Connect with us

Dicas de Estudo

Comissão própria de avaliação: o que é e para que serve?

comissão própria de avaliação
Tempo de Leitura: 4 minutos

Na hora de escolher uma faculdade, você procura avaliar cada detalhe, a fim de optar pela instituição que tenha a melhor qualidade, certo? Nesse contexto, a comissão própria de avaliação (CPA) é um órgão que também tem papel importante, pois ajuda a definir e a melhorar essa faculdade, para que atenda justamente às expectativas dos alunos.

Neste post, saiba o que é essa comissão e quais são os seus objetivos. Veja também por que ela é importante e como a Unyleya se destaca nesse quesito. Boa leitura! 

Afinal, o que é uma comissão própria de avaliação? 

Proposta pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) e seguindo suas orientações, conforme a Lei n.º 10.861, de 14 de abril de 2004, a comissão própria de avaliação é o órgão responsável por avaliar a faculdade pública ou privada de forma interna; já que, externamente, esse papel é do MEC (Ministério da Educação).

Nesse caso, ela atua como um suporte à gestão, a fim de buscar a contínua evolução da instituição — tanto em aspectos acadêmicos quanto administrativos e pedagógicos. Por essa razão, deve ser formada igualmente com representantes de cada esfera da faculdade. Exemplos são:

  • coordenadores de curso; 
  • funcionários;
  • alunos; 
  • professores; 
  • administradores; 
  • membros da sociedade. 

Quais são os objetivos da comissão própria de avaliação? 

Agora que você sabe como ela funciona, é importante entender os objetivos da comissão própria de avaliação. A seguir, conheça os principais! 

Avaliar o desempenho da IES  

Uma das principais metas da CPA é avaliar o desempenho da IES como um todo. Por essa razão, conta com representantes variados de todos os setores da faculdade. Dessa forma, essa análise se dá por meio de certas etapas:

  • Preparação da CPA: a criação da comissão propriamente dita, com a seleção de representantes, definição de materiais, cronogramas e espaço para sua atuação;
  • Desenvolvimento da análise: por meio de reuniões e debates, estabelece-se as análises necessárias e os meios de realizá-las. Em seguida, inicia-se o processo de coleta de dados.
  • Finalização: quando as informações coletadas são analisadas e divulgadas, pode-se planejar ações futuras de correção e melhorias. 

Depois do cumprimento dessas etapas, é possível gerar relatórios que serão documentados, servindo para classificar a qualidade da faculdade perante o MEC, bem como reconhecer e renovar cursos de graduação e pós-graduação na instituição. 

Além disso, eles são a base para que a gestão tenha pleno conhecimento da faculdade, especialmente caso ela mude em determinada frequência. Assim, os novos reitores e administradores poderão acompanhar as transformações ao longo da história da instituição e prever cenários e oportunidades.

Elaborar metodologias de avaliação  

Na etapa de desenvolvimento, devem ser decididos os métodos de avaliação de cada aspecto da faculdade. Por isso, a CPA decide as metodologias a serem utilizadas, como questionários a serem aplicados entre as pessoas da instituição.

Ela será também responsável por analisar os dados e registrá-los depois. Por fim, a CPA tem o importante papel de incentivar a participação da comunidade, tanto nas pesquisas quanto para formar parte da própria comissão.

Validar pesquisas  

Essa etapa exige muita atenção da comissão própria de avaliação. A validação das pesquisas segue o método de análise aprovado, e é realizada quando o cronograma de coleta é cumprido. Nesse caso, é preciso evitar a manipulação de informações, bem como a interpretação errônea do que foi coletado. 

Assim, busca-se implantar um cenário o mais justo possível. A partir disso, no futuro, os devidos recursos são corretamente destinados a cada departamento, para que sejam melhorados. O resultado é uma instituição de qualidade superior.

Realizar reuniões com representantes 

A CPA não define tarefas a cada pessoa e torna a se reunir apenas uma vez depois de formada. Pelo contrário, suas reuniões com representantes devem ser contínuas, a fim de acompanhar o processo de avaliação, resolver possíveis pendências e propor o engajamento da comunidade acadêmica, bem como dar seguimento nas ações necessárias. 

Por que a comissão de avaliação é importante? 

Como a comissão própria de avaliação conhece bem a faculdade e pode avaliá-la em todos os seus aspectos, é possível identificar um cenário preciso da instituição. Com isso, pontos fracos e fortes são detectados, o que indica à gestão o que está dando certo, o que precisa ser corrigido e quais são as oportunidades de melhorar. 

Dessa forma, fica mais fácil propor novas aplicações pedagógicas, mudanças nos cursos, novos investimentos, entre outros. Além disso, a CPA funciona como um ponto de união para diferentes esferas que formam a faculdade: o setor administrativo, os docentes e os discentes. 

Sendo assim, é possível incentivar um verdadeiro senso de cidadania, em que cada esfera se preocupe com suas necessidades e entenda a dos outros. O resultado? Um ambiente mais harmônico e que funcione em conjunto.

Como a Unyleya se destaca na avaliação? 

Criada em 2006, a Unyleya tem DNA digital e, desde essa época, se prepara, com constantes melhorias, visando oferecer o melhor em graduação e pós-graduação, a fim de atender os mais de 300 mil alunos, que já passaram pelos 1.800 cursos nas duas modalidades. 

Para isso e como parte da missão da Unyleya, a comissão própria de avaliação detecta necessidades dos alunos e promove melhorias por meio de ações como: 

  • acompanhamento do sucesso profissional dos alunos
  • avaliação dos ingressantes por meio dos perfis dos cursos, indicadores socioeconômicos e aprendizado; 
  • avaliação constante do currículo, mediante a identificação dos requisitos e das necessidades de mercado. 

Assim, é possível aplicar constantes inovações curriculares, metodológicas e de gestão. Por isso, a Unyleya se tornou uma referência em EAD, com foco na inovação, cidadania e transformação social. 

Para avaliar uma faculdade pública ou privada, o MEC analisa vários critérios. Porém, ele não é o único órgão a atuar. Afinal, nada melhor do que uma análise interna, que possa acompanhar de perto as mudanças solicitadas e implementadas na instituição.

Assim, a comissão própria de avaliação foi estipulada com o objetivo de ouvir todos os setores da faculdade, analisar os dados coletados, divulgá-los e propor mudanças reais, que impactam a vida dos alunos — como acontece na Unyleya. 

Quer encontrar o curso de graduação ideal e ter a certeza de que ele será constantemente melhorado? Conheça a Unyleya

Comentários

QUER SABER SOBRE OS MAIS DE 1.800 CURSOS A DISTÂNCIA?

Saiba mais sobre os cursos de Pós-Graduação EAD

Saiba mais sobre os cursos de Graduação EAD


unyleya.edu.br

Copyright Unyleya ©. Todos os direitos reservados.