Escolha o curso de graduação ideal para você em 9 passos

  • 22/fev/2017

Escolha o curso de graduação ideal para você em 9 passos

A escolha do curso de graduação é um processo que requer certo esforço por parte do futuro estudante. Isso porque existem muitas variáveis internas e externas que devem ser levadas em conta na hora da decisão.

Perfil profissional, interesses pessoais e projeção salarial são alguns exemplos delas. Há ainda uma boa dose de autoquestionamento, pois é essencial que você conheça suas características para selecionar uma profissão que esteja de acordo com seus interesses e habilidades.

Se você está interessado em acertar na escolha do curso, acompanhe o passo a passo que elaboramos e tire todas as suas dúvidas!

1. Identifique seu perfil

Como primeiro passo, é essencial que você se conheça e tenha consciência de suas habilidades, competências e dificuldades. Como é sua personalidade? Você gosta de negociar? De lidar com pessoas? Ou precisa estar sozinho para se concentrar e executar as tarefas?

Você é do tipo pró-ativo, que a todo momento busca novos desafios? Ou prefere esperar que as demandas cheguem até você? Você propõe soluções para as dificuldades a partir de seus próprios recursos ou acredita que é melhor esperar a iniciativa dos outros membros da equipe?

Esse tipo de pergunta define características cruciais de perfil profissional, que terão grande impacto na construção da sua carreira.

2. Leve em conta seus interesses

Além de seu perfil, é preciso levar em conta seus interesses na hora da escolher. Sua profissão será sua ocupação diária, portanto, é preciso que você se identifique com ela, com as práticas que ela engloba, para se manter motivado e se destacar em meio a outros profissionais.

Quem é apaixonado pelo que faz está sempre se reinventando e facilmente se singulariza na multidão. Para quem sabe que crescer é ação para todo e cada dia, o céu não é o limite, e jamais deixa passar oportunidades de se atualizar e aperfeiçoar.

Você se lembra, ao longo de toda a sua trajetória como estudante, em quais matérias você se desenvolvia melhor ou quais assuntos chamavam mais a sua atenção? Se preciso, embarque num flashback; revisite-se em várias etapas da sua vida. Faça um brainstorming mental, relacionando seus interesses com as outras variáveis elencadas aqui, até chegar a um leque de opções ideais.

3. Busque orientação vocacional

Se mesmo depois de listar seu perfil e interesses você encontra dificuldades para escolher uma área de atuação, então invista em uma orientação vocacional. Geralmente, essas ferramentas são elaboradas por orientadores e profissionais pedagógicos com experiência no ramo, e o resultado consegue deixar claro, baseado em suas predisposições, a área e as opções de curso que mais combinam com você.

4. Defina suas prioridades

Depois de ponderar seu perfil e levar em conta seus interesses, enumere as prioridades do momento que você está vivendo. Reflita sobre os hábitos que precisarão ser modificados para que você possa se dedicar aos estudos, pense no que você quer e precisa manter e do que pode abrir mão.

E se o curso que você escolher for oferecido somente em outra cidade? Mudar-se é algo que pode ser incorporado em seu planejamento? Ou fazer um curso a distância parece o mais vantajoso?

5. Pesquise o mercado

Quando você já tiver uma noção de qual área seguir, pesquise como está o mercado de trabalho daquela profissão. Descubra se ela ainda apresenta uma boa demanda ou já está saturada. Em função disso, considere procurar uma especialização.

Hoje, independente do ramo, o mercado tende a valorizar experts, ou seja, profissionais com aprofundamento em um assunto ou técnica. O especialista terá sempre mais espaço no mercado, mesmo em uma área já saturada.

6. Conheça a instituição de ensino

A partir das informações que você reuniu até aqui, foque seus esforços em procurar uma instituição que ofereça uma ótima infraestrutura e cujos cursos sejam aprovados pelo MEC. Liste as opções viáveis e busque conhecer cada instituição segundo critérios como grade curricular do curso desejado e corpo docente. Tenha em mente que, quanto mais alto for o grau de qualificação dos professores (mestrado, doutorado e especialização), melhor.

Lembre-se ainda de que há basicamente 2 modalidades de ensino disponíveis atualmente no mercado  — presencial e a distância  —, assim como habilitações como bacharelado e licenciatura, e não se confunda entre ensino técnico e tecnólogo.

A instituição é flexível? Escolha a que melhor se adequar a seus objetivos e cotidiano!

7. Elabore um plano de carreira

Chegamos à etapa do plano de carreira! Elaborá-lo nada mais é do que estabelecer um objetivo profissional norteado pela pergunta onde quero chegar em minha profissão? e traçar os caminhos que tornarão possível alcançá-lo.

A partir do momento em que você estabelece seu destino final, fica mais fácil perceber o que você precisa fazer a chegar até ele. Se você decidiu cursar Pedagogia, por exemplo, fique atento às possibilidades de especialização dentro do curso e às oportunidades de estágio na área desejada. Engaje-se em atividades de pesquisa e trabalhos de campo, adquira experiência, converse com seus professores, exponha seu plano de ação e peça feedbacks.

8. Faça contato com profissionais já estabelecidos no mercado

Outra iniciativa que pode ajudar a clarear suas ideias sobre o mercado de trabalho é entrar em contato com profissionais já estabelecidos. Essas pessoas já percorreram o caminho que você está começando a trilhar e poderão oferecer dicas e orientações valiosas sobre o dia a dia da profissão.

Não pense, entretanto, que a perspectiva desses indivíduos tem mais valor do que a sua, pois isso não é verdade. Acima de tudo, acredite em seus recursos e competências e siga o que você delineou em seu planejamento. Os insights fornecidos por quem já alcançou o sucesso profissional são luzes que clareiam a jornada, mas você possui a bússola interna!

9. Seja consciente ao escolher um curso de graduação

Em geral, as pessoas definem seu curso de graduação em etapas, mesmo sem perceber. É muito raro que alguém sofra uma epifania e decida de uma vez.

A escolha da profissão que você irá seguir precisa ser feita com cautela, depois de pesquisa e muita reflexão. É planejando com calma, levando em consideração os distintos aspectos de sua personalidade e de seu cotidiano, que você tomará uma decisão consciente e se sentirá realizado.

Sentiu-se inspirado para pesquisar e escolher o curso de graduação ideal para você? Então siga nossa página no Facebook e fique por dentro de nossas novidades e atualizações em primeira mão!



Nosso App

Nossas Redes Sociais