Connect with us

Carreiras na Pós

Fisioterapia esportiva 5 questões sobre essa profissão!

O que é a Fisioterapia Esportiva? Confira alguns detalhes sobre a carreira e conheça suas principais atribuições!

fisioterapia esportiva

Índice

Fisioterapia é o nome dado à área da ciência que estuda os movimentos, lidando com a prevenção e o tratamento de lesões variadas em diversas regiões do corpo. Dentro dela, há várias subdivisões ou especialidades e hoje falaremos sobre a Fisioterapia Esportiva!

A profissão cresceu mais de 700% durante a pandemia, segundo uma pesquisa revelada pela Revista Exame. Com isso, é essencial buscar alternativas de especializações para se destacar no mercado e fugir da concorrência, optando por esta ótima opção no segmento do esporte!

Continue a leitura para tirar as suas dúvidas sobre o segmento, descobrir detalhes importantes e ver se essa é ou não a área certa para o futuro da sua carreira. Vamos lá!

1. O que é a Fisioterapia Esportiva?

A Fisioterapia Esportiva é uma especialidade da Fisioterapia que se concentra na prevenção, avaliação, tratamento e reabilitação de lesões relacionadas à prática esportiva. 

Os fisioterapeutas esportivos trabalham em colaboração com atletas de todas as idades e níveis de habilidade para otimizar o desempenho esportivo, prevenir lesões e auxiliar na recuperação após lesões.

Confira algumas atribuições do segmento abaixo!

Prevenção de lesões

Desenvolvimento de programas de prevenção para reduzir o risco de lesões esportivas, incluindo exercícios de fortalecimento, alongamento e treinamento proprioceptivo.

Avaliação clínica

A avaliação física é um exame detalhado das condições físicas e funcionais dos atletas para identificar áreas de risco e determinar estratégias de tratamento.

Tratamento de lesões

Desenvolvimento e implementação de planos de tratamento para lesões musculoesqueléticas e outras relacionadas ao esporte, utilizando técnicas como terapia manual, exercícios terapêuticos e modalidades físicas.

Reabilitação

Assistência na recuperação pós-lesão, com foco na restauração da função normal e no retorno seguro ao esporte. Isso pode incluir treinamento de força, exercícios específicos e técnicas de reabilitação.

Acompanhamento 

Monitoramento contínuo do estado de saúde dos atletas e aconselhamento sobre treinamento físico para melhorar o desempenho e prevenir lesões.

Educação

Fornecimento de informações educativas aos atletas sobre práticas seguras, técnicas de treinamento eficazes e estratégias de prevenção de lesões.

Os fisioterapeutas esportivos trabalham frequentemente em estreita colaboração com outros profissionais de saúde, como médicos, treinadores e nutricionistas, para proporcionar cuidados abrangentes aos atletas.

2. Quais alterações podem ser tratadas pelo fisioterapeuta esportivo?

Os fisioterapeutas esportivos tratam uma variedade de alterações e lesões relacionadas à prática esportiva. Algumas das condições mais comuns que podem ser tratadas por fisioterapeutas esportivos estão listadas abaixo. Veja só!

Distensões musculares

São lesões nos músculos devido a estiramentos excessivos, geralmente resultantes de atividades esportivas.

Entorses ligamentares

Danos nos ligamentos que conectam os ossos entre si. Elas são comuns em articulações como tornozelos, joelhos e ombros.

Lesões articulares

Incluindo lesões na cartilagem, articulações e outras estruturas articulares.

Lesões tendinosas

Afetando os tendões, que conectam os músculos aos ossos. A tendinite, por exemplo, é uma dessas lesões.

Lesões meniscais

Principalmente nas articulações do joelho, envolvendo os meniscos.

Fraturas por estresse

Pequenas fraturas resultantes de sobrecarga repetitiva nos ossos.

Lesões na coluna vertebral

Incluindo hérnias de disco e outros problemas relacionados à coluna.

