Redes de computadores: entenda o que são e conheça os principais tipos

  • 17/jun/2020

Redes de computadores: entenda o que são e conheça os principais tipos

Tempo de Leitura: 4 minutos

Estamos a todo momento rodeados de redes de computadores. A internet, as impressoras, os servidores de e-mail: esses são apenas alguns exemplos. Como você pode ver, a ideia de dispositivos conectados e trocando informações faz parte do nosso dia a dia. No mundo do trabalho, então, simplesmente não existe empresa ou indústria sem redes de computadores!

Por esse motivo, os profissionais especializados em projetar, instalar e prestar suporte nesses sistemas são cada vez mais procurados. Assim, o curso de Redes de Computadores proporciona uma o ingresso em uma profissão em alta e com mercado promissor em praticamente todos os segmentos. Continue a leitura e entenda mais sobre essa área!

Afinal, o que são redes de computadores?

Basicamente, as redes de computadores são conjuntos de dispositivos computacionais conectados em um mesmo sistema de comunicação, o que possibilita a troca de informações e recursos. Alguns dos exemplos mais comuns no nosso dia a dia são as redes locais (LAN), as redes pessoais de Bluetooth (PAN) e as redes de longas distâncias (WAN).

O que costumamos chamar de “internet” é o conceito geral de rede que abrange todos os computadores conectados no mundo. Com as redes de computadores, é possível consultar documentos e páginas compartilhadas, estabelecer comunicação — por e-mail ou videoconferência, por exemplo —, acessar aplicativos, replicar dados etc.

Quais são os principais tipos de redes de computadores?

Os diversos tipos de redes se diferenciam basicamente pelo tipo de equipamento que conectam e a distância de cobertura. As empresas determinam o tipo de rede que usarão conforme as necessidades. Veja alguns deles:

  • PAN — a Personal Area Network (PAN), é a rede de alcance pessoal, como o Bluetooth de smartphones e smart TVs;
  • LAN — a Local Area Network (LAN) é um tipo de rede de curta distância, ou seja, local. Ela conecta dispositivos de em um mesmo ambiente, como uma residência ou um escritório;
  • CAN — a Campus Area Network (CAN) consegue conectar dispositivos em uma área maior, geralmente dentro de um mesmo complexo, como hospitais, shoppings e universidades;
  • MAN — a Metropolitan Area Network (MAN), por sua vez, é a rede metropolitana, que consegue conectar dispositivos entre unidades de uma empresa localizadas em um mesmo município ou em cidades vizinhas, por exemplo;
  • WAN — a Wide Area Network (WAN) conecta dispositivos localizados em longa distância, como países e até mesmo continentes;
  • VPN — a Virtual Private Network (VPN) é um tipo de rede privada, usada para que a navegação não possa ser feita em redes públicas, aumentando a segurança das informações trocadas, como aplicativos, portais empresariais restritos etc.
  • Wireless — por fim, também existem as versões sem fio dos diversos tipos de rede, por exemplo, WLAN, WWAN etc.

Por que trabalhar com redes de computadores?

O mercado das tecnologias da informação e comunicação (TICs) não para de crescer. Somente em 2020, a estimativa da IDC Brasil é que o setor tenha uma alta de 7,6% no ambiente corporativo – tendência que vem sendo observada nos últimos anos. O gerenciamento de redes em nuvem é o mercado que mais impulsiona esse crescimento.

Afinal, as redes de computadores estão na base da era digital que vivemos. E, nas empresas, transformação digital e produtividade são dois conceitos que andam juntos. Por isso, profissionais especializados em projetar redes cada vez mais eficientes e realizar a manutenção desses sistemas encontram um terreno fértil.

Alguns dos cargos associados à formação em redes de computadores são:

Powered by Rock Convert
  • gestor de redes — cria projetos de redes de computadores e gerencia a equipe de analistas e técnicos;
  • arquiteto de soluções — é responsável por avaliar e otimizar as estruturas de telecomunicações das empresas e a arquitetura de software;
  • analista de redes — monitora as redes de computadores, monitora os recursos e mantém os processos funcionando corretamente;
  • analista de segurança de redes — é especialista em segurança digital e trabalha desenvolvendo e implementando soluções de cibersegurança;
  • analista de suporte — é o técnico que presta suporte às redes de computadores, executa rotinas de manutenção, realiza backups, entre outros afazeres.

Os mais diversos setores comerciais e industriais absorvem profissionais de redes de computadores. Na indústria, aliás, a consolidação da Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) nos processos de produção faz com que profissionais especializados na integração de redes com inteligência artificial e bancos de dados sejam protagonistas da Indústria 4.0.

Como trabalhar com redes de computadores?

O primeiro passo para trabalhar nessa área é realizar um curso superior. A graduação é exigida nos processos de recrutamento, além de proporcionar todos os conhecimentos teóricos e técnicos que o estudante precisa para desempenhar suas atividades profissionais.

Essa área envolve quatro núcleos principais de conhecimento: Ciências Exatas de base, computação, eletrônica e gestão. Afinal, além de se sair muito bem com os dispositivos eletrônicos tanto em relação ao hardware quanto ao software, o profissional também precisa entender a relação entre as redes e os processos empresariais.

Por esse motivo, o Tecnólogo em Redes de Computadores traz disciplinas:

  • Matemática Básica;
  • Algoritmos e Lógica de Programação;
  • Arquitetura de Computadores;
  • Infraestrutura de Redes;
  • Segurança em Sistemas de Informação;
  • Protocolos e Serviço de Redes;
  • Aproximação ao Ambiente Profissional;
  • Governança de TI, entre outras.

Como é a graduação em redes de computadores?

Aqui na Faculdade Unyleya, a graduação em Redes de Computadores é um curso superior em tecnologia. Então, trata-se de uma formação focada no mercado de trabalho e com uma duração mais rápida do que um bacharelado. Em apenas 2 anos e meio, você terá o seu diploma em mãos e poderá ingressar nesse mercado promissor.

O curso é direcionado a estudantes que já concluíram o ensino médio e tem como principal objetivo gerar futuros profissionais capazes de projetar, instalar, integrar e gerenciar redes de computadores nos mais diversos segmentos. Além disso, a graduação funciona na modalidade de educação a distância (EAD), com vantagens como:

  • flexibilidade — você estuda quando e onde quiser;
  • custo-benefício — cursos EAD são, em geral, bem mais em conta do que os presenciais;
  • ótima formação — os cursos são coordenados e ministrados por docentes altamente capacitados, além de haver um sistema de ensino inovador e interativo;
  • desenvolvimento amplo — além de adquirir conhecimentos, a EAD impulsiona o desenvolvimento de habilidades como a autonomia, a disciplina e a gestão de tempo.

Enfim, como você viu, a área de redes de computadores é bastante promissora e tem uma alta empregabilidade. Afinal, não existe empresa sem redes nos dias de hoje: os mais diversos setores absorvem profissionais especializados nesses sistemas. Por isso, vale muito a pena investir na área!

Que tal conhecer mais sobre a EAD e começar sua faculdade? Baixe gratuitamente nosso material e descubra por que a educação a distância é sua melhor escolha!

[eBook] Tecnologia da InformaçãoPowered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você