UI, UX: entenda o que são essas áreas e como se capacitar

  • 17/ago/2018

UI, UX: entenda o que são essas áreas e como se capacitar

Nunca se focou tanto em experiência do cliente como nos dias de hoje. As empresas, percebendo a importância da melhor interação possível entre seu público e seus serviços/aplicativos, estão cada vez mais buscando profissionais capacitados em áreas como UI e UX. Mas, você já sabe do que se tratam esses campos? Entende exatamente o que fazem esses profissionais?

Para sanar as suas dúvidas e ainda mostrar a você como se tornar um profissional em UI/UX, preparamos este artigo completo. Vamos lá?

O que são as áreas de UI/UX?

UI e UX são áreas do design que, apesar de terem abordagens distintas, podem (e devem) ser utilizadas juntas para obter resultados ainda melhores. Abaixo, explicaremos separadamente cada uma:

UI

UI é a abreviação de “User Interface”, em inglês (algo que, em português, seria traduzido como interface do usuário).

Essa área do design é responsável pela parte visual de um projeto, ou seja, por dar aos sites, apps, redes sociais, programas, serviços e até mesmo produtos físicos, em alguns casos, a cara que eles têm para o público.

Em outras palavras, a área abrange tudo aquilo que é perceptível em alguma plataforma e colabora com a interação do usuário.

Isso significa, por exemplo, colocar um botão diferente em uma posição estratégica, escolher as cores e a tipografia a serem usadas na plataforma de modo coerente, garantir que as versões mobile e desktop sejam reconhecidas diferentes variantes de um mesmo serviço, entre outros aspectos.

Embora esses fatores possam parecer pequenos e até mesmo sem importância para quem não entende sobre o assunto, é fundamental ressaltar que são eles os responsáveis pela comunicação visual entre usuário e marca, fortalecendo assim a identidade visual dessa plataforma e tornando-a reconhecível.

Contudo, essas interações entre serviço e usuário vão além dos aspectos visuais. Tão importante quanto cuidar desse quesito “aparência” é focar na experiência do cliente, levando em conta fatores como facilidade de encontrar um produto/serviço na plataforma e confirmar o pagamento, por exemplo. É justamente aí que entra o UX. Entenda a seguir.

UX

UX, por sua vez, corresponde à abreviação de “User Experience” (ou experiência do usuário, em português).

Trata-se da área do design que vai além dos aspectos visuais de uma plataforma, garantindo que ela seja, de forma geral, simples, intuitiva e até mesmo interessante de ser utilizada pelo usuário.

Pode-se afirmar que o UX é a parte emocional do design, promovendo ao usuário uma interação amigável, satisfatória e capaz de gerar emoções e sentimentos.

Para isso, são abordadas todas as estratégias de desenvolvimento da plataforma (como já mencionamos, aplicativos, sites, redes sociais, programas, entre outras), como arquitetura da informação, usabilidade, layout, pesquisa do usuário, entre outras áreas que possam impactar essa experiência.

O que fazem os profissionais de UI/UX?

É, ainda, bastante comum que haja uma confusão quanto às funções dos profissionais de UI e UX. Embora ambos os cargos sejam diferentes, é preciso destacar que eles também têm uma série de exigências em comum.

O trabalho do designer de UI é guiar o usuário de forma simples e intuitiva na plataforma, recomendando uma ação específica e deixando claro o caminho mais fácil para a interação. Além disso, ele deve garantir que a identidade visual seja positiva e marcante para esse cliente. ​

Já o UX designer tem como papel trabalhar toda a jornada do usuário, arquitetura da informação e demais pontos de contato entre plataforma e público, cuidando muito bem dos elementos que afetam a experiência do cliente e que possam influenciar as suas percepções, emoções e comportamentos.

Nesse sentido, ele pode ser o responsável por auxiliar diretamente o SEO da plataforma, aumentar seus indicadores-chave da performance (KPIs, ou Key Performance Indicators) e, no caso de e-commerces, melhorar o número de vendas.

Por fim, tão fundamental quanto conhecer as funções desses profissionais é entender a importância do mercado de UI e UX no cenário atual.

A formação no campo é uma tendência e, como UI e UX devem sempre andar juntos para garantir a satisfação do usuário e a usabilidade da plataforma, é possível optar por capacitações que abranjam os dois. Entenda como a seguir.

Como se capacitar em UI/UX?

Para ser um profissional especialista nessa área de atuação, é preciso passar primeiramente por uma boa formação.

A pós-graduação EAD ofertada pela Faculdade Unyleya, por exemplo, é 100% online e tem como objetivo ampliar a oferta de formação acadêmica e profissional no campo do design de comunicação com ênfase em UI e UX — que, como citado, se trata de um mercado amplamente em alta. Outros de seus objetivos são:

  • apresentar as diferentes possibilidades de trabalho de um profissional de UI e UX, bem como as melhores técnicas e ferramentas a serem aplicadas em diferentes tipos de projeto;

  • apresentar as ferramentas e conceitos utilizados no processo de concepção e construção de uma experiência do usuário eficiente em plataformas digitais;

  • permitir ao aluno traduzir estratégias empresariais para os ambientes digitais;

  • capacitar os alunos nas competências necessárias para trabalhar em ambientes digitais (desktop, mobile etc.) focando em aspectos como usabilidade e experiência do usuário;

  • preparar os alunos com ferramentas tecnológicas e teóricas para avaliar uma solicitação em UI e UX.

Quanto ao público-alvo, ele é direcionado aos designers, webdesigners, arquitetos da informação, ergonomistas profissionais de informática, comunicação, jornalismo, publicidade e áreas afins.

Além disso, pode ser feito também por indivíduos capacitados na área de TI e que tenham interesse em compreender melhor o universo UI e UX.

Entre as disciplinas incluídas na grade curricular, estão:

  • arquitetura da informação;

  • princípios de UI;

  • princípios de UX;

  • design thinking;

  • design de interfaces;

  • gamificação.

Como foi possível entender, podemos concluir que UI design corresponde à interação entre usuário e interface visual e UX design é como essas interações trabalharão no cliente a experiência com a plataforma. Para se tornar um profissional nesses campos, é fundamental procurar por cursos ofertados por uma instituição de renome e com boa penetração no mercado.

Por falar nisso, que tal conhecer ainda mais sobre a pós-graduação EAD em UI/UX da Faculdade Unyleya? Confira a nossa grade curricular completa, tempo de duração, mensalidades e outras informações!

 



Nosso App

Nossas Redes Sociais