Perícia Cibernética: saiba por que investir em uma pós-graduação na área

  • 13/mar/2020

Perícia Cibernética: saiba por que investir em uma pós-graduação na área

Powered by Rock Convert
Tempo de Leitura: 5 minutos

A quantidade de crimes virtuais nas empresas tem crescido nos últimos anos. Segundo um estudo feito pelo Instituto Thomson Reuters, no Brasil, gasta-se em torno de R$ 6,4 bilhões por ano com tecnologias que ajudem a combater crimes financeiros.

Nesse cenário, os ataques por meios virtuais têm se tornado cada vez mais comuns, uma vez que, além do uso exponencialmente maior dos meios digitais, a rápida evolução da tecnologia contribuiu para o aumento da sofisticação dessas invasões.

Assim, considerando que um ataque virtual pode gerar prejuízos em larga escala a um negócio, também tem crescido a procura por profissionais na área de Perícia Cibernética, visto que são capazes de rastrear crimes dessa natureza ao coletar evidências corretamente e apresentar os dados necessários para a resolução de problemas do tipo.

Portanto, dada a importância dessa área para o meio empresarial e a segurança digital de clientes, preparamos este post para que você possa conhecer melhor essa profissão, descobrindo o que é, o que faz um perito cibernético e por que trabalhar nessa área. Quer saber ainda mais? Então continue a leitura e confira!

Afinal, o que é Perícia Cibernética?

Os crimes cometidos, tanto no meio digital quanto no físico, deixam pistas que permitem que investigações sejam feitas e, a partir daí, é possível entender e provar atos ilícitos. É assim que a Perícia Cibernética funciona.

No mundo virtual, essas pistas são relativamente fáceis de seguir, sendo obtidas por meio da troca, armazenamento e processamento de dados em máquinas e dispositivos como smartphones e computadores pessoais. Assim, qualquer internauta está sujeito a ser investigado ou a se tornar um investigador digital.

O profissional que realiza essa tarefa é chamado de perito cibernético — ou perito digital — e atua em um ramo relativamente novo no Brasil. Também conhecida como Forense Computacional, essa área tem o objetivo de buscar evidências em meios eletrônicos que sirvam como provas de crimes virtuais.

É fundamental que esses profissionais tenham pleno conhecimento das ferramentas, leis e métodos utilizados, de modo que seus serviços sejam bem-sucedidos e confiáveis.

O que faz um perito cibernético?

Sucintamente, um perito cibernético trabalha reconstruindo o passado para analisar provas e materiais que ajudem a definir autores de crimes cometidos no meio digital.

De forma mais detalhada, a carreira de perito digital une uma especialização na área jurídica com os conhecimentos de TI e tem crescido tanto no setor público quanto no privado, por conta das fraudes, furtos e outros conflitos existentes por conta do uso dos dispositivos eletrônicos modernos para atividades ilegais.

Esse ramo — que está presente no Brasil há mais ou menos 15 anos — tinha o objetivo inicial de ser um auxiliar para a criminalística na resolução de infrações envolvendo eletrônicos. Hoje, entretanto, essa área é considerada um setor empresarial que influencia fortemente a segurança de dados, a governança e taxa de riscos no meio corporativo, considerando o crescimento no número de fraudes cibernéticas cometidas nos últimos anos, até mesmo por colaboradores das próprias empresas.

Por que trabalhar com Perícia Cibernética?

De acordo com uma pesquisa realizada pela Gartner, cerca de 30% das 2 mil maiores companhias do planeta serão atacadas por cibercriminosos até 2020.

Normalmente, os ataques virtuais que tornam a atuação do perito necessária são feitos por meio de vírus espalhados para acessar e controlar computadores, smartphones e outros equipamentos digitais.

Um clássico exemplo disso é o phishing, uma prática criminosa que induz o usuário a ceder dados por meio de links maliciosos em e-mails, sites ou quaisquer outros meios de inserção de informações no meio virtual. A ideia é roubar dados como números de cartão de crédito, endereços, documentos ou outras informações pessoais.

Considerando que más práticas como essa tendem a se tornar mais comuns e sofisticadas com o passar dos anos — por conta da evolução da tecnologia —, a Perícia Cibernética se mostra como uma forte tendência para o futuro, ajudando na segurança de negócios que dependem cada vez mais da tecnologia para seu pleno funcionamento.

