Connect with us

Carreiras na Pós

Engenharia Florestal: o que faz o profissional dessa área?

engenharia florestal o que faz
Tempo de Leitura: 4 minutos

A profissão de engenheiro florestal tem ganhado cada vez mais destaque conforme aumenta a preocupação da sociedade em relação ao meio ambiente. Por isso, é interessante entender como funciona a formação em Engenharia Florestal, o que faz o profissional no seu cotidiano e o que o mercado de trabalho reserva para quem escolhe essa carreira.

Desse modo, fica mais fácil diferenciar esse curso de outras opções que também têm a ver com o uso e a preservação de recursos naturais. Essas informações são fundamentais para que você descubra exatamente qual profissão tem mais a ver com o seu perfil.

Em vista disso, desenvolvemos este post para ajudar você a entender melhor como é a área de Engenharia Florestal, o que faz quem se forma nesse curso e outros detalhes relevantes sobre o tema. Acompanhe!

O que é um engenheiro florestal?

De forma bem simples, podemos dizer que um engenheiro florestal é um profissional graduado ou pós-graduado em Engenharia Florestal. Assim, falamos de alguém que compreende como as florestas e seus ecossistemas funcionam, capacitado a desenvolver formas de explorar esses recursos com o menor impacto ambiental possível.

Vale notar que engenheiro florestal e engenheiro ambiental são duas profissões diferentes, que exigem formações distintas. Como ambas têm relação com o meio ambiente, muitas pessoas confundem o foco de cada uma ou até mesmo acreditam que são a mesma coisa.

No entanto, o fato é que a Engenharia Florestal é voltada principalmente para a silvicultura, que é o cultivo de florestas para atender às demandas do mercado de modo sustentável. Já a Engenharia Ambiental tem como foco a preservação do meio ambiente por meio do tratamento de resíduos, entre outras estratégias.

O que faz um engenheiro florestal?

Agora que você sabe um pouco sobre Engenharia Florestal, o que faz o profissional com formação nessa área é outra pergunta essencial para entender melhor esse tema. Para esclarecer essa dúvida, listamos a seguir as principais atividades exercidas por um engenheiro florestal:

  • análise de impacto ambiental;
  • desenvolvimento de projetos de arborização;
  • desenvolvimento de projetos para reflorestar áreas e recuperar matas;
  • elaboração de projetos de conservação;
  • estudos de espécimes vegetais para melhoramento genético;
  • fiscalização de áreas florestais utilizadas pelo setor privado;
  • gestão de projetos de ecoturismo;
  • pesquisa e desenvolvimento de produtos florestais;
  • prescrição de defensivos agrícolas;
  • seleção de sementes e mudas de vegetais.

Onde o profissional pode atuar?

Sendo capaz de exercer tantas funções, o engenheiro florestal pode trabalhar em diversas frentes. Em órgãos públicos, por exemplo, normalmente atua como foco na preservação e recuperação do meio ambiente, o que inclui fiscalização, gestão ambiental, manejo florestal e ecologia aplicada.

Na iniciativa privada, por sua vez, o destaque vai para a indústria de papel e celulose, assim como o desenvolvimento de tecnologia de produtos florestais. Além disso, dá para atuar no ramo de educação ambiental, tanto no setor público quanto no privado.

O que se aprende no curso de Engenharia Florestal?

Com duração de 8 meses, a pós-graduação em Engenharia Florestal ensina sobre desenvolvimento sustentável, biodiversidade, manejo sustentável, gestão de projetos florestais e outros temas afins. Para isso, a grade curricular desse curso inclui as seguintes disciplinas:

  • Geotecnologias Aplicadas ao Estudo Ambiental;
  • Gerenciamento de Projetos Florestais;
  • Legislação Ambiental, Licenciamento Ambiental e Gestão Ambiental;
  • Produção Florestal Madeireiro e Não-Madeireiro, Cadeias Produtivas e Mercados no Setor Florestal;
  • Silvicultura e Tecnologias de Produção Florestal;
  • Supressão de Vegetação Nativa, Reposição, Recuperação e Adensamento Florestal e de Mata Ciliar.

