Gestão de Recursos Humanos: da graduação ao mercado de trabalho

  • 26/jun/2020

Gestão de Recursos Humanos: da graduação ao mercado de trabalho

Tempo de Leitura: 7 minutos

Assim como acontece em diversas áreas, o mercado de Recursos Humanos tem passado por importantes transformações, e o profissional desse setor precisa estar atualizado em relação a isso. Ele tem por ofício a responsabilidade de administrar o quadro de colaboradores de uma instituição, é encarregado de elaborar e gerenciar os planos de carreira da organização, bem como os processos de recrutamento, seleção, avaliação e treinamento de pessoal.

Para isso, ele geralmente trabalha em conjunto dos gestores de cada setor para encontrar os colaboradores adequados às demandas da empresa. Além do mais, esse profissional deve ter um domínio completo sobre as técnicas de gestão de pessoas.

Para que você entenda mais sobre o profissional e o departamento de Recursos Humanos, desde a graduação até as suas possibilidades de atuação no mercado de trabalho, preparamos este artigo. Vamos lá?

Como é o curso de Gestão de Recursos Humanos?

Uma das chaves para o sucesso de qualquer empreendimento, independentemente do tamanho, é saber administrar bem o capital humano. Isso porque uma equipe de funcionários satisfeita, feliz e motivada a trabalhar certamente só tem a agregar para a organização, trazendo resultados cada vez melhores.

Tendo em mente essas informações, é natural que o gerenciamento de talentos tenha se tornando uma questão mais que importante para os mais diferentes perfis de empreendedores nos dias de hoje.

Com isso, cresceu a demanda por profissionais amplamente qualificados na gestão de Recursos Humanos, capazes de selecionar e recrutar os talentos mais adequados para cada função dentro da empresa e administrar com qualidade os times de colaboradores.

Como consequência, o ambiente de trabalho se torna mais produtivo, o clima organizacional atinge níveis satisfatórios e, é claro, os resultados positivos são impulsionados devido às melhorias.

As funções do profissional de Recursos Humanos

Para que tudo isso aconteça, é fundamental contar com um profissional formado em Gestão de Recursos Humanos, que executa um papel importante dentro do departamento pessoal de uma organização.

Em sua formação, esse profissional se torna capacitado para, além de gerenciar planos de carreira, cargos e salários, realizar funções como:

  • análise de estratégias institucionais;
  • elaboração de planos de recrutamento;
  • seleção e avaliação de talentos;
  • treinamento de pessoal;
  • implantação de programas voltados para o aumento da qualidade de vida dos colaboradores no ambiente de trabalho.

Além disso, a formação prepara o profissional para lidar com situações relacionadas às questões trabalhistas e às negociações sindicais, por isso a importância de optar por um curso completo e oferecido por uma instituição de qualidade.

O curso Tecnólogo de Gestão de Recursos Humanos

O curso Tecnólogo de Gestão de Recursos Humanos da Unyleya, por exemplo, tem como principal objetivo preparar os alunos para atuar adequadamente quanto às novas exigências e perspectivas do mercado de trabalho para o campo em questão.

Ele é formado por quatro módulos de capacitação específica, tendo a duração total de 2 anos. Ao longo da formação, são abordados temas como:

  • diversidade e cultura organizacional;
  • fundamentos de contabilidade;
  • fundamentos de marketing;
  • direito empresarial;
  • práticas de administração pessoal;
  • qualidade de vida e segurança no trabalho;
  • gestão de clima organizacional e tomada de decisão;
  • treinamento e desenvolvimento de pessoas;
  • sistemas de avaliação de desempenho e competências, entre outros.

Tudo isso é trabalhado por meio de uma metodologia dinâmica e inovadora, voltada para a formação em competências e conceitos, e complementada por atividades online disponibilizadas em um ambiente virtual de aprendizagem.

Como é o mercado de Recursos Humanos?

Em um ambiente de mercado que apresenta cada vez mais competitividade e exigência, a demanda por profissionais devidamente capacitados para executar uma gestão eficiente das equipes vem crescendo vertiginosamente, como já apontamos.

Para tanto, os profissionais de Gestão de Recursos Humanos são peças fundamentais para a formação de equipes de trabalho altamente competitivas, uma vez que são capazes de selecionar os melhores colaboradores.

Outro fator que aumenta a demanda por profissionais da área é a complexidade da legislação trabalhista brasileira. O curso Tecnólogo de Gestão de Recursos Humanos prepara profissionais para lidar com áreas como folha de pagamentos, cargos, salários e relacionamento com sindicatos.

