Connect with us

Dicas de Estudo

11 formas de encontrar motivação para estudar

motivação para estudar

Fazer um curso de graduação não é tão simples quanto parece. Depois do vestibular, os desafios só aumentam. Se você trabalha e estuda, então, as coisas ficam ainda mais complicadas — e é aí que pode ser difícil encontrar motivação para estudar.

Em meio a uma rotina cansativa e estressante, não é incomum que estudantes se sintam desmotivados e desinteressados. Afinal, a faculdade exige esforço e tempo de dedicação. Assim, se você não se lembra constantemente dos benefícios que ela trará para você, pode acabar pensando em desistir.

Para ajudar você a manter esses pensamentos bem longe e focar os estudos, preparamos uma lista com 11 formas infalíveis para encontrar motivação para estudar. Confira!

1. Estabeleça metas

Se o que está desmotivando você é a matéria acumulada, essa é uma excelente solução. Liste todos os conteúdos que você precisa estudar e estabeleça as prioridades. Depois, defina um prazo limite para finalizar tudo o que está atrasado.

Com a lista bem-definida, crie metas diárias ou semanais, de forma que seja possível passar por todo o conteúdo dentro do prazo estabelecido, sem deixar nada de fora. Assim, você não se sobrecarrega e evita aquela sensação incômoda de estar fazendo pouca coisa enquanto as tarefas só se acumulam.

2. Tenha objetivos claros

Estabelecer metas ajuda a conduzir a rotina de estudos com mais organização, mas por que você está fazendo isso? Certamente, não é apenas para ter boas notas nas provas. Isso é importante, claro, mas o verdadeiro propósito é algo que vai muito além de se destacar na faculdade.

Saber aonde quer chegar é um dos fatores que contribuem para que você não perca a motivação para estudar. Depois de finalmente ter o diploma em mãos, como você se vê? Pensar sobre o assunto permite definir quais são os seus objetivos, ou seja, o que pretende alcançar com os estudos.

Se o seu objetivo profissional é ter um cargo de liderança em uma grande empresa, por exemplo, a graduação é uma etapa fundamental para você construir o futuro que deseja. Com isso em mente, é possível reforçar a ideia de que desistir no meio do caminho não é uma opção.

3. Programe recompensas

Agora que você tem metas a serem atingidas, permita-se ter uma recompensa a cada etapa superada. Ao encerrar um conteúdo, você pode, por exemplo, tirar um tempo para ver um filme, sair com os amigos ou jantar fora com a sua família.

Pense em algo que realmente faça diferença para você. Assim, a espera pela recompensa dará mais ânimo para cumprir suas metas de estudo. Mas atenção: cuidado para não perder o controle das recompensas e deixar a disciplina de lado.

4. Teste novos métodos de estudo

Pode ser que a falta de motivação para estudar tenha surgido porque você está estudando da maneira errada. Cada pessoa assimila o conteúdo de forma diferente, e o método sugerido pelo seu professor pode não ser o melhor para você.

Pense sobre como você gosta de aprender. Pesquise sobre diferentes métodos de estudo e teste todos os que parecerem adequados para o seu perfil. Se nenhum deles der certo, nada impede você de combinar métodos diferentes ou de desenvolver a sua própria estratégia. O importante é encontrar a forma mais eficiente.

Além dos métodos de estudo, é interessante pensar na modalidade de cursos que é mais adequada à sua realidade. Se seu principal problema é o tempo, por exemplo, pode ser interessante buscar uma modalidade de estudos mais flexível.

A Educação a Distância (EAD), por exemplo, tem ganhado cada vez mais espaço entre os brasileiros. É uma ótima opção para quem busca por flexibilidade sem perder a qualidade.

Muita gente questiona sobre essa modalidade de ensino, mas vale lembrar que não existe nenhuma diferença entre os diplomas conquistados pela EAD e os dos cursos presenciais. Ambos os tipos de curso são reconhecidos tanto pelo Ministério da Educação (MEC) quanto pelo mercado de trabalho.

5. Busque desafios

Estudar precisa ser uma atividade interessante. Quando entra em uma rotina que não oferece a você nenhum desafio, é normal perder a motivação para os estudos. Então, se aquele conteúdo parece fácil demais, que tal se aprofundar um pouco mais?

Quando você sente que tem um desafio, o cérebro trabalha para encontrar respostas. Assuntos que despertam sua curiosidade ou que o permitem pensar em aplicações práticas podem ser ótimos gatilhos para melhorar o seu desempenho nos estudos.

6. Estude com casos reais

Outro fator que pode causar a desmotivação é a aparente distância entre o que você estuda e a vida real. Uma alternativa para isso é procurar por estudos de caso — materiais que mostram como as ferramentas estudadas podem ser aplicadas e trazem resultados em problemas reais.