Além de ser um curso relativamente rápido e de abordar tantos temas relevantes para a área, essa pós em Engenharia Florestal ainda tem a vantagem de ser disponibilizada no formato de Educação a Distância (EAD). Isso torna o curso bastante acessível, especialmente para quem precisa conciliar os estudos com o trabalho e outras atividades cotidianas.

Qual é o perfil de quem escolhe Engenharia Florestal?

Depois de conhecer um pouco sobre Engenharia Florestal, o que faz o profissional e como funciona o curso, não deve ser difícil deduzir que uma característica marcante de quem segue essa carreira é a satisfação em estar perto da natureza. Afinal, muito do trabalho de um engenheiro florestal tem ligação direta com as florestas.

Devido à proximidade da natureza no cotidiano da profissão, quem escolhe essa área geralmente aceita sem problemas a possibilidade de eventualmente viver longe das grandes metrópoles. Ao mesmo tempo, engenheiros florestais se dão bem com tecnologias, já que softwares e outros recursos desse tipo são utilizados no desenvolvimento dos projetos.

Outra característica de quem opta pela Engenharia Florestal é a afinidade com as Ciências da Natureza, como é o caso de Biologia e Química. Como esses conteúdos fazem parte do curso, ter certa facilidade para lidar com eles é essencial para aproveitar ao máximo o processo de ensino-aprendizagem.

Como anda o mercado de trabalho para essa área?

Até aqui, já vimos que existem muitas possibilidades de atuação na área de Engenharia Florestal, o que faz com que esse curso seja bastante promissor. Contudo, também é importante saber como isso se reflete no mercado de trabalho.

No que se refere à remuneração, os dados são muito animadores. Isso porque a média salarial do engenheiro florestal fica em torno de R$ 6.500,00, considerando uma jornada de trabalho de 40 horas por semana.

A demanda por profissionais também não deixa a desejar. Entre 2021 e 2022, foi registrado um aumento de 18,18% nas contratações com registro formal em carteira de trabalho, de acordo com uma pesquisa do portal Salario.com.br.

Quais são os diferenciais do curso da Unyleya?

Para aproveitar todas as oportunidades do mercado de trabalho, é importante contar com uma formação de qualidade. É por isso que a Unyleya se preocupa em oferecer uma pós-graduação EAD realmente capaz de preparar profissionais para atender às demandas da Engenharia do futuro, como foco em sustentabilidade e tecnologia.

Na Unyleya, você pode cursar Engenharia Florestal de forma 100% digital, utilizando uma plataforma desenvolvida com as melhores tecnologias educacionais para você ter acesso aos conteúdos 24 horas por dia. Além disso, os professores dão atenção individualizada aos alunos, oferecendo todo o suporte necessário ao longo de um curso de pós em Engenharia.

Após todas as informações que trouxemos sobre a pós-graduação em Engenharia Florestal, o que faz o profissional e a situação do mercado de trabalho, fica evidente que esse é um curso que vale muito a pena. Assim, avalie se essa é a carreira que você quer seguir e comece a se preparar para a jornada de pós-graduação em Engenharia.

Quer saber ainda mais sobre a formação oferecida pela Unyleya? Acesse a página da nossa pós EAD em Engenharia Florestal e conheça todos os detalhes!


Comentários

QUER SABER SOBRE OS MAIS DE 1.800 CURSOS A DISTÂNCIA?

Saiba mais sobre os cursos de Pós-Graduação EAD

Saiba mais sobre os cursos de Graduação EAD


unyleya.edu.br
Guia completo para escolher o curso e a faculdade ideais sidebar

Copyright Unyleya ©. Todos os direitos reservados.