Bacharelado em Ciências Contábeis: 6 principais áreas de atuação

  • 19/ago/2019

Bacharelado em Ciências Contábeis: 6 principais áreas de atuação

Cuidar das contas de uma empresa: esse é o principal papel do contador — profissional que cursou o bacharelado em Ciências Contábeis. Trata-se de uma figura essencial para qualquer negócio, independentemente do tamanho ou segmento, uma vez que é ela quem ficará na coordenação dos registros de compras, vendas, investimentos, aplicações, entre outros, utilizando seu know-how para administrar com precisão o patrimônio organizacional.

Se você está pensando em seguir carreira como contador, mas ainda tem dúvidas sobre como é a graduação em Ciências Contábeis ou quais são as possibilidades para o profissional formado, não se preocupe. Responderemos a esses questionamentos logo abaixo. Continue a leitura do post e confira!

Como é o bacharelado em Ciências Contábeis?

Com a duração média de 4 anos (ou 8 períodos), o Bacharelado em Ciências Contábeis é encontrado tanto na modalidade presencial quanto na EAD — esta última oferece ao aluno vantagens estratégicas como flexibilidade, possibilidade de estudar de acordo com o tempo disponível, melhor custo-benefício, entre outras. Ambas, no entanto, têm um único objetivo: formar profissionais da Contabilidade.

Por meio da graduação, os profissionais receberão o conhecimento necessário para ingressar no Conselho Regional de Contabilidade, sendo também devidamente atualizados

quanto às metodologias e práticas que estão em alta no mercado da área. Com a conclusão, os contadores estarão capacitados para atuar não só no campo gerencial, mas também em segmentos diversos, como auditoria, controladoria e perícia, entre outros.

Para tanto, a grade curricular do bacharelado em Ciências Contábeis é composta por disciplinas como:

  • Teoria Geral da Administração;
  • Estatística Básica;
  • Fundamentos da Contabilidade;
  • Fundamentos do Marketing;
  • Fundamentos de Direito;
  • Contabilidade Geral;
  • Matemática Financeira;
  • Orçamento e Planejamento Empresarial;
  • Normas Internacionais de Contabilidade (IFRS);
  • Legislação Trabalhista;
  • Administração Financeira;
  • Perícia Contábil e Arbitragem;
  • Controladoria Avançada;
  • Contabilidade Pública;
  • Auditoria e Compliance;
  • Comércio Exterior.

Quais são as áreas de atuação para o bacharel em Ciências Contábeis?

De acordo com o Conselho Federal de Contabilidade (CFC), há uma lei que obriga todas as entidades públicas e privadas, sem restrição de natureza ou porte, a realizarem a escrituração contábil — confirmando, assim, a veracidade de suas contas e transações. Esse é um dos motivos que fazem do contador um profissional amplamente visado pelos negócios.

Desde as micro e pequenas empresas até as gigantes multinacionais, todas precisam dos serviços de um contador, que pode atuar como contratado fixo ou prestar serviços de forma autônoma, a depender de seus objetivos e/ou preferências. A seguir, reunimos 5 das atuações do contador, ilustrando a pluralidade de possibilidades. Veja só:

1. Prestação de serviços

Como já dissemos, o profissional formado em Ciências Contábeis pode optar por trabalhar de forma autônoma, abrindo o seu próprio escritório e prestando serviços (como consultorias) para as organizações.

É interessante pontuar que nem todo negócio tem em seu quadro de funcionários um contador, mas que, por lei, todos esses empreendimentos precisam da atuação desse profissional.

Sendo assim, é interessante aproveitar a oportunidade para oferecer os seus serviços. Na verdade, não são só os negócios que precisam do conhecimento do contador: há muitas pessoas físicas que apresentam demandas por serviços do tipo, desde os mais complexos até os mais simples, como auxílio na declaração do Imposto de Renda. Portanto, trata-se de um campo promissor.

2. Auditoria

O contador que atua com auditoria é responsável por analisar as contas de uma organização, seja ela privada, seja ela uma instituição pública ou não governamental.

Cabe a ele conferir seus registros, dados e balanços para garantir que todos eles estão corretos, ou seja, que obedecem adequadamente aos princípios da Contabilidade.

É importante ressaltar que existem dois tipos de auditor: o externo e o interno. O primeiro é geralmente contratado quando há alguma necessidade de ordem superior (como a venda da empresa) e assume um papel mais investigativo.

Já o segundo trabalha para a empresa com foco na prevenção de contratempos, mantendo toda a Contabilidade organizacional nos trilhos.

3. Contabilidade gerencial

O bacharel em Ciências Contábeis encontra na Contabilidade gerencial um campo bastante estratégico e que nunca perderá o seu espaço, já que é extremamente necessário para o bom funcionamento de qualquer organização.

Aqui, ele fará o registro e a análise completa de todas as operações financeiras e patrimoniais do negócio. Com isso, serão gerados insights poderosos que guiam os processos de decisão por parte dos gestores.

4. Planejamento e controladoria

O contador que atua com planejamento e controladoria deve analisar as ações de diferentes áreas de uma mesma empresa para, assim, propor medidas estratégicas que visam o equilíbrio das contas e a manutenção da saúde financeira organizacional.

Trata-se de um caminho bastante interessante, já que oferece um plano de carreira favorável, com possibilidades de crescimento.

Nessa área, o contador começa como assistente contábil (fazendo sobretudo registros e relatórios), passa pelo cargo de analista e, finalmente, tem a oportunidade de se tornar um controller (ou gestor contábil).

Quando assume esta última posição, ele tem uma missão muito importante: a de utilizar as informações levantadas para favorecer o crescimento do negócio no futuro.

5. Perícia

O perito contábil é o contador que acompanha todas as operações financeiras de um negócio em busca de informações e dados que provem — ou não — erros e ilegalidades (como fraudes fiscais e patrimoniais). Trata-se de um campo em grande expansão, e cada vez mais cursos de Bacharelado em Ciências Contábeis vêm inserindo em suas grades disciplinas voltadas para essa área.

Mas não confunda o papel do perito contábil com o do auditor, já que ambos atuam em circunstâncias diferentes. O primeiro visa analisar toda a Contabilidade para obter sucesso em processos judiciais; enquanto o segundo atua, geralmente, em situações de cunho privado que não envolvem a Justiça.

6. Ensino

Se você gosta das Ciências Contábeis, mas tem o sonho de seguir carreira acadêmica, saiba desde já que é possível unir os dois mundos e ministrar aulas sobre a área em cursos técnicos, livres e/ou profissionalizantes.

Nesses casos, uma formação complementar (como em Pedagogia) ou uma especialização podem fazer toda a diferença. Já para atuar dando aulas no ensino superior, o contador precisará contar, no mínimo, com um diploma de mestrado.

Viu só como o bacharelado em Ciências Contábeis capacita o profissional para atuar em áreas diversas e de grande demanda? O melhor de tudo é que é possível aumentar os níveis de empregabilidade quando se opta por cursar a graduação em uma instituição de ensino de qualidade comprovada e renome no mercado — como a Faculdade Unyleya.

Sendo assim, o que está esperando para dar esse próximo passo? Entre em contato com nosso time agora mesmo e saiba mais sobre a formação!

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Nosso App

Nossas Redes Sociais