Fique por dentro de 5 tendências da contabilidade

  • 14/mar/2019

Fique por dentro de 5 tendências da contabilidade

Toda empresa precisa do suporte de um contador — independentemente do seu porte ou campo de atuação. No entanto, o que muita gente não sabe é que as atribuições desse profissional podem ir além das rotinas administrativas dos escritórios e departamentos financeiros.

Ao contrário do que parece, o segmento de Ciências Contábeis pode oferecer uma gama de possibilidades de trabalho com boa remuneração e grandes oportunidades de crescimento, garantindo a tão sonhada estabilidade financeira.

Ficou curioso e quer saber mais sobre o assunto? Então, vem conhecer as 9 áreas de atuação do profissional de Contabilidade e descubra qual delas combina mais com o seu perfil e os seus objetivos de carreira. Boa leitura!

Como ingressar na profissão?

Antes de listarmos as possibilidades de atuação do profissional de Contabilidade, é importante que você conheça os pré-requisitos necessários para ingressar na carreira e as habilitações exigidas pelas empresas e órgãos públicos para que você possa exercer a sua profissão na prática.

O primeiro passo é conquistar o seu diploma de graduação em Ciências Contábeis. Com uma duração média de 4 anos, o curso vai oferecer uma habilitação como bacharel que poderá abrir as primeiras portas do mundo profissional para você.

Nessa primeira fase da sua formação, você contará com disciplinas importantes ligadas às áreas de Administração, Direito, Matemática e Economia, além de adquirir conhecimentos específicos da Contabilidade que vão prepará-lo para conquistar bons estágios e futuras oportunidades de emprego.

No entanto, para crescer na carreira — e garantir o exercício de algumas atividades específicas —, além do diploma de graduação também é necessário que você obtenha um registro no Conselho Regional de Contabilidade (CRC) da região na qual pretende atuar.

Quais são as áreas de atuação da Contabilidade?

Agora que você já conhece quais são as habilitações necessárias ao exercício da profissão, vamos listar algumas das principais possibilidades de atuação profissional que os formados em Ciências Contábeis têm à sua escolha. Confira!

1. Contador em escritórios

Ingressar em um escritório de Contabilidade é um dos caminhos mais comuns seguidos pelos profissionais formados nessa área. Por isso, vamos começar falando justamente sobre as atribuições desse segmento da profissão.

Geralmente, o dia a dia de um contador nos escritórios envolve a realização de atividades como o lançamento de notas fiscais, o cálculo de impostos que devem ser pagos pelos clientes, o controle da receita das empresas atendidas, além do fornecimento de informações detalhadas sobre a saúde financeira das diversas companhias.

É uma rotina que exige habilidades grandes de concentração e organização para documentar e ordenar documentos importantes, no entanto, traz a possibilidade de atender empresas de setores diversificados, como hospitais, escolas, comércios, empresas de tecnologia da informação etc.

2. Analista financeiro

Também conhecido como analista contábil ou, ainda, analista de Contabilidade, o profissional que ocupa esse cargo tem a oportunidade de atuar em empresas de pequeno, médio e grande porte, atuando junto ao departamento de finanças da companhia, ou como profissional autônomo.

Em seu dia a dia de trabalho, o analista deverá ter o conhecimento integral do patrimônio da empresa, organizando todos os documentos e informações contábeis, além de exercer outras funções, como:

  • avaliar as demonstrações e os relatórios contábeis e financeiros da empresa;
  • estabelecer uma relação entre os lucros e prejuízos da companhia ao longo do ano;
  • ter controle de todos pagamentos e recebimentos;
  • preparar balanços, balancetes e relatórios contábeis;
  • acompanhar as autorias e fornecer as informações necessárias aos órgãos reguladores.

Todas essas atividades deverão ser reportadas diretamente à gerência de forma detalhada e, dessa forma, os diretores terão mais condições de tomar decisões corretas em relação a empréstimos, financiamentos bancários e compras de outros negócios.

3. Auditor contábil

Neste tópico, vamos falar sobre um dos segmentos mais buscados pelos profissionais das Ciências Contábeis: a área de auditoria. Nesse campo, o contador tem a função de analisar toda a situação financeira para atestar a veracidade dos lançamentos e identificar possíveis erros ou fraudes.

É um trabalho de extrema responsabilidade e que exige boas habilidades de organização e um olhar apurado para fazer um estudo detalhado e interpretar os dados de documentos, como registros e balanços da empresa para, assim, garantir a idoneidade do negócio.

Os profissionais que desejam se tornar auditores contábeis podem, ainda, escolher entre duas frentes diferenciadas: auditoria interna ou externa e, a seguir, você poderá saber mais sobre cada uma delas.

