Connect with us

Especialize-se

Liderança transformacional: entenda o que é e como é composta

liderança transformacional
Tempo de Leitura: 4 minutos

A capacidade de liderar não tem características fixas e podem existir diferentes estilos de conduzir um grupo ou um projeto. A liderança transformacional é um exemplo disso e traz um novo olhar sobre a figura de um líder.

Muitas vezes, é comum que as pessoas identifiquem a pessoa que está na posição de liderança como um comandante. No entanto, é possível que esse cargo também se mostre como um auxiliar e membro da equipe como todos os outros.

Nesse caso, a imagem da liderança se torna mais inspiradora e motivadora. É nisso que se baseia o modelo transformacional. Neste post, saiba mais sobre o conceito!

O que é liderança transformacional?

A ideia de liderança transformacional foi vista pela primeira vez em 1973, em um livro escrito pelo sociólogo americano chamado James Downtown. A obra recebeu o nome de “Rebel Leadership: Commitment and Charisma in a Revolutionary Process”, que pode ser traduzida como “Liderança Rebelde: Compromisso e Carisma em um Processo Revolucionário”.

Basicamente, a liderança transformacional é aquela que encontra o propósito de motivar, inspirar e interagir com os colaboradores, a fim de garantir que todos se desenvolvam dentro do ambiente de trabalho e tenham uma boa colaboração.

A transformacional se difere de outros tipos de liderança, principalmente, pelo fato de que coloca o líder em uma posição mais proativa. Nesse caso, não é aquele que manda e a equipe obedece, mas sim o profissional que anda junto dos demais colaboradores para atingir os objetivos.

Quais os elementos da liderança transformacional?

Como visto, existem diferentes maneiras de liderar. Para entender melhor o que a liderança transformacional é capaz de promover, vale a pena conferir os principais elementos desse modelo.

Motivação inspiradora

Para começar, a motivação é muito valorizada nesse tipo de liderança e estimulada diariamente. Por meio disso, é possível inspirar a equipe, por meio de bons exemplos, para gerar resultados mais expressivos e alcançar as metas definidas.

A motivação inspiradora também é útil para gerar um senso de reconhecimento dentro do próprio trabalho. Dessa forma, os membros de um time podem entender os seus papéis em um projeto e, por meio disso, saber o quão importantes são para a realização das atividades. Com isso, o empenho nas tarefas tende a fluir com mais naturalidade, sem a sensação de obrigação, mas sim compromisso. 

Estímulo intelectual

O incentivo à busca pelo conhecimento e a valorização dos talentos fazem parte de mais um elemento importante da liderança transformacional. Por meio desse conjunto, é possível estimular as equipes no que diz respeito ao intelectual.

Consequentemente, os membros têm mais espaço para colocar em prática a proatividade e a autonomia, principalmente na resolução de problemas simples. Sendo assim, é possível criar um ambiente mais produtivo, eficiente e, principalmente, resiliente aos desafios.

Influência idealizada

Para ser motivadora, estimulante e comprometida, a liderança precisa também dar um bom exemplo. É por isso que a influência idealizada também faz parte dos principais elementos desse tipo de abordagem.

Manter uma postura ética e imparcial, ao mesmo tempo em que promove um efeito positivo e cultiva uma imagem inspiradora, é uma solução inteligente para melhorar o relacionamento com as equipes. Além disso, ajuda a apresentar qual é o comportamento desejado de cada participante do time.

Consideração individualizada

A liderança transformacional também busca observar o desempenho de cada pessoa. Com isso, é possível trazer um feedback mais apurado e ajudar indivíduo por indivíduo a se desenvolver dentro de um projeto.

Essa atenção individualizada favorece o aprendizado e o engajamento, auxiliando também no reconhecimento profissional dentro do ambiente de trabalho. Essa é mais uma das razões pelas quais a motivação costuma ser mais visível dentro desse tipo de liderança.

Quais os objetivos desse modelo?

