Connect with us

Inicie Sua Carreira

Dia do Médico Veterinário: a importância de se reconhecer esse profissional

Dia do Médico Veterinário: descubra a origem da data e entenda como a Medicina Veterinária se tornou uma profissão essencial à vida em sociedade!

dia do médico veterinário
Tempo de Leitura: 4 minutos

Nove de setembro (09/09) foi o dia escolhido para celebrar o Dia do Médico Veterinário. Foi nessa data que o então Presidente da República Getúlio Vargas regulamentou a Medicina Veterinária como profissão, há quase 90 anos. Ou seja, já faz bastante tempo que trabalhar com animais é a vocação oficial de muita gente.

Mas o que nem todo mundo sabe é que o campo de atuação dos veterinários vai bem além do cuidado com nossos queridos pets. O ofício também tem enorme importância social, pois lida diretamente com questões de saúde pública e de preservação ecológica. Continue a leitura e compreenda o papel desse profissional!

Uma breve história sobre a Medicina Veterinária

A Medicina Veterinária está completando 87 anos como atividade profissional no Brasil. Foi em 9 de setembro de 1933, sob um decreto do governo Vargas, que a profissão se estabeleceu legalmente no país. Para homenagear esse marco, a data foi escolhida como o Dia do Médico Veterinário.

Pouco depois, em 1940, o diploma passou a ser obrigatório para o exercício da função, conforme regulamentação da Superintendência do Ensino Agrícola e Veterinário do Ministério da Agricultura, órgão responsável pela fiscalização da atividade em território brasileiro.

No entanto, antes mesmo do reconhecimento da Medicina Veterinária enquanto profissão, uma escola de Olinda (Pernambuco) já havia construído o primeiro hospital veterinário do país, em 1911. Trata-se da Escola São Bento, que, segundo registro do Conselho Federal de Medicina Veterinária, foi a primeira instituição a formar um profissional da área no Brasil.

Ainda de acordo com o Conselho, outras instituições pioneiras na formação de médicos veterinários são a Escola Veterinária do Exército (seis veterinários em 1917) e a Escola Superior de Agricultura e Medicina Veterinária (quatro veterinários, também em 1917). Esta última é a atual Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

A importância dos profissionais da área

Da primeira metade do século XIX para cá, a profissão veio evoluindo constantemente, de forma simultânea aos avanços científicos e tecnológicos, tornando-se, hoje, um dos ofícios mais requisitados por quem sonha em trabalhar com animais. Tanto é que existem diversos cursos reconhecidos na área, com excelentes avaliações do Ministério da Educação (MEC) e focados em fornecer uma formação ética e cidadã.

Para você entender melhor a importância da profissão, listamos, em seguida, os aspectos que fazem dos médicos veterinários profissionais indispensáveis para a sociedade.

Atuam no cuidado e salvamento de animais

Uma das principais funções da Medicina Veterinária é a prevenção e tratamento de doenças que atingem animais domésticos e silvestres. Durante a graduação, o estudante alia aulas teóricas e práticas na aprendizagem dos cuidados com a saúde, a alimentação e a reprodução animal. 

Para quem pretende se formar e ser dono do próprio negócio, fazer uma pós em gestão de clínica veterinária é um caminho muito interessante.

Já quem prefere lidar com espécies silvestres, a frente de trabalho está mais relacionada ao setor público, na preservação ambiental e ecológica, de modo a garantir a qualidade de vida dos animais em seu hábitat natural. 

Inclusive, também existem pós-graduações para quem deseja se especializar na reabilitação e salvamento de espécies em cativeiro, as quais serão devolvidas à natureza.

Assumem diversas funções prioritárias

Embora seja comum a gente associar o papel do médico veterinário às consultas de rotina dos nossos bichinhos de estimação, o escopo de trabalho desse profissional é bem mais amplo. 

Além das clínicas e consultórios para cuidar dos animais domésticos, os veterinários atuam fortemente na vigilância sanitária, na produção e inspeção de insumos alimentícios para animais e em laboratórios de pesquisa científica no ramo.

A Medicina Veterinária relaciona-se, ainda, com as indústrias de alimento que utilizam animais como matéria-prima, as quais necessitam de um veterinário em seu quadro de funcionários para supervisionar a cadeia produtiva. Nesse ramo, o profissional fica responsável pela questão da higiene e do controle de saúde das espécies.

Contribuem para a manutenção da saúde pública

O papel dos veterinários também é indispensável no que diz respeito à saúde pública. As frentes de atuação nesse segmento abrangem vigilância sanitária, vigilância epidemiológica e vigilância ambiental, assim como programas educativos das Secretarias de Saúde, visando manter o bem-estar e a qualidade de vida da população.

Um bom exemplo desse tipo de atuação são os programas de prevenção na pandemia da Covid-19, baseados na pesquisa científica sobre as doenças de animais silvestres que podem ser transmitidas ao ser humano. 

Nesse sentido, os médicos veterinários têm trabalhado na investigação de infecções pontuais em alguns espécimes, além de atuar nas pesquisas para descobertas de fármacos e produção de vacinas.

A capacitação do bom médico veterinário

Lendo até aqui, você, com certeza, já percebeu que a Medicina Veterinária é uma profissão de extrema responsabilidade social, principalmente para quem atua no setor público. Além de ser um ofício imprescindível para a sobrevivência de muitas espécies, esse trabalho promove a saúde pública por meio de uma série de ações educativas e preventivas.

Também falamos das pesquisas científicas, que são cruciais para os avanços do setor, trazendo resultados que afetam diretamente a qualidade de vida da população. 

Assumir todas essas funções demanda uma formação sólida e muito rigorosa, de modo que os profissionais possam atuar conforme os parâmetros éticos da área. Nessas horas, ter uma especialização no currículo mostra que você está bem preparado.

Uma aprendizagem cidadã faz toda a diferença no dia a dia dos médicos veterinários, permitindo que eles avaliem cada situação com um olhar crítico e sempre voltado para o bem-estar coletivo. Isso contribui para uma relação harmoniosa entre o homem e os animais, sejam eles domésticos ou silvestres.

Então, se você está pensando em se especializar em Medicina Veterinária, o primeiro passo é contar com uma instituição de ensino renomada e que disponha de um corpo docente devidamente preparado para formar profissionais com as competências valorizadas pelo mercado.

Somente com uma boa vivência acadêmica, os especialistas em Medicina Veterinária estarão capacitados para atuar em diversos setores da sociedade, defendendo a causa animal e promovendo mais saúde e qualidade de vida tanto para os bichos quanto para o ser humano. 

Assim, o reconhecimento e a valorização profissional não virão somente no Dia do Médico Veterinário, mas diariamente, em sua rotina de trabalho!

Gostou do artigo? Aproveite que está aqui e assine nossa newsletter para receber mais conteúdos como este em primeira mão!

Carreira de gestor

Comentários

QUER SABER SOBRE OS MAIS DE 1.800 CURSOS A DISTÂNCIA?

Saiba mais sobre os cursos de Pós-Graduação EAD

Saiba mais sobre os cursos de Graduação EAD


unyleya.edu.br
Guia completo para escolher o curso e a faculdade ideais sidebar

Copyright Unyleya ©. Todos os direitos reservados.