Jornada tripla de trabalho: é possível ter tempo para tudo?

  • 30/jan/2019

Jornada tripla de trabalho: é possível ter tempo para tudo?

A jornada tripla faz parte do cotidiano de grande parte das pessoas; em sua maioria, das mulheres. Isso significa que há uma sobrecarga de tarefas. São múltiplas atividades para dar conta todos os dias, como afazeres de casa, trabalho e filhos.

Agora, pense: se já é exaustivo enfrentar um dia inteiro de trabalho, some a isso as obrigações domésticas e atenção/cuidados com os filhos. É uma missão e tanto, não é mesmo? Algumas pessoas ainda se arriscam um pouco mais e completam uma jornada quádrupla, acrescentando uma rotina de estudos nessa agenda.

A boa notícia é que, por mais cansativo que pareça, é possível se organizar, planejar seus dias e ainda encontrar tempo para o descanso. Quer saber como? Continue a leitura!

O que é jornada tripla e como lidar com essa situação?

Em décadas passadas, as mulheres se dedicavam exclusivamente aos cuidados com a casa e com os filhos. Hoje, elas trabalham em várias funções, estudam, se especializam e vão atrás de novas oportunidades de carreira. Enfim, vivem em busca de independência e crescimento pessoal e profissional. Contudo, continuam como as principais responsáveis pelos filhos e pelos afazeres do lar.

Mas, em meio a essa enxurrada de informações e compromissos diários, como fica o autocuidado e o bem-estar? Se você também enfrenta uma rotina atribulada como essa, responda: sobra tempo para cuidar de si? Você ainda consegue reservar algumas horas para desligar a mente e descansar?

Nesse momento, você pode até rir e pensar: “sem chance! Não tenho tempo para descansar”. Mas isso não é nada saudável! Em nome da sua saúde física e mental, você precisa rever as prioridades, organizar sua rotina e reservar um tempo para relaxar.

Por mais que você tenha criado o hábito de transitar pelos seus dias com senso de urgência, e ainda que consiga dar conta de tudo, o seu organismo vai começar a sentir essa sobrecarga.

O cansaço físico começa a acumular. Suas noites de sono já não são suficientes para restaurar a energia. O corpo passa a dar indícios de que precisa de uma pausa — dor de cabeça, dor de estômago, sono constante, entre outros sintomas.

O seu estado emocional também sofre alterações com toda essa pressão no dia a dia. Surgem sinais de estresse, ansiedade e até depressão, como falta de atenção, irritabilidade, coração acelerado, desânimo, e assim por diante. Então, antes que esse quadro se agrave, o ideal é fazer algumas modificações na rotina, concorda? Vamos a algumas dicas que podem ajudar!

O que fazer para conduzir melhor essa jornada?

Primeiramente, é necessário que você olhe para si, avalie o ritmo da sua vida atual e reconheça o excesso de carga que carrega. Pare de pensar que deve ser responsável por tudo. Você sabe da sua capacidade, mas não precisa desafiar seus limites. Veja como amenizar a tensão dessa jornada tripla.

Aprenda a administrar o seu tempo

Você planeja o seu dia a dia? Sabe quanto tempo gasta em cada atividade? Será, realmente, que não tem ao menos uma horinha de crédito? Nessa sociedade acelerada, é quase um motivo de orgulho repetir a frase “estou na correria, sem tempo para nada”! Mas, se você parar e calcular seus horários, possivelmente vai encontrar uns minutos de sobra.

Por isso, comece a fazer um planejamento diário. Coloque pequenas metas para alcançar em cada dia, anote quanto tempo é gasto em cada atividade e observe se não há desperdício de tempo com tarefas irrelevantes.

Faça listas de tarefas e compromissos

Para facilitar a sua gestão de tempo e o planejamento diário, trabalhe com listas. Isso sempre ajuda! Quando visualizamos o que há para ser feito, fica mais fácil se programar, assim como há diminuição do risco de esquecer algum compromisso importante.

Faça cronogramas. Distribua as atividades em uma escala de prioridades. Destaque o que é urgente e sinalize o que é menos importante. Procure, também, adiantar afazeres que levam poucos minutos, sempre que puder. E, o principal, não procrastine! Quanto mais você adiar seus compromissos, mais acúmulo de tarefas pendentes você terá.

Delegue alguns afazeres

Vamos repetir: não tente carregar o mundo nas costas, você não precisa dar conta de tudo sem ajuda. Claro que cada um sabe das suas possibilidades e age conforme sua realidade. No entanto, se você tiver a quem recorrer, saiba delegar tarefas.

Os afazeres domésticos, por exemplo, podem ser divididos como responsabilidade de todos que moram na casa. Até as crianças podem ajudar, começando pela organização dos brinquedos e arrumação de seus quartos.

Agora, se as suas condições permitirem, por que não contratar serviços terceirizados? Alguém que limpe sua casa uma vez por semana, um serviço de transporte para levar as crianças à escola, ou até uma babá para serviços eventuais, para que você possa tirar umas horas de folga e sair com os amigos.

Foque em um compromisso de cada vez

Um mau hábito, que causa ansiedade desnecessária, é estar no desempenho de uma atividade, enquanto pensa no que fará em seguida. Assim como carregar conflitos de casa para o trabalho, ou do trabalho para casa.

Você se dedica a tantas coisas ao mesmo tempo que acaba não aproveitando nada. Ao agir assim, você não consegue se concentrar no momento e na ação presente e só contribui para o aumento do estresse. Então, procure manter o foco, anular as preocupações e trabalhar a atenção plena.

Reserve um tempo para descansar

Para coroar nossas dicas, o mais importante: descanse! Bloqueie seu tempo e suas atividades. Faça uma pausa. Tire umas horas para fazer algo somente por você. Do que você mais gosta?

  • silêncio?

  • solidão (que também pode ser algo bom)?

  • uma tarde no salão de beleza?

  • um barzinho ou cinema?

  • um passeio ao ar livre?

  • algumas horas em frente à televisão?

“Ah, mas isso é impossível na minha rotina”! Não, se você colocar o item “tempo para mim” já na sua lista de prioridades. Então, não seja tão exigente consigo, respeite seus limites, pare de perseguir a perfeição e pare de reclamar de cansaço.

A jornada tripla, com certeza, não é fácil de ser cumprida. Por isso, é importante que você reflita sobre o que realmente tem valor e merece sua dedicação. Talvez, você perceba que tem desperdiçado tempo com coisas que não valem tanto. O que temos de mais precioso é o tempo que nos resta, e ele deve ser muito bem gasto!

Agora que já falamos sobre gestão de tempo, vamos conversar um pouco sobre gestão de carreira? Leia este outro post com seis dicas para você planejar e gerir sua vida profissional. Você vai gostar dessas informações!

 

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Nosso App

Nossas Redes Sociais