Mas, afinal, o que será que a liderança transformacional deseja alcançar? Existe uma série de objetivos que esse modelo busca atingir na rotina de trabalho. A seguir, veja alguns exemplos!

Busca de um propósito

É fundamental ter um motivo para que todo o trabalho seja realizado. É por isso que estabelecer objetivos e estar sempre à procura de um propósito faz com que todos esses elementos da liderança transformacional sejam preservados.

Quando as pessoas de um time compreendem bem o papel do projeto e o que estão desempenhando, é possível trabalhar de forma otimizada e com mais foco no que se deseja alcançar.

Menor rotatividade

Dificilmente, um profissional vai buscar outro emprego se tem tudo o que procura no atual. Reconhecimento, bom retorno financeiro e espaço para se desenvolver são alguns dos fatores mais observados na procura por um trabalho.

Com a liderança transformacional, é possível oferecer diversos desses pontos. Isso porque foca em diminuir a rotatividade dentro de uma empresa, o que resulta também em menores custos com processos de demissão e admissão de profissionais.

Alinhamento dos valores

Outro objetivo desse tipo de liderança é fazer com que as atividades do dia a dia estejam cada vez mais alinhadas ao que uma organização acredita. Manter os valores preservados, dentro e fora da empresa, é um ponto positivo para a imagem criada no mercado, justamente por garantir a coesão das iniciativas.

Incentivo à mudança

A liderança transformacional também tem uma visão promissora em busca de mudanças possíveis para otimizar a rotina de trabalho e garantir um ambiente mais favorável para todas as partes. Dessa forma, esse tipo de líder está sempre em movimento e em busca de atualizações. 

Quais as características de um líder transformacional?

Falando nisso, é interessante também saber como identificar esse perfil de liderança dentro de um projeto. No geral, o líder transformacional tende a apresentar:

  • vontade de aprender e colaborar;
  • comunicação eficiente e não violenta;
  • capacidade de influenciar e motivar a equipe;
  • comprometimento com os propósitos do time;
  • visão estratégica sobre cada participante da equipe e dos processos que estão sendo desenvolvidos. 

Quais exemplos de liderança transformacional?

Para entender melhor como a liderança transformacional acontece na prática, vale a pena conferir algumas cases de sucesso utilizando essa forma de liderar. Veja mais!

Jeff Bezos

O CEO da Amazon é conhecido pela sua liderança transformacional. Sua carreira se iniciou na área das finanças, mas com uma postura visionária. Jeff Bezos, com suas habilidades gerenciais, mudou totalmente seus caminhos e construiu, com equipes altamente qualificadas, uma das principais plataformas de e-commerce do mundo.

Oprah Winfrey

A famosa apresentadora norte-americana Oprah também é um bom exemplo. Descrita como uma das pessoas mais influentes do mundo pela revista People, Winfrey apresenta um discurso motivacional, capaz de aumentar a confiança de diversas pessoas e colaboradores de sua equipe. 

Nike

A Nike é um exemplo de marca que optou pelo modelo transformacional e, com isso, conquistou ótimos resultados ao se adaptar à transformação digital. A mudança de mindset de liderança permitiu otimizar o ciclo de produção e o lançamento de produtos cada vez mais alinhados com a proposta da empresa.

Como visto, a liderança transformacional é capaz de proporcionar uma nova dinâmica para as equipes e melhorar o relacionamento entre as pessoas. Para isso, é fundamental ir cada vez mais em busca de qualificação profissional e desenvolvimento das habilidades profissionais.

Gostou deste post? Então, acompanhe os nossos perfis no Instagram, LinkedIn, Facebook, Twitter e YouTube para ver muito mais!

5/5 - (1 vote)

Comentários

QUER SABER SOBRE OS MAIS DE 1.800 CURSOS A DISTÂNCIA?

Saiba mais sobre os cursos de Pós-Graduação EAD

Saiba mais sobre os cursos de Graduação EAD


unyleya.edu.br