Quer aprender a programar? Estas 8 dicas vão ajudar você!

  • 30/jul/2020

Quer aprender a programar? Estas 8 dicas vão ajudar você!

Powered by Rock Convert
Carreira de gestorPowered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Tempo de Leitura: 4 minutos

Por conta de um mercado cada vez mais exigente, o desenvolvimento profissional passa a ser uma parte determinante na carreira de nossos leitores. Sendo assim, aproveitamos o momento para elaborar este post especial sobre o tema, elencando as melhores dicas para quem deseja aprender a programar.

Afinal, essa será uma das competências mais requisitadas no futuro do mercado de trabalho, sendo uma qualidade fundamental na contratação de candidatos estratégicos em certas empresas. Portanto, não perca a oportunidade de ampliar o seu leque de ferramentas, aprendendo mais sobre o tema. Vamos lá!

A importância da programação no mercado de trabalho

Como o próprio passado nos ensina, a tecnologia é uma das coisas mais irrefreáveis na história da humanidade. Afinal, o nosso constante desejo e a necessidade por melhores soluções, mais baratas, eficazes e práticas segue sendo um combustível sem fim em direção ao novo.

Inclusive, é justamente esse sentimento que move os segmentos econômicos para a digitalização de todas as interfaces. É nesse momento que uma reflexão ganha espaço na cabeça das pessoas: mas quem está por trás do desenvolvimento dessas plataformas com as quais interagimos todos os dias?

Afinal, vivemos na era dos softwares, com sistemas para todos os lados — no monitoramento de circuito de câmeras, no aplicativo bancário, no caixa do mercado, no site de anúncios, na EAD e em qualquer outro lugar que você possa imaginar. Isso é um fato: vivemos em uma era dominada pela tecnologia da informação.

Essa é uma excelente notícia para quem deseja aprender a programar! A onipresença desses sistemas indica uma demanda crescente pela modernização digital e informática dos ambientes de trabalho. Também indica um aumento proporcional na necessidade por programadores especializados.

As 8 melhores dicas para aprender a programar

Por conta de tudo isso, este post é destinado a você, que até pode estar inserido em uma área da tecnologia, mas que ainda não tem o conjunto de habilidades necessárias para ocupar uma vaga de programação. Portanto, venha com a gente e descubra as melhores dicas para iniciar essa virada em sua carreira!

1. Escolha uma linguagem introdutória

A programação pode render retornos de alta escala, com o lançamento de algo que faça a diferença na vida das pessoas. No entanto, inicialmente, é importante manter uma mentalidade sólida e curiosa, evitando que essas expectativas atrapalhem sua jornada de aprendizado.

Por isso, nossa primeira recomendação é para que você escolha uma linguagem simples, com uma bibliografia menor e mais rápida de ser dominada. Desse modo, no médio prazo, a curva de aprendizado acontecerá de maneira mais consistente, estimulando sua persistência no tema.

As principais recomendações são:

  • Python: bastante rudimentar, mas absolutamente simples e muito utilizada nos meios acadêmicos na estruturação de modelos matemáticos;
  • C e C++: com sintaxe e lógica bastante fáceis, são linguagens boas para quem está iniciando, além de serem continuamente aplicadas no desenvolvimento de softwares de computador;
  • Dart: apesar de menos conhecida, a Dart foi adotada pelo Google na instrumentalização do Flutter, um meio de programar apps para Android, iOS e Web a partir de um único código.

2. Aprenda sobre a lógica da linguagem escolhida

Em termos gerais, a ciência da computação é um campo fascinante. Entre as suas principais disciplinas e conceitos, destacamos a lógica de programação, que treina os aprendizes a entenderem o mecanismo de correlação entre causa e efeito de cada comando programado. Com toda a certeza, essa é uma parte que merece a sua atenção.

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

3. Faça todas as etapas

Independentemente de ser em uma graduação, em um curso rápido ou em uma pós EAD, é fundamental respeitar o compasso da grade disciplinar. Nesse sentido, pular etapas é uma das maneiras mais fáceis de prejudicar seu aprendizado, pois você deixa uma lacuna em suas noções sobre o tema, dificultando a progressão na matéria.

4. Pesquise e leia livros sobre a linguagem escolhida

Sim, tem tudo na internet! Hoje você pode aprender com uma série de vídeos e diversos meios. No entanto, sempre existirão aqueles conceitos mais profundos que exigirão uma pesquisa acadêmica, voltada à hard science por trás de determinado dilema.

Por isso, é importante conciliar o estudo online com os livros sobre o tema e a linguagem escolhida. Assim, você garante que está aprendendo a partir de um grande número de fontes e alimentando seu aprendizado com pontos de vistas de vários professores diferentes.

5. Quando errar, não desanime

Errar pode ser frustrante e entendemos isso. No entanto, é importante não deixar que essa sensação domine você. Afinal, a programação é um campo completamente inédito para a sua percepção, por isso é perfeitamente normal se sentir intimidado por tanta coisa nova.

Por isso, entenda: errar é absolutamente comum quando você não sabe nada sobre o assunto, e até para quem sabe. O importante nessas horas é reconhecer o erro e engatilhar sua curiosidade para descobrir a falha e o que pode ser feito para melhorar. Enfim, aprender a programar é uma soma de curiosidade e persistência.

6. Pratique diariamente

Como toda nova habilidade, a programação precisa ser treinada. Não adianta assistir aulas duas vezes por semana e ficar triste porque não saiu do lugar. É importante estar em contato com a linguagem diariamente, mas não apenas de maneira passiva, e sim ativa.

Sendo assim, não basta apenas assistir à aula, é importante programar também. Para isso, você pode recorrer à repetição de exercícios, estimulando sua memória a atribuir o significado correto a cada comando. Faça isso sem precisar rever a aula para lembrar a correlação, a ordem e a necessidade de cada solução programada.

7. Busque uma especialização

Com o tempo, é interessante aprofundar o conhecimento em uma área bem segmentada, aumentando sua relevância no mercado de trabalho. Para isso, você pode ingressar em um novo curso na área de tecnologia, aprimorando suas noções acadêmicas e profissionais.

8. Fique antenado às tendências

Tecnologia e inovação são conceitos quase sinônimos. Por isso, é importante seguir antenado às novidades e às exigências do mercado, sabendo os requisitos que poderão ser necessários para o seu próximo grande passo. Aqui, falamos especialmente da internacionalização de sua carreira, uma vez que o cenário exterior oferece uma demanda crescente de novas vagas e serviços.

Para encerrar, também recomendamos que você confira o nosso artigo especial sobre a relação entre EAD e mercado de trabalho. Como perceberá nesse conteúdo, a educação a distância será uma ferramenta cada vez mais importante e funcional na ampliação do ensino por meio da tecnologia.

Agora que já conhece as melhores dicas para aprender a programar, aproveite o momento para seguir nossas páginas nas redes sociais, recebendo atualizações a cada novidade sobre a sua área. Estamos no Facebook, no Instagram, no LinkedIn e no Twitter!

Powered by Rock Convert

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você