Auditoria interna

Como um colaborador da empresa, o auditor interno deve, primeiramente, atender aos objetivos da administração, buscando informações que permitam à organização aperfeiçoar seus controles internos e o cumprir as normas e políticas estabelecidas pela legislação que rege o segmento de mercado ao qual ela pertence.

Dessa forma, é função do contador contratado garantir que todos os procedimentos obrigatórios sejam devidamente cumpridos e registrados para evitar a ocorrência de erros que prejudiquem a avaliação positiva da empresa no processo de auditoria.

Auditoria externa

O auditor externo, ou independente, por sua vez, é chamado pela empresa para a realização de um trabalho pontual. Durante o período de contratação, o profissional deverá avaliar se a empresa está seguindo as normas exigidas pela legislação correspondente de forma correta, com transparência e confiabilidade.

No entanto, para exercer essa função, além do diploma de graduação em Ciências Contábeis, é importante destacar que o profissional deve ser aprovado no Exame de Qualificação Técnica oferecido pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

De forma geral, os resultados positivos da auditoria garantem a melhoria da imagem das empresas no mercado — tanto junto aos colaboradores e sócios quanto à frente do mercado e de possíveis investidores —, valorizando ainda mais o papel dos auditores e garantindo boas chances de crescimento.

4. Consultor financeiro

Atuar como consultor financeiro é mais uma das diversas possibilidades de carreira para o profissional formado em Ciências Contábeis e, nessa carreira, o contador pode ser contratado por uma empresa que desempenha atividades de consultoria empresarial ou pode atuar como autônomo.

Porém, nesse último caso, antes de investir no próprio negócio, é recomendado que o contador tenha em seu currículo cursos de especialização na área e adquira uma boa bagagem profissional, já que a sua experiência será um dos principais diferenciais para definir a sua credibilidade no mercado e abrir possibilidades para a contratação.

E, falando em especialização, é importante destacar, também, as diversas possibilidades de atuação que a área de consultoria contábil oferece, como você poderá conferir logo abaixo:

  • finanças;
  • tributos;
  • comércio exterior;
  • contabilidade internacional;
  • análise financeira, entre outros.

Após alguns anos de experiência e resultados apresentados, o consultor pode obter bons rendimentos e garantir a credulidade necessária no mercado para atender a empresas de grande porte que vão fornecer um bom diferencial ao seu portfólio de clientes.

5. Perito contábil

Além de representar um cargo de alta responsabilidade e valor, o trabalho do perito contábil é de extrema importância para a sociedade, uma vez que ele é o profissional responsável por comprovar o desvio ou a má utilização de recursos financeiros por empresas ou órgãos públicos.

Nesse aspecto, suas principais atribuições serão a análise de provas e o fornecimento das informações necessárias para subsidiar soluções de litígio. E, para isso, o perito poderá ser contratado por uma das empresas envolvidas em algum processo ou pela própria Justiça.

Muitas vezes, essa atividade poderá envolver a análise dos encargos financeiros contra bancos, condomínios, empréstimos, entre outros. Aqui, além do senso de organização que já citamos como habilidade necessária nos tópicos anteriores, é essencial que o profissional seja extremamente ético e transparente em todas as suas ações.

6. Cargos de gestão

Após adquirir algum tempo de experiência no mercado, os profissionais contábeis também podem se candidatar a funções gerenciais, que exigem conhecimentos mais avançados do dia a dia da profissão, além de habilidades de liderança e gestão de recursos e de pessoas.

Neste tópico, vamos listar algumas das possibilidades que a carreira em Contabilidade oferece aos profissionais que desejam alçar posições mais elevadas em suas empresas. Veja a seguir:

Gerente financeiro

Cargos de gerência, de modo geral, exigem do profissional o estabelecimento de uma relação de confiança, principalmente com os gestores de outros departamentos e os diretores da empresa.

No caso do gerente financeiro, essa máxima ganha ainda mais importância, uma vez que ele será o responsável por lidar com as questões contábeis da companhia e garantir que todas as contas — tanto receitas quanto despesas — se mantenham em dia.

Para isso, é importante que esse profissional da Contabilidade esteja sempre atualizado sobre assuntos como a legislação tributária e fiscal, conheça a relação de impostos a serem pagos e saiba também como explicar essas questões aos gestores de outras áreas da empresa.

E, como responsável por manter a saúde financeira da companhia, o gerente deve saber, ainda, como localizar falhas nos processos e encontrar formas de solucioná-las com eficiência e objetividade, analisar e interpretar relatórios contábeis, além de compreender benefícios fiscais e as suas aplicabilidades dentro do negócio.

Controller

O contador encarregado pela área de controladoria ocupa um cargo de alta responsabilidade, sendo responsável pela gestão financeira e tributária da empresa e por fornecer aos gestores e à diretoria informações importantes para auxiliá-los nos processos de tomada de decisão. Entre as principais funções desse profissional, podemos destacar:

  • planejamento orçamentário e monitoramento das movimentações financeiras da companhia;
  • elaboração de relatórios financeiros e acompanhamento de auditorias;
  • análise de custos e otimização do uso dos recursos;
  • auxílio contábil nos processos de admissão e desligamento de funcionários.

