de uma empresa pode ser muito mais do que lançar notas, calcular impostos, elaborar relatórios e acompanhar as mudanças da legislação. Ao desempenhar uma atividade de contabilidade gerencial, o profissional contribui com a administração das finanças do negócio, analisa resultados e propõe soluções estratégicas para o futuro.

Esse é um novo modelo de atuação que busca oferecer orientações importantes para o crescimento da empresa. Para isso, é importante fazer um planejamento, analisar o mercado e englobar conhecimentos sobre a legislação fiscal e tributária. Quer entender melhor sobre o assunto? Acompanhe!

Quais são as características essenciais para atuar nessa área?

Para desempenhar a função de gerenciamento, o contador precisa ter capacitação profissional e vasta experiência no mercado. Ele também deve ter habilidade para interpretar informações financeiras, operacionais e entender sobre a legislação tributária, pois o profissional deverá explicar esses dados aos diretores.

Devido às essas exigências, ele deve ser um contador de confiança, responsável e proativo. Afinal, é uma “peça-chave” para o negócio e precisa transmitir credibilidade ao repassar as informações.

O contador deve ter vasto conhecimento sobre finanças, custos e carga tributária. Assim, poderá fazer uma análise detalhada sobre o lucro ou prejuízo do negócio e propor uma mudança no regime tributário adotado — Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real.

O profissional também deve ser capaz de entender o contexto econômico global e político, e perceber como as mudanças podem afetar a empresa. Para tanto, é recomendável que ele seja fluente em inglês, pois precisará ler notícias nessa língua estrangeira, negociar com outras companhias e explicar determinadas situações para os donos do negócio.

O contador deve ser hábil na elaboração de relatórios e apresentações, pois precisará apresentar dados financeiros, explicações sobre a legislação tributária brasileira e suas implicações.

Além disso, o profissional contábil deve ser capaz de liderar equipes, cobrar responsabilidades e ensinar novas operações aos colaboradores. E também tem que saber extrair o melhor desempenho de todos e mostrar a importância do trabalho de cada um para o sucesso do negócio.

Ao atuar na área gerencial, o contador será responsável por propor mudanças na estrutura da organização a fim de melhorar os resultados. Ele também deverá orientar a redução dos custos, contratação e demissão de colaboradores, e desenvolvimento de análises gerenciais.

Ou seja, é imprescindível que haja respeito e colaboração entre a diretoria e o contador, pois ele é o “braço direito” da empresa e pode contribuir muito para o sucesso do negócio.

Qual é a diferença entre a contabilidade gerencial e a tradicional?

A contabilidade tradicional se preocupa com o pagamento de impostos, apurações fiscais, balancetes, relatórios, pagamento de contas e acompanhamento das mudanças na legislação. É uma atividade importante e que deve ser preservada dentro das empresas, mas não precisa ser a única.

A contabilidade gerencial é mais ampla, pois oferece um leque de oportunidades para o administrador. O profissional que atua nesse setor pode fazer análises financeiras, apresentar relatórios demonstrativos, explicar por que algumas mudanças são necessárias e os benefícios que elas podem trazer.

Portanto, ao desempenhar uma função gerencial, o profissional contábil contribuirá para que o gestor tome decisões mais assertivas para o futuro do negócio. Ele atua com uma estratégia baseada em informações sobre o mercado, dados financeiros e a capacidade de investimento da empresa.

O contador gerencial pode contribuir em diversas áreas, como:

  • análise do estoque de caixa;
  • atualização dos livros fiscais;
  • formação de preço de produto;
  • análise da receita total e do lucro;
  • fornecer orientações sobre os procedimentos adequados de acordo com a legislação;
  • apuração de benefícios fiscais, entre outros.

Por que a contabilidade gerencial é uma função importante?

A contabilidade gerencial é fundamental para as empresas que visam melhorar a administração, buscar boas parcerias e ampliar o ramo de atividade com a aquisição de outros negócios. Ela contribui para deixar a companhia mais competitiva no mercado ao fazer comparações entre os resultados obtidos e os previstos.

É uma boa alternativa para enfrentar a crise econômica de um país, pois oferece novas maneiras de pensar, calcular os custos e otimizar os processos.

É a contabilidade voltada para a geração de resultados e para a inserção da empresa em novos ramos de atuação. Dessa maneira, esse profissional traz muitos benefícios como:

  • apresentar informações confiáveis para subsidiar as decisões dos donos da empresa;
  • trazer eficiência para a gestão do negócio;
  • controlar os custos e as finanças;
  • oferecer alternativas para reduzir custos e melhorar a lucratividade;
  • criar indicadores de desempenho;
  • auxiliar nos processos de compra ou venda de uma companhia;
  • orientar para a contratação de funcionários estratégicos;
  • criar um elo entre colaboradores, diretores e donos da empresa;
  • buscar soluções eficazes para o negócio se manter competitivo no mercado.

Quais os desafios enfrentados na contabilidade gerencial?

O principal desafio da contabilidade gerencial é a mudança constante das informações. Em uma situação como a crise econômica e política que o Brasil enfrenta, há muitas mudanças nas taxas de câmbio e valores das matérias-primas, o que exige uma análise quase que diária sobre os preços aplicados.

Muitas vezes, os relatórios precisam prever algumas mudanças nas taxas cambiais para conseguir transmitir dados mais próximos da realidade, mas nem sempre é possível acertar, visto que as alterações são constantes.

Diante disso, o contador precisa ser transparente e apresentar soluções com as informações que possui em mãos e tentar fazer o melhor pela empresa.

Sendo assim, o desafio é manter-se atualizado, motivado e flexível na hora de projetar o futuro, fazer estimativas sobre preços e a inflação do mercado. Também é importante acompanhar as mudanças na legislação, pois elas podem implicar os valores dos impostos pagos pela empresa, os fatores previdenciários e, até mesmo, as relações com os outros países.

Enfim, a contabilidade gerencial é fundamental para empresas, principalmente para as de grande porte. Afinal, é por meio de análises que se pode encontrar os melhores caminhos para enfrentar uma crise econômica e ser melhor que os concorrentes.

Gostou de entender as atividades de uma contabilidade gerencial? Então, aproveite para conhecer mais sobre o curso de graduação em Ciências Contábeis!



Nosso App

Nossas Redes Sociais