6 dicas para ir bem na redação do ENEM

  • 22/ago/2018

6 dicas para ir bem na redação do ENEM

A redação do Enem costuma ser a parte mais temida pelos vestibulandos que se preparam para a prova. Além de ser o único elemento discursivo do exame, tem muito peso na média final. Se o candidato tira zero na prova de redação, fica automaticamente impedido de se inscrever em qualquer programa de bolsa de estudos com a nota do Enem.

Além de tudo isso, ainda há a preocupação com o tema surpresa — por mais que seja possível fazer uma análise de acordo com o estilo de tema que geralmente é cobrado e listar alguns assuntos prováveis, desvendar o tema exato da redação do Enem não é uma tarefa fácil.

Os desafios parecem muitos, mas conseguir uma ótima nota nessa etapa não é nada impossível. Além da preparação adequada, treinando a escrita, conhecendo a estrutura exigida e ficando sempre por dentro dos assuntos atuais, existem algumas atitudes na hora da prova que podem melhorar muito seu desempenho.

Para te ajudar nessa missão, fizemos uma lista com 6 dicas valiosas para se sair muito bem na redação do Enem. Confira!

1. Foco nas competências

Além da estrutura padrão de um texto dissertativo-argumentativo, a correção da redação do Enem também considera cinco competências predefinidas. Ao se preparar para o exame, é fundamental ler e entender muito bem cada uma das delas. Afinal, no momento da prova é preciso se lembrar de todas. São elas:

  • demonstrar domínio da norma da língua escrita;

  • compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo;

  • selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista;

  • demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação;

  • elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Esses são os cinco pontos avaliados na correção da redação. Não é necessário decorar os títulos, mas tente compreender o que é exigido em cada um e guarde as palavras-chave que te lembrem de cada um. Na hora da prova, escreva essas palavras em ordem e certifique-se de que seu texto atende a todas elas.

2. Cuidado com o português

O domínio da língua portuguesa é uma das competências cobradas na prova e merece atenção especial. Erros simples de gramática podem ocorrer por mera desatenção e te fazer perder pontos preciosos.

Tenha atenção na hora de escrever e não deixe que a contagem de tempo te faça cometer erros que em outras situações você não cometeria. Para isso, claro, treinar a escrita da redação com antecedência é fundamental. Quanto mais você domina as normas da gramática, menos tempo gasta pensando sobre elas na hora de escrever.

É claro que ninguém espera que você conheça todas as palavras existentes no português. Caso se depare pensando em uma que nunca usou antes, não tenha certeza de como se escreve ou se der um branco na hora de usá-la, substitua por outra.

3. Muita atenção à leitura do tema

Compreender exatamente o que é pedido no tema é muito importante. Errar por equívoco ou má interpretação é algo comum, principalmente em temas mais complexos. Em 2014, por exemplo, o tema da redação foi “Publicidade infantil em questão no Brasil”, uma referência ao uso da publicidade direcionada a crianças. No entanto, a má interpretação do tema fez com que várias pessoas acabassem falando sobre a participação de crianças em peças publicitárias.

Esse foi um caso recente e que chamou atenção por ter acontecido com um grande número de participantes. Pequenos erros de interpretação são muito comuns na prova.

Para evitar esse problema, tenha atenção ao ler a proposta. Leia todos os textos de apoio, de preferência mais de uma vez. Se ficar em dúvida sobre algo, leia novamente, até ter certeza de que fez sua melhor interpretação.

4. Elabore uma estrutura para o texto

Depois de ler o tema com atenção, não comece a escrever de imediato. Pense o que sabe sobre aquele assunto e elabore uma estrutura para o texto. Reflita sobre o que escreverá em cada parágrafo, quais serão os argumentos e contra-argumentos e quais serão as propostas de intervenção.

Assim, você conseguirá dimensionar o espaço que tem para cada parte e evitará ficar sem linhas para concluir o texto. Além disso, a organização facilita na coesão dos argumentos e na coerência do texto, em geral. Aproveite também para anotar possíveis exemplos, citações ou referências que podem ajudar a sustentar o ponto de vista adotado.

5. Não escreva sobre o que não tem certeza

Já falamos aqui sobre não usar palavras se não tiver certeza da grafia correta. Essa regra também vale para informações, citações e referências. Mesmo que você se lembre de um caso muito interessante, não o cite se não tiver precisão dos detalhes.

Caso contrário, você usará informações falsas que poderão invalidar completa ou parcialmente seus argumentos. O mesmo vale para nomes de pessoas — se não sabe, é melhor não escrever. Caso a citação seja realmente fundamental, tente fazê-la sem dar detalhes que desconhece.

6. Revise com cuidado

Mesmo com o tempo curto, a revisão é uma parte importante. Se usar a folha de rascunho (o que é muito recomendado), faça uma leitura breve e atenta do texto antes de passá-lo para o cartão definitivo. Mesmo com toda a atenção, alguns erros ainda podem passar despercebidos, e a revisão final é mais uma forma de tentar aprimorar seu conteúdo.

Uma dica interessante é fazer a redação antes de terminar as provas objetivas. Depois, você volta para as questões dos outros testes e dá um tempo entre a escrita e a revisão do texto. Essa é uma forma de amenizar o “olhar viciado”, que acontece quando ficamos imersos demais em um texto acabamos por lê-lo em modo automático, deixando passar erros graves ou simples.

A redação do Enem é complexa e tem algumas armadilhas, mas nada que uma boa preparação e a dose certa de atenção na hora do exame não possam resolver. Seguindo nossas dicas, suas chances de fazer um ótimo texto serão muito maiores.

E aí, pronto para esse desafio? Deixe seu comentário aqui no post e conte um pouco sobre suas principais dificuldades e expectativas para a prova!

 



Nosso App

Nossas Redes Sociais