Powered by Rock Convert

Assim, dada a sua importância, é uma carreira que promete ser bastante lucrativa. Entretanto, para que possa investigar tais fraudes, o profissional precisa ter uma formação especializada e, nos parágrafos seguintes, falaremos melhor sobre essa questão.

Como está o mercado de trabalho nessa área?

Definir o salário de um perito cibernético é relativamente complexo, já que existem diversos ramos de atuação no mercado. Nesse sentido, algumas variações no cargo como o perito particular, perito criminal civil, perito estadual ou o perito federal também são responsáveis por essa diferença salarial.

Um exemplo dessa variação pode ser visto ao comparar o salário de um perito criminal civil com o de um perito federal: enquanto o primeiro ganha em torno de R$ 8 mil a R$ 10 mil, o perito federal pode receber um salário na faixa dos R$ 22 mil, a depender do edital. Além disso, quando o profissional opta pela área particular, é possível receber pagamentos na faixa dos R$ 20 mil em um único caso.

Hoje o mercado conta com diversas vagas de TI que exigem conhecimentos na área forense. Segundo a Associação Brasileira de Criminalística (ABC) há um déficit aproximado de 30 mil profissionais na perícia criminal estadual. Nesse cenário, vale notar, ainda, que um estudo realizado pela instituição aponta que o Brasil precisa de pelo menos 38 mil peritos, dada a sua população — já que o ideal é contar com um perito para cada 5 mil habitantes.

Pós-graduação em Perícia Cibernética

A seguir, falaremos sobre a pós-graduação na área de Perícia Cibernética, esclarecendo seus objetivos, público-alvo e detalhes sobre a grade curricular.

Quais são os objetivos?

A especialização em Perícia Cibernética é voltada para profissionais que desejam atuar como assessor, consultor e perito em segurança de dados e cibernética.

Por meio do curso, o profissional é capaz de atuar em computação forense, segurança cibernética, gestão de vulnerabilidades em sistemas digitais e projetos de defesa virtual em instituições públicas e privadas.

Além disso, um dos objetivos é o de desenvolver as habilidades necessárias para detectar e analisar falhas em potencial nesses sistemas que possam afetar a integridade dos ambientes digitais dessas organizações.

Para quem é indicada?

A formação é indicada para profissionais com nível superior, sejam eles civis, militares, servidores públicos ou privados, e que atuem em áreas como computação, administração, segurança, perícia ou afins e que tenham o intuito de se aprofundar em Computação Forense, Segurança da Informação, Estratégia em Segurança Digital, Perícia Cibernética e áreas relacionadas.

Como é a grade curricular?

O CETEC oferece o curso de pós-graduação lato sensu a distância em Perícia Cibernética abordando todos os pontos mencionados em uma carga horária de 400 horas distribuídas em 10 disciplinas, com carga horária de 40 horas cada uma.

Os conteúdos abordados durante o curso incluem a defesa cibernética na atualidade, processos de auditoria em ambientes digitais, criminalística e leis cibernéticas, ethical hacking, perícia forense computacional, técnicas de invasão, fraudes corporativas, gestão de segurança, e diversos outros temas.

Por que estudar a distância?

As pós-graduações disponibilizadas pela modalidade de educação a distância (EAD) são uma ótima maneira de melhorar o currículo e se especializar em áreas de interesse, sobretudo quando os profissionais já atuam no mercado e não têm a disponibilidade de tempo necessária para um curso presencial.

Assim, por se tratarem de ambientes virtuais, há a flexibilidade de horário, sendo possível conciliar trabalho e estudos de forma muito mais fácil, um fator que pode ser decisivo para cursar ou não a especialização.

Assim, dada a evolução da tecnologia nos últimos anos, nota-se como essa área é promissora. Além disso, considerando a alta quantidade de vagas disponíveis no Brasil, ficam claras as vantagens de se especializar no ramo.

Compreendeu o que é Perícia Cibernética e as vantagens de se especializar nesse ramo? Tem alguma dúvida ou gostaria de saber mais sobre nossos cursos? Então entre em contato conosco agora mesmo!

Carreira de gestorPowered by Rock Convert

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você