Conheça os 4 principais tipos de perfis profissionais

  • 29/jul/2019

Conheça os 4 principais tipos de perfis profissionais

Todo indivíduo apresenta características próprias que, em conjunto, compõem o seu perfil. Aqui, pegue como exemplo aquele amigo extrovertido, aquele colega de trabalho líder nato ou aquele parente mais observador. Pense até mesmo em você e em seus traços mais marcantes. Já em um contexto corporativo, é possível observar também a mesma situação: existem diferentes tipos de perfis profissionais — cada qual com seus atributos. 

E você, já sabe em qual deles se encaixa? Não se preocupe: temos as respostas no post! Continue conosco para conhecer os tipos de perfis profissionais e por que eles são de grande peso na construção de uma carreira de sucesso e até mesmo na escolha de um curso de graduação. 

O que são perfis profissionais?

Os tipos de perfis profissionais estão diretamente ligados ao comportamento dos colaboradores diante de situações do cotidiano de trabalho. Eles podem ser determinados tanto por competências técnicas, quanto por habilidades e traços de personalidade, que interferem de forma ativa em sua postura.

O que queremos dizer com isso é que cada pessoa tende a reagir de maneira diferente a certos fatores, a depender de sua personalidade. Alguns profissionais, por exemplo, têm sua produtividade afetada quando passam por situações de pressão, já que preferem fazer tudo com calma e antecedência. Já outros são capazes de produzir ainda mais diante dessas circunstâncias, pois a encaram como um estímulo. 

É importante destacar, aqui, que não estamos falando só de características “natas”. Pelo contrário: é perfeitamente possível que um profissional molde seu perfil de acordo com as demandas da área, visando se adequar às especificidades de suas funções. Para conquistar posições de liderança, por exemplo, é preciso trabalhar algumas habilidades essenciais aos cargos C-Level, como proatividade, boa comunicação, entre outras. 

Por que analisá-los é importante?

Para a empresa

Conhecer os tipos de perfis profissionais otimiza processos de recrutamento, facilita a retenção de talentos e permite a criação de estratégias de melhorias não só para o ambiente empresarial, como também para os resultados corporativos. No entanto, mesmo com tantos benefícios, a importância desse entendimento é, muitas vezes, ainda subestimada. 

Reforçar essa questão é importante, porque, somente ao identificar os tipos de perfis profissionais, é possível compreender a contribuição de cada membro dos times de trabalho para a organização e verificar se os colaboradores estão sendo bem aproveitados em suas posições.

Muitas vezes, aquele funcionário que não produz bons resultados em determinado setor — especialmente quando se sente desmotivado e/ou não tem o perfil profissional ideal para a função — pode ser a peça-chave para que outro segmento da empresa alcance as suas metas com excelência. 

Sendo assim, podemos afirmar que um dos segredos para montar equipes de alta performance é justamente ter o conhecimento dos tipos de perfis profissionais. Diversos mecanismos podem ser utilizados para isso, como dinâmicas, pesquisas qualitativas ou até mesmo análises terceirizadas. 

Para o profissional

Essa análise também é de grande valor para o próprio profissional, já que ajuda no entendimento de seus comportamentos e permite que ele trabalhe continuamente os pontos em que precisa melhorar, caso necessário. Além disso, permite que ele faça escolhas mais acertadas durante a busca por um curso superior. 

Isso é possível porque cada área tem, de uma forma ou outra, um tipo desejado de perfil profissional — cujas características agregam positivamente à atuação. Compreender isso de antemão ajuda o indivíduo a não se frustrar diante de suas escolhas e a optar pela graduação mais alinhada ao que deseja para a sua vida profissional. 

Quais são os principais tipos de perfis profissionais?

1. Planejadores

Você dificilmente encontrará um profissional desse perfil em pânico. Como ele tem o hábito de planejar tudo com bastante organização, já entende as consequências de cada ação. Também tem um alto grau de conservadorismo no trabalho, ou seja, gosta da rotina e não a troca por nada, mantendo um bom ritmo na execução de suas tarefas. 

Profissionais desse tipo costumam se dar bem em trabalhos em equipe, pois prezam pela boa convivência e gostam de ajudar outras pessoas. No entanto, não são muito otimistas e têm medo de que as coisas saiam de seu controle — isso, para eles, é extremamente difícil de lidar. São completamente o oposto dos executores, sobre os quais falaremos a seguir. 

2. Executores

Autoconfiança: esse é um dos principais traços dos profissionais executores. Eles têm um grande senso de competitividade e gostam de obstáculos, visto que acreditam que sempre encontrarão formas de driblá-los. Por isso, são peças-chave para colocar novas ideias em prática, já que estão dispostos a assumir riscos para o bem dos resultados. 

Esse tipo de colaborador, no entanto, precisa de liberdade de ação para testar possibilidades e fazer o que deseja, afinal, ele realmente tem sede de fazer acontecer — o que pode ser extremamente bom para as empresas. Por outro lado, ele sente dificuldade em seguir regras e dificilmente desiste, mesmo quando essa é a ordem. 

3. Analistas

Os profissionais de perfil analítico têm como características marcantes o raciocínio lógico e a capacidade de analisar bem cada situação antes de agir, tendo como base pesquisas, comparações, dados quantitativos etc. Eles são geralmente muito detalhistas e preocupados com as consequências de suas ações. 

Como são mais adaptados a rotinas, ou seja, não têm problema em executar os mesmos processos todos os dias, apresentam dificuldades em lidar com mudanças repentinas, sobretudo em relação àqueles procedimentos com os quais já estão acostumados.

Eles preferem a certeza e a estabilidade, demonstrando certa resistência à inovação. Por outro lado, não costumam lidar bem com feedbacks negativos, já que são bastante perfeccionistas.

4. Comunicadores

Os profissionais comunicadores são verdadeiros agentes de motivação dentro das empresas. Além do alto poder de persuasão — que ajuda a incentivar os colegas a cumprirem com os objetivos do time —, eles têm como características principais o otimismo, a empatia e o carisma. 

Eles mantêm relacionamentos positivos com os colegas e costumam ser bons mediadores de conflitos, já que desejam o bem de todas as partes. No entanto, acabam pecando um pouco quando o assunto é planejamento e análise para execução de processos. Como são altamente otimistas, tendem a acreditar que tudo é viável. 

Esses foram os 4 tipos de perfis profissionais e suas características mais marcantes. Conseguiu entender em qual deles você se encaixa? Independentemente de qual for o seu, lembre-se do quão fundamental é contar com essa informação para a condução da sua trajetória. Sendo assim, aperfeiçoe qualidades, desenvolva habilidades, trabalhe pontos fracos, escolha uma graduação e veja a sua carreira decolar!

E se nós falarmos para você que o perfil profissional é também um aspecto que deve constar no currículo? Aproveite que está aqui e veja como descrever o seu com eficácia!

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Nosso App

Nossas Redes Sociais