Para aquelas empresas que constantemente contratam funcionários temporários, contar com um gestor de Recursos Humanos é definitivamente uma escolha viável, uma vez que ele será o responsável por executar o devido treinamento desse pessoal.

Onde os gestores de Recursos humanos têm trabalhado?

Tendo em vista esse contexto, companhias de grande porte e escritórios de consultoria são os maiores empregadores de profissionais do ramo, embora as micro, pequenas e médias empresas também recorram ao gestor de RH com frequência.

Como consequência do aumento das terceirizações, as vagas tendem a se deslocar para onde estão concentradas as empresas terceirizadas de diversos setores.

Nesse sentido, as cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro oferecem as melhores chances para o gestor de Recursos Humanos, sobretudo em empresas de grande porte e em escritórios de consultoria.

Contudo, o interior paulista também vem apresentando cada vez mais oportunidades relevantes, assim como as capitais da região Nordeste, onde a demanda por profissionais da área é também crescente.

Quais são as áreas de atuação?

Já em relação aos cargos a serem exercidos pelos profissionais de Gestão de Recursos Humanos, pode-se afirmar que alguns dos segmentos que contam atualmente com mais oportunidades são:

  • departamento pessoal;
  • treinamento e desenvolvimento;
  • recrutamento e seleção;
  • consultoria;
  • remuneração e benefícios.

Sobre esse último item, cabe ao profissional de Recursos Humanos cuidar do vale-alimentação, vale-refeição, vale-transporte, seguro de vida, seguro-saúde e demais benefícios.

Já em relação à consultoria, trata-se de uma possibilidade de atuação bastante popular no universo do RH atualmente.

Nesse caso, o profissional ajudará as empresas quanto ao processo de contratação de talentos, realizando entrevistas, aplicando provas e testes psicológicos, promovendo dinâmicas de grupo e utilizando métricas para avaliar o desempenho profissional.

Por fim, o profissional formado em Gestão de Recursos Humanos também pode atuar em Gestão Pessoal, focando no bem-estar do funcionário para que sua produtividade aumente.

Quais características um gestor de RH deve ter?

Hoje em dia, o perfil de um bom gestor de RH deve ir além da proatividade e reunir características que focam cada vez mais no campo estratégico e humano — esse último, abrangendo aspectos como a empatia e motivação, por exemplo. A seguir, detalhamos melhor esses conceitos.

Desenvolver uma boa comunicação

O gestor de RH é quem, entre outras tarefas, dá feedbacks e informa os colaboradores da empresa a respeito de demissões e promoções. Assim, é fundamental que esse profissional saiba se comunicar de maneira adequada.

Nesse sentido, não basta apenas gostar de se comunicar. É preciso desenvolver essa habilidade para que se possa transmitir ideias de maneira clara e direta, mesmo em equipes com os mais variados perfis de profissionais.

Ter visão estratégica

Uma visão estratégica é mais uma característica importante para o gestor de RH, uma vez que o profissional precisa lidar com a contratação de talentos, o custo das decisões relacionadas a isso e diversas outras demandas que geram impacto no negócio.

Dessa forma, fica claro que o gestor precisa não apenas conhecer a empresa e sua missão, mas também o mercado em que atua, identificando tendências e oportunidades para implementar as melhores soluções.

Saber gerenciar conflitos

Um ambiente de trabalho amigável e com um time engajado é fundamental para uma maior produtividade e o consequente sucesso do negócio.

Assim, ter a habilidade de gerenciar eventuais conflitos entre equipes passa a ser uma característica fundamental para um bom gestor de RH. Encarar momentos como esses e contar com a inteligência emocional é essencial para se sair bem em cenários desse tipo e garantir um bom clima organizacional.

Gerenciar bem o tempo

É natural que profissionais precisem cumprir horários ou prazos de entrega. Entretanto, no caso de um gestor de RH, é possível que ele precise lidar com demandas de última hora e que exijam atenção naquele momento.

Portanto, saber gerenciar seu tempo e rotina adequadamente é uma característica essencial, de forma que problemas assim não se agravem e gerem problemas adicionais.

Saber motivar a equipe

Todo negócio tem metas a serem alcançadas, e contar com uma equipe motivada é essencial para esse cumprimento. Nesse sentido, o gestor de RH desempenha um papel de grande importância.

