Gestão de tempo: saiba como organizar sua rotina para poder estudar

  • 09/jul/2019

Gestão de tempo: saiba como organizar sua rotina para poder estudar

Quem pretende crescer na carreira precisa saber que investir na própria qualificação é um ótimo caminho para conquistar as melhores oportunidades. Porém, dedicar-se a aprender algo novo requer uma boa gestão de tempo.

Quem já trabalha costuma ter uma rotina bem atarefada, sem contar que os compromissos pessoais também tomam tempo. Logo, saber como se organizar para estudar é essencial para encontrar um espaço na agenda e dar continuidade ao aprendizado.

Quer saber como fazer isso? Confira o post a seguir e veja algumas dicas incríveis!

Faça uma análise de toda a sua rotina

Talvez um dos maiores empecilhos para que você encontre tempo para estudar seja a falta de organização da sua rotina. Muitas vezes, a correria do cotidiano faz com que a gente viva um dia após o outro sem prestar a devida atenção às nossas atividades.

Então, algumas coisas acabam sendo esquecidas, enquanto outras sempre são deixadas para depois. Consequentemente, os resultados podem não ser bem aqueles que desejamos.

Para fugir desse círculo vicioso, o ideal é analisar toda a sua rotina e entender quais são as tarefas que você precisa cumprir, quanto tempo você tem disponível para cada uma delas e o que você deve fazer para dar conta de tudo. Visualizar isso de forma mais clara pode facilitar muito a sua vida.

Defina as suas prioridades

Depois de entender melhor o momento que você vive e que tipo de atividades tomam o seu tempo, provavelmente será necessário definir algumas prioridades. Afinal de contas, dificilmente você terá tempo para fazer tudo, mas aquilo que é prioritário para você não pode faltar.

Portanto, pense sobre o que é mais importante nessa fase da sua vida. Por exemplo, algumas pessoas estão focadas em passar em um concurso público, outras em estudar para progredir na carreira ou simplesmente querem desacelerar um pouco para construir uma família.

Aliás, vale lembrar que, na hora de definir suas prioridades, você deve pensar tanto no aspecto profissional quanto no pessoal. Não se esqueça que o seu bem-estar também é fundamental. Por isso, não deixe de lado a sua saúde física e emocional. Isto é, considere a importância de atividades como encontrar seus amigos com certa frequência, incluir um exercício físico na sua rotina e reservar um tempo para descansar.

Elabore um planejamento

Os primeiros passos vão lhe ajudar a entender melhor a sua rotina para fazer com que ela seja cada vez mais eficiente. A partir de então, organize-se e monte um planejamento com as tarefas que você deve cumprir.

Divida o seu tempo entre todos os seus afazeres, como trabalhar, estudar, comer, dormir, organizar sua casa, fazer tarefa com os seus filhos etc. Quando for planejar os estudos, reserve um tempo mínimo diário para estudar e elabore um cronograma dos conteúdos que você tem pela frente, sobretudo para não deixar que eles se acumulem.

Nesse caso, a flexibilidade da educação a distância é um grande benefício para as pessoas que têm uma rotina cheia. Como os horários não são fixos, os alunos dos cursos EAD podem fazer um planejamento de acordo com as suas possibilidades, desfrutando de maior autonomia para estudar.

Então, depois de conseguir montar todo o seu plano, lembre-se que ele foi feito para ser cumprido. Imprevistos acontecem, mas é sempre bom tentar cumprir o planejamento à risca — quando você cria esse tipo de compromisso, seu tempo rende muito mais!

Encontre um bom local para estudar

Sabe uma coisa que pode dificultar muito a sua gestão de tempo? Não ter um espaço adequado para estudar. Isso faz com que você perca tempo todos os dias para organizar um local, encontrar seus materiais e, finalmente, fazer seu estudo render.

Diante disso, tente encontrar um espaço que seja limpo, iluminado, arejado e silencioso. Evitar as distrações na hora de estudar é outra dica essencial para que o seu tempo seja bem aproveitado.

Locais barulhentos, muito movimentados e cheios de tentações, como músicas tocando, gente conversando, televisões ligadas ou celulares apitando normalmente tiram a nossa atenção. Bibliotecas e salas coletivas podem ser uma boa opção, desde que sigam algumas regras e não façam você perder muito tempo (se tiver que ficar no trânsito, por exemplo).

Se for estudar em casa, procure uma mesa e uma cadeira confortáveis e que favoreçam o seu rendimento, já que até mesmo estudar deitado na cama ou no sofá pode acabar atrasando sua vida e prejudicando seus resultados.

Utilize recursos a seu favor para otimizar tempo

Hoje em dia dispomos de uma série de recursos que facilitam a nossa vida, certo? A tecnologia é um grande exemplo disso. Contar com os equipamentos eletrônicos, aplicativos e com a internet ajuda muito a otimizar nosso tempo.

Sendo assim, avalie se você não está perdendo tempo com algo que pode ser resolvido de outra forma. Por exemplo, fazer compras e pagar contas online reduz o tempo que você gasta em filas ou se deslocando de um local para outro.

