Afinal, quem pode fazer pós-graduação? Saiba mais neste post!

  • 29/jan/2019

Afinal, quem pode fazer pós-graduação? Saiba mais neste post!

“Quem pode fazer pós-graduação?” — essa é uma pergunta simples, mas que é recorrente entre quem se forma e deseja segmentar a própria formação, mas não conhece muito a respeito das opções de cursos posteriores à graduação. Afinal, com tantas opções, é compreensível que surjam dúvidas e receios sobre qual passo dar para se qualificar ainda mais e alcançar novas (e melhores) oportunidades na carreira.

Pensando nisso, trouxemos uma boa notícia para você: não precisa se preocupar ou quebrar a cabeça! Neste post, vamos tirar essa dúvida e, de quebra, abordar outros questionamentos comuns a respeito desse tema. Acompanhe!

Quem pode fazer pós-graduação?

Para começar, vamos logo direto ao ponto: quem pode fazer pós-graduação? A resposta, ao contrário do que alguns podem pensar, está longe de ser um bicho de sete cabeças: qualquer pessoa graduada e que tenha um diploma, independentemente de ser bacharel, licenciado ou tecnólogo.

Afinal de contas, a pós nada mais é do que uma representação daqueles cursos que são feitos depois da graduação e que servem para aprofundar o seu conhecimento sobre a profissão escolhida, desenvolver ainda mais o seu senso crítico e capacitá-lo sobre metodologias e técnicas do saber que se aplicam tanto ao mercado quanto ao ambiente acadêmico. Justamente por isso, há o uso do prefixo “pós”. Bem simples, não é?

Quais formatos de pós-graduação existem?

Existem dois tipos de pós-graduação: o lato sensu e o stricto sensu. O primeiro engloba a especialização e o MBA e é a escolha certa para quem busca um curso que aumente a qualificação técnica para atuar no mercado e alcançar cargos de relevância no meio corporativo, respectivamente.

O segundo, por sua vez, reúne o mestrado, o mestrado profissional e o doutorado. Isto é, aqueles cursos que se aprofundam no ganho de conhecimento teórico e preparam o aluno para lecionar e, acima de tudo, produzir material científico por meio de pesquisas, projetos e estudos de campo.

Justamente por conta dessas distinções é importante conhecer a fundo cada uma das duas modalidades, pois isso garantirá que você faça uma pós que realmente esteja alinhada aos os seus interesses e necessidades profissionais.

O curso tem que ser na minha área de formação?

Sem dúvidas, há um grande disse-me-disse sobre as pós-graduações que levam diversos indivíduos a acharem que elas só podem ser feitas se forem exclusivamente dentro da área de formação deles. Porém, isso não é verdade!

Caso seja do seu interesse ampliar o seu conhecimento técnico ou mesmo aumentar as suas possibilidades de atuação no mercado, saiba que é completamente possível realizar um ou mais cursos relacionados a ramos que têm afinidade com o seu.

Por exemplo, se você se graduou em Gastronomia é uma boa ideia investir nas especializações em Engenharia de Alimentos e Vigilância Sanitária e Qualidade dos Alimentos, ambas da Nutrição, para aumentar a sua autoridade e reconhecimento no meio profissional.

Por outro lado, caso queira montar o próprio negócio, pode ser bastante interessante fazer um MBA Executivo em Gestão de Restaurantes e um MBA Executivo em Gestão Estratégica do Comportamento do Consumidor, que são cursos de Administração.

Quando ingressar na pós?

O momento de iniciar uma pós-graduação é uma decisão totalmente pessoal. Isso porque ninguém melhor do que você mesmo para identificar quando é a hora de inovar o currículo, de atualizar o conhecimento e as referências que tem e ficar por dentro das tendências da sua profissão.

Para algumas pessoas, por exemplo, a hora certa é quando há a oportunidade de uma promoção na empresa. Já para outros, é quando se deseja assumir postos ociosos de gerência e administração na organização em que atua.

Além disso, há aqueles que fazer uma pós quando vão participar de processos seletivos para cargos em outras companhias, pois, assim, se destacam entre a concorrência. Portanto, vale fazer uma autoavaliação e analisar como está a sua carreira no momento e quais objetivos você deseja alcançar na sua trajetória profissional.

Qual a duração de uma pós lato sensu?

A duração de uma pós-graduação lato sensu depende de como ela é ofertada pela instituição de ensino superior e como é definida a matriz curricular do curso. Isso porque quanto mais densa e complexa ela for, mais vai demandar aulas e atividades.

Porém, conforme a resolução CNE/CES 1/2018 — que é estabelecida pelo Conselho Nacional de Educação e a Câmara de Educação Superior —, tanto o MBA quanto a especialização devem ter, no mínimo, 360 horas. Ou seja, você não vai encontrar nenhuma das duas pós com tempo inferior em uma faculdade reconhecida e credenciada pelo MEC, entendido?

Existe pós a distância?

Para concluir, há outra questão frequente sobre o tema: existe ou não pós-graduação EAD? Afinal, uma grande parcela das pessoas que procuram fazer uma pós já estão trabalhando e por conta desse motivo não dispõem de horários livres ao longo da semana para frequentar uma faculdade presencial, ainda mais se o curso é disponibilizado pela manhã ou pela tarde. Por isso, saiba que a resposta é sim!

Tanto é que, segundo o Censo EAD.BR 2017/2018, elaborado pela Associação Brasileira de Educação a distância (ABED), a pós lato sensu é justamente uma das modalidades que mais cresce na educação a distância.

Para se ter ideia, em 2016 o total de matrículas em especialização EAD era de 49.400. Em 2017, o número chegou a 146.420 — um aumento de 66,26% em um ano. Já o MBA EAD, por outro lado, teve 10.846 matrículas em 2016. Contudo, em 2017, chegou a 35.710. Ou seja, ele mais triplicou, crescendo 69,62% em 12 meses.

Números percentuais expressivos que já empatam, inclusive, com a graduação tecnológica, que é o curso que mais atrai alunos para o formato a distância.

Agora que você não tem mais questionamentos sobre quem pode fazer pós-graduação e, inclusive, conhece mais detalhes sobre as opções disponíveis de curso, não perca tempo! Matricule-se em uma instituição reconhecida pela excelência de ensino para ter uma formação diferenciada que destaque o seu currículo no mercado de trabalho!

Gostou do post? Então compartilhe-o com os seus conhecidos nas redes sociais e ajude a também tirar as dúvidas deles sobre o mesmo assunto!

 

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Nosso App

Nossas Redes Sociais