Aprenda a acelerar seu fluxo de leitura e estudar de qualquer lugar

  • 13/jun/2017

Aprenda a acelerar seu fluxo de leitura e estudar de qualquer lugar

Por mais que a tecnologia tenha diversificado os meios de aprendizagem, o bom e velho texto continua sendo a fonte de muitas informações indispensáveis. Para aproveitá-lo melhor e ter um bom rendimento nos estudos, é importante acelerar o fluxo de leitura. Você sabe como fazer isso?

Se a sua resposta é não, saiba que essa é a realidade da maioria das pessoas. Porém, ela não precisa ser a sua. Por isso, separamos 9 dicas infalíveis para quem quer se tornar um leitor mais rápido e eficiente e estudar em qualquer lugar. Preparado para começar?

1. Estabeleça prioridades

Como em outros aspectos da vida, o sucesso nos estudos será muito maior se usarmos a nossa capacidade de estabelecer prioridades, inclusive quando se trata de leitura.

Por isso, antes de ler um livro enorme ou um texto extenso, pergunte-se: “eu realmente preciso fazer isso”? Não é uma questão de preguiça, mas de saber que você tem um determinado tempo para estudar e aprender certos conceitos, e não deve desperdiçá-lo.

Portanto, antes de iniciar a leitura, analise o material. Veja se o assunto que você precisa está concentrado em alguns poucos capítulos ou subtítulos ou se realmente é necessário ler o material inteiro.

2. Faça o reconhecimento visual do texto

Sabia que você pode entender muita coisa sobre um texto mesmo antes de lê-lo? Isso é possível através do reconhecimento visual.

Trata-se daquela ação de “passar o olho” sobre uma página e identificar informações básicas como título, subtítulos, gráficos ou figuras que fazem parte dela. Essa olhada pode ser superficial, mas irá ajudá-lo principalmente a descartar fontes que não oferecem o que você precisa, poupando seu tempo.

Além disso, antes de iniciar a leitura completa, utilize o skimming e o scanning para identificar rapidamente as informações que você busca. Não sabe o que esses termos significam? Skimming e scanning são técnicas de leitura (para alguns, estratégias de pesquisa) que facilitam a localização de informações importantes que o leitor esteja procurando.

3. Poupe tempo com o scanning

O scanning é uma técnica que vai ajudá-lo a aumentar a velocidade da leitura. Ao utilizá-la, o leitor não precisa ler cada palavra para obter uma informação. Ele vai passar os olhos pelo texto como se fosse um scanner, de cima para baixo, procurando palavras-chave, frases ou ideias específicas.

Alguns recursos utilizados pelo autor podem tornar o scanning ainda mais fácil. Um bom exemplo são palavras em negrito, itálicos, fontes ou cores diferentes, além de marcadores e palavras como primeiro, segundo, próximo etc. Depois de escanear, é importante usar o skimming.

4. Encontre uma informação específica com o skimming

O skimming é utilizado com muita frequência por pessoas que têm muito material para ler e dispõem de pouco tempo para uma determinada tarefa. Ele permite que o leitor identifique rapidamente o sentido geral de um texto, isto é, sua ideia principal.

Portanto, ele é bastante utilizado por estudantes que precisam fazer aquele trabalho na última hora, estudar um conteúdo extenso para uma prova próxima ou se preparar para concursos em pouco tempo. A velocidade de leitura, com essa técnica, pode ser de três a quatro vezes mais rápida que a convencional!

Há diversas estratégias para fazer o skimming. Uma das mais comuns prevê os seguintes passos:

  1. Leia o primeiro parágrafo para entender do que o texto fala.

  2. Leia os subtítulos, ilustrações, cabeçalhos e outros organizadores, pois eles sintetizam as ideias principais de cada tópico.

  3. Termine lendo a conclusão do texto, pois ela fecha a ideia geral.

  4. Caso tenha restado alguma dúvida, revise os tópicos que não ficaram claros.

Outra opção é ler somente a primeira sentença de cada parágrafo, já que provavelmente o restante do bloco está ali para explicar essa ideia. Ela também é útil quando você está procurando uma informação específica.

O skimming é uma estratégia muito eficaz para quem quer encontrar datas, nomes, lugares ou determinados conceitos.

5. Pare de repetir as palavras enquanto lê

Muitas pessoas fazem isso de forma automática, sem nem mesmo perceber. Esse hábito, chamado subvocalização, se inicia ainda na infância, quando estávamos aprendendo a ler. Porém, uma grande quantidade de adultos continua fazendo isso ao longo da vida.

O grande problema é que existe uma grande diferença entre a velocidade da leitura, que mobiliza apenas os olhos, e o ritmo da fala. Por isso, quando pronunciamos as palavras que lemos, mesmo em voz muito baixa, processamos menos palavras por minuto, o que compromete a fluidez.

6. Resuma mentalmente cada capítulo

Tão importante quanto ler rápido é aprender o que foi lido. Por isso, ao terminar cada capítulo de um livro, faça um resumo mental de suas principais ideias, um parágrafo concentrando o que ele tem de mais importante.

Ao terminar o livro, é hora de rever. Passe por cada capítulo tentando se lembrar o que o autor abordou naquelas páginas. Isso vai contribuir para a assimilação e memorização.

7. Treine leitura dinâmica

As técnicas de leitura dinâmica podem ser um grande diferencial para o estudante. Ao dominá-las, ele vai conseguir ler um volume maior de conteúdo em um tempo reduzido.

Porém, para aprendê-las você vai precisar de tempo. Por isso, o ideal é investir cerca de 15 a 20 minutos diários para desenvolver as técnicas, e o restante do tempo para estudar o conteúdo.

Com algum treino, logo você verá os resultados positivos e conseguirá estudar um conteúdo cada vez mais extenso em menos tempo e sem sentir o cansaço mental tão frequente.

8. Pule as palavras pequenas

A linguagem é cheia de palavras pequeninas. São artigos, preposições, pronomes, verbos curtinhos, entre tantas outras. Se você treinar para isso, vai aprender a pulá-los durante a leitura, concentrando-se nas palavras principais e extraindo o significado do texto com a mesma eficiência.

9. Utilize um objeto para guiá-lo

Essa técnica, chamada meta guiding, ajuda a determinar a velocidade de leitura e principalmente o foco que damos a cada frase. Um exemplo clássico é usar a régua para sinalizar a linha que precisamos ler.

Ela diminui as chances de o leitor se distrair ou se perder no texto, além de ajudá-lo a tirar o foco das palavras individualmente e prestar atenção na frase como um todo. Isso contribui tanto para o aumento da velocidade quanto da compreensão.

E aí, gostou das nossas dicas para acelerar seu fluxo de leitura? Elas podem ser úteis para seus amigos também! Então o que acha de compartilhar em suas redes sociais? Temos certeza de que eles vão aproveitar!