Connect with us

Especialize-se

Como ser um bom gerente de projetos? Tudo que você precisa saber sobre a carreira

O gerente de projetos é fundamental para empresas de diversos setores. Veja as dicas de uma especialista para melhorar suas habilidades nessa função!

gerente de projetos
Tempo de Leitura: 4 minutos

O sucesso do planejamento e da execução de projetos constantemente está atrelado à eficiência de um gestor. Por trás do conjunto de atividades que viabiliza aquele trabalho, existem profissionais de diferentes áreas e habilidades — tornando essencial a presença de alguém capaz de orquestrar esses recursos. Por isso a profissão de gerente de projetos ganha cada vez mais espaço no mercado.

Mas, afinal, qual é o perfil profissional e a rotina de quem ocupa esse cargo? Quais são as atividades que desempenha? Por que ele é tão importante para as empresas? Como ser um gerente de projetos cada vez melhor?

Para responder a essas e outras perguntas sobre o tema, criamos este conteúdo em parceria com uma especialista no assunto. Confira a seguir o que Mariana Lourenço, Arquiteta e Gestora de Projetos, tem a dizer!

O que faz um gerente de projetos?

Como o próprio nome sugere, esse profissional é responsável por planejar e coordenar as atividades de um determinado projeto. Isso pode ser feito em um ou mais órgãos públicos, empresas, entidades filantrópicas, entre outros.

Um primeiro ponto essencial a se ter em mente é o que constitui um projeto. Afinal, esse profissional tem a possibilidade de atuar em nichos bastante variados do mercado, o que torna a definição mais generalista.

Um projeto é considerado um conjunto de processos com início, meio e fim. Consequentemente, ele costuma vir acompanhado de um objetivo e de recursos para sua execução — além de métodos e estratégias. Mariana Lourenço é bem didática ao situar o gerente de projetos nesse contexto.

“É o profissional responsável pela gestão de toda a informação gerada ao longo de todo o processo e da comunicação entre os envolvidos”, diz ela. Note que isso coloca sob sua responsabilidade não apenas as atividades, mas a dinâmica existente entre os membros da equipe.

Na construção civil — área de atuação de Mariana —, a duração do projeto pode ser bem longa. “Depende de inúmeros agentes de diversas áreas que atuarão por todo o ciclo de vida do empreendimento, desde a concepção, passando pelo planejamento, desenvolvimento, operação e manutenção, até uma possível demolição”, ela complementa.

A importância desse profissional

Como mencionamos, o papel do gerente de projetos envolve o ato de orquestrar pessoas e recursos. Mariana explica que “durante esse ciclo de vida do empreendimento, são necessárias equipes multidisciplinares, cada uma com a sua especialidade, para o projeto se consolidar”. Toda a informação gerada, por exemplo, deve ser compartilhada a todos os grupos.

Essa é uma maneira de garantir que todos estejam trabalhando com base nos mesmos objetivos, a fim de evitar atrasos, desperdícios e quedas na qualidade. São fatores que não só prejudicam as atividades, mas impactam os custos relacionados ao projeto.

Em quais áreas o gerente de projetos pode atuar?

A construção civil é um bom exemplo de área na qual o gerente de projetos pode trabalhar. Contudo, não é a única. É possível encontrar o sucesso profissional em quaisquer áreas que envolvam a realização de projetos, como:

  • indústria;
  • tecnologia da informação (TI);
  • desenvolvimento de softwares;
  • gestão pública;
  • institutos de pesquisa e desenvolvimento;
  • indústria petroquímica.

A formação profissional, nesse caso, deve estar alinhada às demandas de cada área. Suas principais atribuições, no entanto, costumam ter alguns pontos em comum, pois a atuação do gestor é bastante estratégica.

Mariana destaca que as principais habilidades exigidas de um gerente de projetos são: “comunicação, visão sistêmica, planejamento e organização”. Além disso, ela destaca algumas atribuições que fazem parte das suas responsabilidades mais comuns na área de construção civil:

  • trocar informações;
  • tomar decisões;
  • atribuir funções;
  • definir técnicas e sistemas construtivos a serem utilizados;
  • compatibilizar diversas disciplinas;
  • elaborar cronogramas de projetos;
  • alinhar o trabalho com as normas e legislações vigentes.

Vejamos, então, algumas práticas essenciais para quem quer se tornar um profissional cada vez melhor.

Como ser um bom gerente de projetos?

A atuação do gerente de projetos tem aspectos bem diversificados, porque ele precisa lidar com a equipe, as atividades e as particularidades do seu nicho de mercado. Por isso, vamos destacar agora alguns pontos que merecem atenção especial, considerando esses diferentes pontos de vista.

Formação acadêmica

A capacitação técnica é um ponto crucial no desempenho do gerente de projetos. Afinal, ele deve entender a fundo as atividades realizadas para tomar decisões mais eficientes. Portanto, se você quer ser um gestor melhor, comece planejando uma pós-graduação ou um curso de especialização na área.

Mariana aponta que “os cursos de graduação de Arquitetura e Engenharia são muito focados na área técnica e de desenvolvimento de projetos, e a gestão é uma lacuna existente”. Por isso, “a pós-graduação é essencial para quem deseja seguir esse caminho”, conclui.

Encontrar um curso de boa qualidade em uma instituição confiável é o primeiro passo para garantir esse desenvolvimento extra na sua formação. Vale destacar que uma pós é um diferencial valioso a quem deseja progredir na carreira, seja fortalecendo sua presença na empresa, seja buscando novas oportunidades no mercado.

Liderança

Aprimorar suas habilidades de liderança permite que você lide melhor com as demandas e os conflitos das equipes. Dessa forma, é mais fácil alinhar os objetivos entre os profissionais e alcançar os resultados almejados pela empresa, evitando problemas e reduzindo custos.

Tecnologia

Cada setor do mercado atua com tecnologias específicas, mas algumas delas se fazem presente na rotina de qualquer gestor. Saber usar um software de projetos ou até um ERP é essencial, sobretudo em organizações de médio e grande porte. Portanto, estude essas ferramentas e atente às principais novidades da inovação.

Objetividade

A gestão de projetos envolve uma série de riscos e tomada de decisões importantes. Esteja preparado para coletar o máximo de informações à disposição e decidir o que fazer de maneira clara e objetiva. Evite procrastinar ou deixar decisões importantes para o futuro, pois essa demora pode aumentar o tamanho dos problemas.

Como vimos, o gerente de projetos tem um papel importante nas empresas, além de uma rotina desafiadora. Esse cenário torna a profissão bastante interessante e valorizada pelas empresas. Então, vá em busca de qualificação e construa uma carreira de sucesso nessa área!

Se quer garantir uma formação de excelência, conheça os cursos de pós-graduação em gerenciamento de projetos BIM, PMI e TI da Unyleya!


Comentários

QUER SABER SOBRE OS MAIS DE 1.800 CURSOS A DISTÂNCIA?

Saiba mais sobre os cursos de Pós-Graduação EAD

Saiba mais sobre os cursos de Graduação EAD


unyleya.edu.br

Copyright Unyleya ©. Todos os direitos reservados.