Outra dica é otimizar o tempo que você leva até o trabalho, por exemplo. Ouvir algum podcast, ler um livro no transporte público ou até mesmo ficar bem informado ouvindo notícias pelo rádio são ótimas opções.

Inclua momentos de lazer e descanso

Você pode não ter pensado nisso ainda, mas outro fator que é capaz de atrapalhar muito a produtividade é a sua condição física e psicológica. Muitas vezes ficamos tão focados em um objetivo que os meios que adotamos para alcançá-lo acabam nos deixando esgotados.

Conciliar a vida profissional, acadêmica e pessoal nem sempre é fácil. Mas os momentos de descanso e diversão são muito importantes para manter a disposição e a capacidade cognitiva em alta.

Quando isso não acontece, o processo de aprendizagem e memorização costuma ser bastante afetado, além de o rendimento no trabalho também ser prejudicado. Isso significa que a sua saúde e bem-estar devem ser prioridades.

Estabeleça metas diárias

Quando estabelecemos apenas objetivos para o longo prazo, eles podem parecer distantes demais e até inalcançáveis, não é mesmo? De um jeito ou de outro, isso pode ser desestimulante.

Uma saída é estabelecer metas diárias, que permitam acompanhar seu progresso mais de perto. Assim, de forma gradativa e constante, você terá aquela sensação satisfatória de dever cumprido — algo relevante para manter a motivação em alta.

É possível, por exemplo, se comprometer com o hábito de leitura: você pode começar tentando ler 10 páginas por dia. Basta aumentar a meta conforme ela é atingida diariamente, ou seja, quando ficar fácil lidar com essa quantidade, você pode experimentar ler 20 ou 30 páginas, e assim sucessivamente.

Divida o tempo entre leituras, revisões e exercícios

O planejamento com as metas já está pronto e, agora, você precisa entender como dividir seu tempo na prática. Afinal, só ler os conteúdos e teorias pode não ser suficiente para compreender algumas disciplinas.

Pense em uma fórmula de física bastante complexa. Quanto tempo você gastaria para entender os conceitos? E para fazer os exercícios? Sobrariam alguns minutos para revisá-los?

Para melhorar seu rendimento, é preciso segmentar as horas do dia de acordo com cada atividade que será realizada, porque certas matérias podem tomar mais tempo do que outras. Além disso, não separar um período para exercícios e revisões tende a ser prejudicial para a apreensão do que foi estudado.

Deixe os materiais necessários ao seu alcance

Essa dica pode até soar como algo muito simples, mas acredite: ela pode fazer toda a diferença. Não basta ter um bom lugar para estudar ou contar com bons recursos para deixar suas tarefas otimizadas — é fundamental deixar os materiais necessários organizados e ao seu alcance.

Imagine que você está treinando intensamente para escrever uma boa redação. Nesse caso, é conveniente deixar um dicionário na mesa. Se preferir, você também pode abrir uma aba no navegador para tirar dúvidas recorrentes sobre a língua portuguesa, mas tome cuidado para não se deixar levar pelas distrações!

Interromper os estudos frequentemente é prejudicial para a sua atenção e, por consequência, para a produtividade. Intervalos são imprescindíveis, mas não confunda pequenas pausas com interrupções desnecessárias.

Entenda como se organizar para estudar

É bem difícil desenvolver uma ótima gestão de tempo se não há uma compreensão clara de seus hábitos. Muitas pessoas dizem que são mais produtivas durante a noite, por exemplo.

Para quem tem muitos compromissos, pode ser difícil incluir os estudos em uma rotina preenchida pelo trabalho e por outras obrigações. Ainda assim, você deve encontrar um ritmo adequado não só aos compromissos que já fazem parte da sua vida, mas também às suas preferências.

A partir disso, você entenderá como se organizar para estudar sem que isso soe como uma atividade chata ou desgastante, entende? Portanto, planeje-se, estruture seus horários e mãos à obra!

Reavalie suas estratégias de gestão de tempo periodicamente

Por fim, não deixe de avaliar as suas estratégias periodicamente. Isso é crucial para que elas continuem sempre funcionando bem e promovendo uma boa gestão de tempo para que você consiga cumprir com todos os seus compromissos.

Se você não estiver se sentindo disposto para estudar ou caso não esteja conseguindo cumprir com o seu cronograma de estudos, talvez seja preciso fazer algumas mudanças para melhorar essa situação. Quem sabe não é melhor se esforçar para dormir um pouco mais cedo para conseguir aproveitar mais o dia seguinte?

Saber como se organizar para estudar não é tão difícil assim, concorda? Tudo depende de como você está se sentido e se está produzindo bem. Afinal, nosso tempo deve ser administrado de maneira que nossas atividades sejam cumpridas sem deixar que isso impacte a nossa qualidade de vida!

Viu só como dá para melhorar a sua gestão de tempo? Se você gostou das nossas dicas, aproveite para saber por que fazer um curso a distância pode ser a melhor escolha para a sua carreira!

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você