De forma geral, essas atribuições são essenciais para garantir o sucesso da empresa, mantendo não apenas as contas em dia, mas também garantindo que os diretores tomem decisões estratégicas capazes de garantir o crescimento do negócio com transparência e eficácia.

Para assumir uma posição como essa, é importante que o contador desenvolva boas habilidades de comunicação, organização, visão tática, além de investir no conhecimento de línguas estrangeiras e cursos superiores como mestrados, MBAs e pós-graduações que ampliem seus horizontes além da graduação.

Diretoria

O diretor de uma empresa está acima do gerente financeiro e do controller e, por isso, tem poder de decisão e argumentação junto aos demais diretores e o presidente da empresa.

Para chegar a essa função, o profissional precisa ter muita experiência no mercado, capacidade analítica e gerencial, ser fluente em uma língua estrangeira (geralmente inglês), além de estar preparado para assumir a responsabilidade legal em nome da companhia no caso de complicações com questões tributárias e fiscais.

Apesar dos riscos, no entanto, a função pode trazer diversos benefícios ao profissional, que vão de auxílios financeiros, bonificações e viagens, além de altas remunerações e boas oportunidades de destaque de acordo o porte e o ramo de atuação da empresa.

7. Profissional em órgãos públicos

Os órgãos governamentais também oferecem boas oportunidades aos profissionais da área contábil por meio de concursos públicos para diferentes instituições, como prefeituras, governos estaduais, Tribunal Regional do Trabalho, Tribunal de Contas, Ministério Público, entre outros.

Uma vez aprovado, o contador do setor público será responsável por atividades como manter as contas em dia, analisar os dados financeiros, fazer relatórios e ficar atento aos dados orçamentários e patrimoniais.

Em órgãos como o Tribunal de Contas, especificamente, o contador deverá analisar os relatórios de prefeituras e do Governo Estadual, a fim de controlar o uso do dinheiro público e alertar sobre fraudes e prejuízos aos cofres.

Aqui, o importante é que o profissional sempre cumpra com a legislação vigente e aja com transparência e honestidade, garantindo, assim, a sua permanência no cargo.

A vantagem de ser um funcionário público está na estabilidade profissional após os 3 anos de estágio probatório. Ou seja, o profissional não pode ser exonerado, exceto por motivos como improbidade administrativa ou danos ao patrimônio público. Contudo, o servidor não recebe o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) e tem mais dificuldade de negociar aumentos salariais.

8. Educador

Outra possibilidade de atuação do profissional formado em Ciências Contábeis é o ingresso no universo da educação. Ainda que o curso não ofereça uma habilitação em licenciatura, é possível dar aulas em cursos técnicos ou ministrar treinamentos aos funcionários de empresas contábeis.

É um segmento diferenciado se comparado ao dia a dia dos escritórios e corporações, mas que promete ser extremamente recompensador e dinâmico.

9. Empreendedor

Por fim, mas não menos importante, a carreira no mundo do empreendedorismo também é uma possibilidade que apresenta boas oportunidades de crescimento também na área da Contabilidade.

Nesse aspecto, o contador pode optar por abrir um escritório de Contabilidade e construir a sua própria cartela de clientes, ou prestar assessoria às empresas como profissional autônomo. Neste segundo caso, existem algumas carreiras — já citadas neste artigo, que permitem essa possibilidade, como:

  • analista financeiro e contábil;
  • auditor;
  • consultor;
  • perito contábil.

Mas, para ser bem-sucedido nessa empreitada como profissional autônomo, é preciso ter muita disciplina e organização para administrar não apenas as informações dos clientes, mas também os próprios horários, prazos e movimentações financeiras, como gastos e pagamentos.

Como você pôde perceber ao longo deste post, o profissional de Contabilidade pode atuar em diversos tipos de empresa — tanto as especialistas em assuntos contábeis quanto no departamento financeiro de companhias voltadas aos mais diferentes ramos de negócio — e também como autônomo, investindo no próprio negócio.

O importante para quem deseja se destacar, além da afinidade com os números e das habilidades de organização, é investir constantemente em sua formação e ficar de olho nas transformações do mercado para acompanhar todas as novas tendências da Contabilidade e atender às exigências do mundo corporativo atual.

E você, gostou de conhecer as áreas de atuação do profissional de Contabilidade e acredita que esse é o caminho ideal para o seu futuro profissional? Então, entre em contato conosco para saber mais sobre o curso e conheça os benefícios que a Faculdade Unyleya oferece para a sua formação superior!

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Nosso App

Nossas Redes Sociais