Se você estuda Marketing, por exemplo, não é difícil encontrar estudos sobre grandes marcas, campanhas ou estratégias que renderam excelentes resultados. Também existem muitos exemplos de resultados negativos e estudos sobre “o que não fazer”.

Esses exemplos vão ajudar você a compreender as ferramentas na prática e entender melhor como elas se aplicam à realidade da profissão.

7. Pense no motivo que levou você até ali

Aquele curso certamente não foi uma escolha arbitrária. Quando decidiu entrar na faculdade, é provável que você tenha pesquisado bastante, conversado com pessoas e avaliado possibilidades. Então, sabe exatamente quais são os motivos que levaram você até ali.

Relembre sua trajetória, as dificuldades que já superou, e pense nos benefícios que terá depois de finalizar essa etapa da sua vida. Se for necessário, escreva uma lista que você possa reler sempre que sentir necessidade. Quando você pensa nos seus objetivos, eles ficam mais claros, parecem mais próximos e tangíveis, permitindo que você consiga reencontrar neles a motivação para estudar perdida.

8. Leia sobre pessoas que inspiram você

Aqui está uma dica para quem não está confiante sobre os benefícios que a faculdade trará. Pesquise sobre profissionais de sucesso e entenda como o curso contribuiu para a carreira delas.

Essas pessoas certamente passaram por problemas parecidos com os seus e, em algum momento, é possível que tenham se sentido desmotivadas. Isso quer dizer que, se elas conseguiram, você também pode conseguir, certo?

É claro que são realidades diferentes, que ninguém é igual a ninguém, e que existem inúmeros fatores que influenciam sua vida. No entanto, lembrar que os objetivos que você almeja já foram possíveis para alguém — tão humano quanto você, diga-se de passagem — é uma forma de lembrar que, por mais longe que o sucesso pareça estar, cada passo dado aproxima mais dele.

9. Supere as dificuldades

Muita coisa pode acontecer em sua vida enquanto você cursa a graduação. Afinal de contas, o curso superior leva anos para ser concluído, e isso é tempo de sobra para mudanças de todo tipo, algumas das quais podem afetar a sua motivação para estudar.

Por isso, é importante saber manter a cabeça no lugar para enfrentar os problemas e não permitir que eles coloquem os seus estudos — e tudo o que você vai alcançar por meio deles — em risco. A cada dificuldade que surgir, analise a situação e tente encontrar uma maneira de contorná-la.

Isso vale tanto para obstáculos relacionados ao próprio curso quanto para os que têm a ver com outros aspectos da sua vida. Se seguir adiante vale a pena — e você sabe que vale —, o esforço é apenas mais uma parte desse processo.

10. Mensure seus avanços

Algo que serve como um ótimo incentivo para quem sente que não tem motivação para estudar é perceber que está aprendendo de verdade. Para isso, você não precisa esperar os resultados das provas. É possível mensurar seus resultados diariamente, fazendo revisões conforme avança nas matérias.

Além disso, comece a observar como a sua visão sobre os conteúdos estudados vai mudando no dia a dia. Você vai perceber que já entende melhor os temas, pouco a pouco se tornando especialista na área. Lembre-se de que isso só tende a melhorar ainda mais com o tempo e siga se dedicando aos estudos.

11. Cuide da saúde

Um dos motivos que causam a falta de motivação para estudar é o cansaço físico e mental resultante de uma rotina corrida — que é a realidade de muitos estudantes. Logo, os cuidados com a saúde fazem toda a diferença no desempenho que você tem nos estudos. O problema é que isso frequentemente é deixado de lado em meio a tantas responsabilidades.

O equilíbrio, então, é a chave para resolver essa questão. Dormir bem, ter uma alimentação saudável, praticar exercícios físicos e reservar algum tempo para o lazer são atitudes que ajudam a preservar a saúde para ter mais motivação na hora dos estudos.

Como dissemos, as pessoas aprendem de maneiras diferentes. Da mesma forma, cada um de nós encontra motivação para estudar em coisas distintas. Por esses motivos, escolha a estratégia que se adapte à sua realidade e que melhor atenda às suas necessidades. Trabalhe com ela para reencontrar o impulso que falta para ter mais produtividade nos estudos.

E aí, gostou deste post? Agora que conheceu as melhores formas de buscar motivação para estudar, que tal nos seguir nas redes sociais para acompanhar mais conteúdos? Siga as nossas páginas no LinkedIn, Facebook, Instagram e Twitter e não perca os nossos próximos posts!

5/5 - (1 vote)
Comentários

QUER SABER SOBRE OS MAIS DE 1.800 CURSOS A DISTÂNCIA?

Saiba mais sobre os cursos de Pós-Graduação EAD

Saiba mais sobre os cursos de Graduação EAD


Copyright Unyleya ©. Todos os direitos reservados.