Reabilitação pós-cirúrgica

Após cirurgias ortopédicas ou procedimentos médicos para corrigir lesões.

Condições crônicas

Como artrite e outras condições degenerativas que podem afetar atletas.

Problemas posturais 

Avaliação e correção de desequilíbrios musculares, padrões de movimento inadequados e problemas posturais.

É importante notar que a fisioterapia esportiva não se limita apenas ao tratamento de lesões, já que os fisioterapeutas também desempenham um papel crucial na prevenção por meio de programas de condicionamento, treinamento adequado e educação sobre práticas esportivas seguras.

3. Como é o mercado de trabalho para a Fisioterapia Esportiva?

O mercado de trabalho para a Fisioterapia Esportiva pode variar de acordo com diversos fatores, como localização geográfica, nível de desenvolvimento da área de saúde, demanda por serviços especializados em esportes, entre outros. 

Porém, de modo geral, a Fisioterapia Esportiva experimenta um crescimento significativo e valorização em muitas regiões. Isso se deve, em boa parte, ao aumento da conscientização sobre a importância da atividade física para a saúde geral tem contribuído para a demanda por serviços de fisioterapia esportiva. 

Com isso, pessoas de todas as idades estão mais engajadas em atividades físicas, aumentando a probabilidade de lesões esportivas e a necessidade de reabilitação.

A remuneração para esse profissional pode variar, chegando a cerca de R$5.299,15, segundo o site “Salario.com.br”. No entanto, vale a pena ressaltar que essa é apenas uma estimativa, e que os ganhos podem ser bem superiores, especialmente se você for um profissional interessado e qualificado.

4. O que é estudado nesse curso?

O curso de Fisioterapia Esportiva abrange uma variedade de disciplinas e temas que preparam os estudantes para compreender as demandas físicas do esporte, prevenir lesões, tratar condições relacionadas a atividades esportivas e otimizar o desempenho atlético.

Algumas das matérias que podem fazer parte dos programas são:

  • Anatomia e Fisiologia Humana;
  • Biomecânica;
  • Cinesiologia;
  • Fisioterapia e Reabilitação;
  • Treinamento Desportivo;
  • Nutrição Esportiva;
  • Avaliação e Diagnóstico.

Lembrando que cada instituição terá uma grade curricular única. Por isso, compare sempre e escolha a que for mais completa e abrangente para a área em que você quer atuar.

5. Como se tornar um fisioterapeuta esportivo?

Após a graduação em Fisioterapia, o caminho para se especializar na área esportiva é o da pós-graduação. Para isso, escolha uma instituição de ensino com boa reputação na área de fisioterapia esportiva. Pesquise sobre o programa, os professores e as instalações oferecidas pela instituição.

Além disso, não deixe de pesquisar detalhes como o corpo docente, a grade curricular e outros detalhes importantes para a sua formação. Afinal, a qualificação fará toda a diferença quando você ingressar no mercado de trabalho.

Na Unyleya, você tem acesso às melhores pós-graduações do mercado, com toda a infraestrutura necessária para que você se forme com conhecimento e reconhecimento em seu currículo.

Não perca a chance de estudar com os melhores professores e com um programa que entende as demandas profissionais do mercado de trabalho, preparando os estudantes para o que eles encontrarão lá fora!

Gostou de saber esses detalhes sobre a Fisioterapia Esportiva? Agora, você está um passo mais perto de se tornar um grande profissional em uma das áreas que mais crescem nessa carreira. Aproveite o momento e se especialize!

E por que não fazer isso agora mesmo? Confira o curso de Fisioterapia Esportiva da Unyleya e caminhe rumo a uma carreira de muito sucesso!

Avalie post
Comentários

QUER SABER SOBRE OS MAIS DE 1.800 CURSOS A DISTÂNCIA?

Saiba mais sobre os cursos de Pós-Graduação EAD

Saiba mais sobre os cursos de Graduação EAD