Indústria 4.0: como é o perfil do profissional dessa era?

  • 21/maio/2019

Indústria 4.0: como é o perfil do profissional dessa era?

Certamente você já ouviu por aí o termo indústria 4.0. Mas afinal de contas, o que ela é e como impacta o mercado profissional? A definição vem da ideia de uma quarta revolução industrial, que veio para transformar novamente os meios de produção e, mais ainda, trazer uma nova forma de pensar.

Vamos relembrar um pouco de história: a primeira revolução industrial aconteceu com o surgimento da máquina a vapor, lá na Inglaterra; a segunda veio com a produção em série; a terceira surgiu com os sistemas de automação, e a quarta é fruto da era da automação inteligente com base na inteligência artificial.

Quer saber mais sobre as mudanças que a indústria 4.0 traz para o mercado de trabalho e entender como você pode se preparar para elas? Continue a leitura!

Quais mudanças traz a indústria 4.0?

O conceito de uma quarta revolução industrial foi criado em 2012, na Alemanha, mas só começou a ter efeitos por lá em 2014. No Brasil, o assunto começou a ganhar destaque entre 2015 e 2016.

Para entender melhor os efeitos dessa era, é preciso destacar dois pontos: primeiro, ela tem como um de seus pilares a internet das coisas, que se refere a uma expansão das redes de conexão para vários outros objetos além do computador. Esse ponto traz como principal característica a interconectividade.

O segundo item a ser destacado é que, justamente por causa da internet, a quarta revolução industrial não ficou restrita às grandes empresas, e mais: ainda que indiretamente, ela atinge todos os setores.

Nesse cenário, em que interconexão e inteligência são palavras-chave, o mercado passou a demandar profissionais com sede de aprendizado. Tudo está em transformação constante e é preciso ter disposição para estar sempre em busca de atualizações.

O nível de formação exigido também é cada vez maior, mesmo para funções mais básicas. Em contrapartida, as possibilidades de estudo são muito maiores, principalmente graças ao crescimento da EAD.

Além disso, tem crescido a procura das empresas por profissionais que dominem vários assuntos. Isso é uma consequência da percepção de que os setores de uma organização precisam trabalhar em conjunto e entender minimamente a função uns dos outros. De maneira bem oposta à era da produção em série, a indústria 4.0 admite profissionais capazes de entender todo o processo produtivo.

Como se destacar na indústria 4.0?

Dentro dessa nova era os profissionais precisam trabalhar para adquirir novas competências, importantes para que consigam um bom posicionamento no mercado.

Com toda a interconectividade iminente, uma competência que já pode ser citada é o domínio de outro idioma, principalmente do inglês. Afinal, mais do que nunca é necessário se comunicar com o resto do mundo, buscar tecnologias estrangeiras e até mesmo conhecimentos já consolidados em outros países.

Além disso, listamos mais cinco atitudes que você pode colocar em prática imediatamente para ganhar seu papel de destaque na era da inteligência artificial. Confira!

Seja multidisciplinar

Ser multidisciplinar significa dominar conhecimentos de várias áreas diferentes, mas não só. É preciso que você saiba interligá-los, usá-los de forma conjunta. Estrategicamente, o mais importante é que você consiga usar habilidades de áreas distintas para trabalhar na resolução de um problema complexo.

A multidisciplinaridade é o que acontece, por exemplo, quando usamos uma técnica da engenharia para solucionar um problema de marketing (ou vice-versa). Basicamente, se trata de aprender sobre vários assuntos e conseguir enxergá-los de maneira integrada.

Busque inovação

A expressão “pensar fora da caixa” é muito comum no universo do empreendedorismo. Buscar inovação, no sentido que indicamos aqui, se trata justamente disso.

O mercado pede criatividade e ousadia para criar soluções novas, investir em jeitos diferentes de fazer as mesmas coisas. O profissional da indústria 4.0 precisa desenvolver sua capacidade de rever processos e propor melhorias.

Domine a comunicação

Se a automação inteligente tem força total, não significa que as relações humanas tenham ficado mais distantes. Pelo contrário, as empresas tendem para a humanização e para o trabalho cooperativo.

Com isso, as habilidades de comunicação interpessoal ganham muita importância. O perfil de liderança já não é mais só do gestor — ele é incentivado e cobrado de toda a equipe.

Ao mesmo tempo, é preciso dominar habilidades de comunicação externa, como oratória e posicionamento online, que são aspectos fundamentais para quem quer ser reconhecido como um profissional de destaque atualmente.

Desenvolva sua inteligência emocional

Saber se relacionar com os outros, ter equilíbrio em situações de estresse, conseguir lidar com pressão — essas são algumas das habilidades de quem tem uma inteligência emocional bem desenvolvida.

Negligenciada por muitos, ela é de extrema importância não só para a carreira profissional, mas também para equilibrar a vida pessoal com o trabalho e manter a saúde psicológica em bom estado.

A inteligência emocional ajuda a pensar com mais clareza, evita desgastes desnecessários e a demonstrar maturidade no ambiente profissional.

Seja flexível

Já dissemos algumas vezes no decorrer desse texto que uma das principais características do mundo atual é a mutação constante, certo?

Se tudo está sempre se transformando, é preciso que você saiba se adaptar a novas situações. O cenário da era industrial 4.0 exige flexibilidade, tanto das empresas quanto dos profissionais.

Como se preparar para atuar na indústria 4.0?

Agora que já falamos sobre algumas das principais características que um profissional deve ter para se dar bem na indústria 4.0, é hora de apresentar para você algumas dicas para desenvolvê-las.

Antes de qualquer outra coisa, a dica é: busque capacitação. Invista em cursos de qualidade, ofertados por instituições com boa estrutura e que sejam reconhecidas pelo mercado.

Uma ótima opção e totalmente condizente com a realidade da indústria 4.0 é buscar cursos de graduação ou pós-graduação a distância. A EAD oferece a possibilidade de um ensino mais flexível, que se adapta à rotina de cada um. Basta buscar uma boa universidade, que seja reconhecida pelo MEC e ofereça material de qualidade.

Se você não domina o inglês, também é hora de começar a buscá-lo, ou até mesmo investir em um terceiro idioma. Outra dica importante é consumir conteúdo de qualidade, buscando sempre inspirações e conferindo as últimas novidades sobre sua área de atuação.

A indústria 4.0 já faz parte da realidade em que vivemos, suas características estão muito mais presentes no dia a dia do que podemos imaginar. Com todas as dicas acima, você certamente será bem qualificado para buscar um bom lugar na era da inteligência artificial.

E aí, gostou de saber mais sobre a indústria 4.0? Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário aqui no post!

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Nosso App

Nossas Redes Sociais