Quando é a hora certa de fazer transferência de faculdade?

  • 19/fev/2018

Quando é a hora certa de fazer transferência de faculdade?

Você finalmente decide colocar em prática seu plano de entrar na faculdade. Gasta horas estudando para o vestibular/ENEM e consegue a aprovação. No início, é só comemoração e felicidade, mas, depois de alguns meses, percebe que não está muito satisfeito com a instituição de sua escolha. O que fazer nesse momento?

Não se desespere! Esse cenário é muito comum entre universitários. Vários estudantes não conseguem se adaptar à metodologia de ensino ou aos horários de uma determinada instituição e se sentem frustrados. É justamente por isso que existe a possibilidade de pedir uma transferência de faculdade!

Confira, a seguir, quais são os indícios de que está na hora de mudar para outra instituição de ensino e como essa transferência deve ser feita!

Por que você deve pedir a transferência de faculdade?

Se você está sentindo que não consegue lidar muito bem com o seu curso ou se já passou pela sua cabeça a ideia de trancar a faculdade ou simplesmente desistir de obter o diploma, isso significa que algo está errado.

Muitas vezes, essa sensação está ligada à falta de flexibilidade da instituição. Por isso, desistir nunca deve ser uma opção! Em vez disso, você pode simplesmente pedir transferência para uma faculdade aberta a novas formas e métodos de ensino.

Veja quais são os sinais mais comuns de que está na hora de fazer essa mudança:

Insatisfação com o curso presencial

Quando decidimos entrar na faculdade, nosso impulso é escolher um curso presencial, pois essa é a opção mais comum. Porém, quando começamos a estudar, muitas vezes percebemos que essa não foi uma boa ideia.

Quem já tem uma vida profissional estabelecida e quer voltar a estudar, muitas vezes não consegue se adaptar à rotina de um curso presencial. Ter que levantar cedo para ir às aulas ou voltar muito tarde para casa não são hábitos agradáveis para quem já tem filhos para criar, contas a pagar e uma casa para cuidar.

Além disso, é comum que muitas pessoas pensem que o curso presencial é melhor que a modalidade de educação a distância (EAD), mas, ao observar a prática, percebe que as coisas não são bem assim. Existem várias instituições com professores que não estão muito interessados em dar aula ou com metodologias de ensino inflexíveis, e isso acaba se tornando um empecilho ao desejo de aprender.

Caso você perceba que já não está mais satisfeito com o curso presencial e quer mudar para uma instituição mais flexível, com possibilidade de estudar a distância, não hesite em pedir a transferência de faculdade. Hoje, é possível mudar de um curso presencial para a EAD tranquilamente.

Altos custos

Se você já está inserido no mercado de trabalho e pensa em voltar a estudar, uma das primeiras coisas que deve passar em sua cabeça é a dificuldade em fazer um controle de gastos para incluir as despesas com o curso no seu orçamento.

Uma faculdade presencial, em regra, gera diversas outras despesas, como transporte, alimentação, materiais, além, é claro, do alto valor da mensalidade. Quando tudo isso começa a pesar no bolso, é comum pensar em trancar o curso, com medo de não conseguir arcar com todos os custos.

O problema é que, para isso, você teria que abrir mão do seu sonho de ter um diploma de nível superior. Por isso, em vez de trancar sua matrícula, é preferível pedir a transferência de faculdade para uma instituição que ofereça a modalidade de educação a distância.

Além das vantagens já mencionadas no tópico anterior, os cursos em EAD costumam ser bem mais baratos, pois a estrutura física necessária para mantê-los gera muito menos despesas do que os presenciais. Dessa forma, são fáceis de serem encaixados no seu orçamento.

Dificuldade em conciliar a faculdade com o trabalho

Outro problema muito comum entre pessoas que já estão inseridas no mercado de trabalho e querem voltar a estudar é a dificuldade em conciliar a rotina profissional com a estudantil.

Um emprego padrão no Brasil possui uma carga horária de 8h/dia. Já um curso presencial ocupa, em média, 4 horas diárias. Somando os dois — sem considerar os horários de alimentação e deslocamento entre casa, trabalho e faculdade — já ocupamos metade de um dia inteiro.

É comum que pessoas com uma rotina tão intensa acabem ficando estressadas, pois não conseguem arranjar tempo para descansar ou se divertir. Com o tempo, isso pode acabar prejudicando a saúde física e mental, atrapalhando o desempenho tanto no trabalho quanto na faculdade.

Para evitar esse estresse, a melhor solução é optar por uma modalidade de ensino mais flexível. Um curso em EAD, por exemplo, permite que o estudante crie sua própria rotina de estudo, podendo assistir às aulas quando e onde quiser, sem necessidade de deslocamentos.

Os alunos a distância só precisam ir até o polo presencial da faculdade para fazer as provas finais e frequentar aulas práticas. Fora isso, ele tem total liberdade, aliviando consideravelmente a dificuldade em conciliar a rotina profissional com os estudos.

Por isso, caso você sinta que não está conseguindo lidar com trabalho e faculdade ao mesmo tempo, não se preocupe! Basta pedir a transferência de faculdade para uma instituição que permita estudar a distância.

Como funciona o processo de transferência de faculdade?

O processo de transferência de faculdade nada mais é do que uma forma de ingresso no ensino superior. Logo, a primeira coisa que você deve observar são os prazos de inscrição, pois não é possível pedir transferência a qualquer momento, já que isso atrapalharia a dinâmica do curso e das turmas já formadas.

Esses prazos variam de acordo com cada instituição, mas, normalmente, são próximos da data do vestibular. Lembre-se também de que é preciso verificar na sua atual faculdade quais são os requisitos para fazer o pedido de transferência.

Com isso, basta entrar em contato com a nova instituição para que eles esclareçam quais são os documentos necessários e como deverão ser apresentados. Em faculdades EAD, muitas vezes é possível realizar todo o processo de transferência pela internet e pelo correio, sem necessidade de ir ao polo presencial para confirmar a matrícula.

Como já mencionamos, é possível fazer a transferência de um curso presencial para um a distância sem problema algum. Ao apresentar o histórico escolar e a ementa do curso anterior, você poderá aproveitar tudo que já foi estudado, ficando isento de repetir as disciplinas já concluídas.

É preciso ficar atento apenas às diferenças entre as grades curriculares de cada instituição, pois algumas disciplinas podem ser diferentes. Por exemplo, se o curso na nova faculdade possui uma matéria no primeiro semestre que não foi estudada na instituição anterior, você deverá cursá-la.

O ensino a distância está cada vez mais popular, tendo em vista que é ideal para pessoas que possuem rotinas apertadas. Se você sonha em obter seu diploma de nível superior, mas não consegue se adaptar aos cursos presenciais, não hesite em pedir a transferência de faculdade para uma instituição mais flexível!

Quer saber mais sobre o assunto? Então baixe o nosso e-book e descubra por que um curso a distância pode ser a sua melhor escolha!

 



Nosso App

Nossas Redes Sociais