Engenharia de Estruturas em Concreto: saiba mais sobre a pós!

  • 11/mar/2020

Engenharia de Estruturas em Concreto: saiba mais sobre a pós!

Tempo de Leitura: 4 minutos

As construções cumprem um papel básico em nossa vida: abrigar. Além disso, grandes obras da construção civil são verdadeiros símbolos de uma sociedade, sobretudo em termos socioculturais e econômicos. É por isso que o setor das Engenharias está sempre em alta. A pós em Engenharia de Estruturas em Concreto, por exemplo, é uma das tendências de especialização no ramo.

Portanto, se você já pensou em fazer uma pós-graduação em Engenharia, saiba que se trata de uma escolha muito inteligente, considerando-se a demanda do mercado e as amplas possibilidades de atuação na área. Para você se convencer de vez da relevância desta pós, preparamos este post que explica em detalhes como funciona a especialização. Confira!

O que é Engenharia de Estruturas em Concreto?

Também conhecida como Engenharia Estrutural, a Engenharia de Estruturas em Concreto é um campo da Engenharia Civil que, como o próprio nome indica, se baseia no cálculo estrutural para edificar obras de grande porte. Normalmente, os profissionais especializados nesse ramo têm graduação em cursos de Engenharia (sobretudo a Civil) ou em demais cursos da área de Exatas, como físicos e matemáticos.

O que faz um engenheiro estrutural?

Em linhas gerais, esse profissional é responsável por elaborar projetos, realizar cálculos e dimensionamento de estruturas e adequar as obras às normas técnicas de segurança. A concepção de um bom projeto estrutural deve considerar a função básica da obra, priorizando-se os aspectos que a tornam segura e plenamente habitável.

A função dos cálculos estruturais é justamente evitar desconfortos que comprometeriam a estabilidade e/ou o conforto da construção, como deformações, ruídos e vibrações excessivas.

Também cabe ao engenheiro de Estruturas em Concreto otimizar a aplicabilidade dos materiais disponíveis para o projeto, sempre prezando pelo caráter sustentável das instalações e pelo melhor custo-benefício, seja em termos de execução, seja em termos de manutenção da obra. Em seguida, listamos as principais etapas de trabalho de um engenheiro com essa especialização.

Elaboração do projeto estrutural

Essa etapa consiste na representação do projeto estrutural da obra na planta arquitetônica. O trabalho é feito em softwares específicos de dimensionamento de estruturas, abrangendo todos os elementos da edificação.

Definição das cargas da estrutura

As chamadas cargas estruturais são todas as forças que atuam na estrutura da obra, como o peso dos materiais da edificação, a sobrecarga dos elementos suportados, a ação das intempéries climáticas, entre outros fatores pertinentes. Existem normas regulamentadoras específicas que fornecem os limites para cada carga em questão, de modo que cabe ao engenheiro estrutural responsabilizar-se pelo cumprimento dos níveis.

Cálculo dos esforços e deformações

Normalmente, essa etapa é feita de forma automatizada por meio de softwares característicos, o que torna o processo mais ágil e eficaz. Ao longo do dimensionamento do projeto, é comum que haja a necessidade de se propor diferentes combinações no cálculo das cargas atuantes na estrutura.

Dimensionamento dos elementos estruturais

Assim que as cargas são calculadas, inicia-se o processo de definição das dimensões dos demais elementos que vão constituir o projeto estrutural da obra. Nessa etapa, consideram-se todos os materiais em questão, como concreto, aço, madeira entre outros, e as propriedades de cada elemento.

Powered by Rock Convert

Detalhamento do projeto estrutural

O último passo, como o próprio nome indica, consiste em detalhar os desenhos de todos os componentes necessários no dimensionamento da estrutura, arrematando no projeto as atribuições de cada elemento.

Como está o mercado de trabalho para a área de Engenharia Estrutural?

Como dissemos no início do post, o mercado está sempre em alta para profissionais da Engenharia, considerando-se que a demanda para projetos na construção civil é sempre constante. No caso de engenheiros especialistas em Estruturas de Concreto, essa demanda é maior ainda, já que existem poucos profissionais que têm essa habilitação no currículo. As remunerações são excelentes mesmo para quem está em início de carreira, aumentando consideravelmente para engenheiros mais experientes.

Por que é importante se especializar?

Além de aprofundar os conhecimentos técnicos na área de interesse, a especialização permite que o profissional expanda suas possibilidades de atuação e torne-se uma referência no mercado, tendo em vista os diferenciais da formação. Especializar-se é importantíssimo também do ponto de vista da responsabilidade social das obras.

Afinal, o trabalho de um engenheiro de Estruturas em Concreto é complexo e extremamente criterioso, ou seja, não permite erros ou negligências. Diante dessa responsabilidade, ter uma formação continuada na área é imprescindível para assumir as funções com total capacitação e em conformidade com as normas de Segurança do Trabalho.

Saiba como é a pós em Engenharia de Estruturas em Concreto

O foco dessa pós-graduação é ampliar a compreensão e o domínio sobre os principais tipos de concreto e dimensionamento de estruturas, considerando-se implicações teóricas e metodológicas. Outro objetivo é analisar os fundamentos do setor, refletindo sobre os diferentes contextos históricos, econômicos e socioculturais que consolidaram a área, além de relacioná-los às demandas educacionais modernas.

Além disso, a pós-graduação em Engenharia de Estruturas em Concreto permite identificar e tratar as patologias que acometem as estruturas, além de desenvolver atividades de pesquisa relacionadas, a partir de uma visão crítica e com autonomia intelectual e espírito investigativo. Nesse sentido, a especialização permite atuar tanto no campo produtivo quanto no universo acadêmico.

O curso é 100% online e não exige o desenvolvimento de trabalho de conclusão. A metodologia é focada no aluno, que tem à sua disposição material didático em diversos formatos conforme suas preferências. O tutor acompanha e avalia os estudantes individualmente, contribuindo com as necessidades específicas de cada um. A carga horária total é de 400 horas e a grade curricular é composta pelos seguintes conteúdos:

  • Desenvolvimento Profissional;
  • Estruturas em Concreto Armado;
  • Estruturas em Concreto Pré-Moldado;
  • Estruturas em Concreto Protendido;
  • Estruturas em Concretos Especiais;
  • Fundações em Concreto;
  • Mecânica dos Sólidos;
  • Patologias nas Estruturas em Concreto;
  • Propriedades dos Materiais Sólidos.

Com essa leitura, já deu para perceber porque vale a pena investir na pós-graduação em Engenharia Estrutural, pois trata-se de um ramo em expansão e com poucos profissionais que sejam realmente capacitados para assumir funções de destaque.

O único cuidado, no entanto, deve ser quanto à escolha da instituição de ensino ideal para fazer o curso. Como estamos falando de uma profissão de grande responsabilidade, não dá para correr o risco de comprometer sua formação com um curso mal escolhido, certo? Portanto, avalie o histórico da instituição para ter certeza de que você terá um diploma reconhecido e valorizado no mercado.

Aproveite que está no clima e entre em contato conosco para conhecer melhor a pós em Engenharia de Estruturas em Concreto da Faculdade Unyleya!

Carreira de gestorPowered by Rock Convert

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você