O líder precisa conhecer seus colaboradores para motivá-los corretamente e aproveitar melhor os seus talentos e habilidades. Uma maneira de fazer isso é por meio da criação de um sistema de benefícios para aqueles que atingirem bons resultados.

Saber delegar tarefas

Uma característica em um bom gestor de RH que também precisa ser mencionada é a capacidade de delegar tarefas corretamente.

Além de ficar atento para não sobrecarregar um colaborador ou outro, o gestor também precisa estar atento a isso para que consiga focar em outras ações e projetos dentro do negócio. Ainda, essa prática gera um aumento da confiança na equipe e estimula a autonomia dos profissionais.

Outra forma de facilitar a participação da equipe é dar voz aos colaboradores que tiverem sugestões, feedbacks ou contribuírem com ideias melhores. Um gestor que se mantém inflexível baseando-se no cargo em que está tende a estar afastado da sua equipe, o que é claramente negativo.

Ter empatia pelos colaboradores

A empatia está relacionada à habilidade de se colocar no lugar do outro e, com os diferentes perfis de pessoas com quem um gestor de RH se relaciona diariamente, contar com essa característica se torna essencial.

É preciso olhar para a equipe e conseguir compreender cada profissional e seus detalhes individualmente. Além disso, as pessoas querem ser reconhecidas de forma individual e colocar essa questão em prática pode ser bastante útil para a gestão do time e o sucesso dos projetos desenvolvidos.

Como se destacar nessa área?

Um gestor de RH que deseja se destacar na sua área precisa estar atualizado e conhecer bem o negócio em que atua. Para isso, confira essas e mais algumas dicas que separamos a seguir.

Conheça a empresa em que trabalha

Para conseguir desenvolver uma carreira de sucesso e ser um ótimo gestor de RH é preciso conhecer a empresa em que se trabalha e estar sempre alinhado com os objetivos e estratégias do negócio.

Nesse sentido, o profissional precisa entender o que a organização busca, quais aspectos são relevantes para esse objetivo ser alcançado e o que ainda precisa ser ajustado para isso. É importante dar atenção a essa questão, pois é dessa forma que o gestor poderá encontrar novas e relevantes oportunidades de crescimento.

Esteja sempre atualizado

Buscar novos conhecimentos é fundamental para um profissional que quer se destacar no ramo de RH. Hoje, mais do que nunca, estar por dentro das novidades e tendências da área é uma das melhores formas de melhorar a carreira, uma vez que a tecnologia tem acelerado processos em uma velocidade jamais vista antes.

Para isso, é fundamental acompanhar blogs e sites da área, participar de treinamentos, cursos e eventos que agreguem valor à profissão. Assim, além de aumentar o conhecimento na área, o profissional poderá ampliar sua rede de contatos e estar ainda mais informado.

Saiba lidar com feedbacks

Os feedbacks são parte indispensável do meio empresarial. Entretanto, para que essa ideia contribua para o crescimento de todos os envolvidos é preciso que essa troca de informações ocorra da maneira correta.

Assim, é crucial ter uma mentalidade de contribuição ao comentar sobre erros ou acertos de um colaborador, ou da equipe. Para fazer isso da maneira correta, é necessário explicar o contexto, usar exemplos da ação que está sendo abordada e discutir as consequências que aquela atitude pode gerar para o projeto, setor ou empresa.

Além disso, é fundamental ter senso crítico e sensibilidade para identificar o momento adequado para fornecer um feedback e estar sempre aberto a recebê-los, também.

Busque novas metodologias e estratégias

Lidar com a gestão de pessoas nos tempos de hoje não é igual era há anos. As pessoas mudam e a geração de profissionais também é outra. Novas profissões, conceitos e tipos de pessoas surgem, e é necessário adequar as metodologias a essas mudanças para que bons resultados continuem a ser alcançados.

Dessa forma, buscar novas estratégias e métodos de gestão se mostra como um aspecto essencial para o gestor de RH que deseja se destacar no mercado. A inovação se torna indispensável.

Como você pôde perceber, fazer um curso de Gestão de Recursos Humanos é fundamental para quem deseja administrar com excelência o bem mais valioso de uma empresa: o colaborador. Sendo assim, para ampliar as suas possibilidades de carreira e conseguir uma boa colocação, não hesite em investir nesse tipo de formação.

Este artigo foi útil para você? Para ajudar a se aprofundar ainda mais no assunto, preparamos um manual com tudo o que você precisa saber para entender na prática o que é Gestão de RH. Acesse agora mesmo e faça o download!

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você