Connect with us

Especialize-se

O que é ser engenheiro mecânico no dia a dia? Conheça a profissão

o que é engenheiro mecanico
Tempo de Leitura: 4 minutos

Desde a Revolução Industrial no século XVIII, o mundo está repleto de máquinas que nos ajudam no dia a dia. Desenvolvidas em todos os setores do mercado, elas tornaram o trabalho do homem mais fácil e aumentaram a escala de produção de produtos que conhecemos hoje. Por trás desse avanço, os responsáveis de grande parte do trabalho são os engenheiros mecânicos. Mas afinal, o que é ser engenheiro mecânico? 

Neste post, confira o que é essa profissão e os tipos de engenheiro. Veja também onde esse profissional pode atuar e como é seu dia a dia. Por fim, saiba como se tornar um. Boa leitura! 

Afinal, o que é engenheiro mecânico? 

Antes de entender o que é engenheiro mecânico como um todo, é preciso entender que esse profissional atua em basicamente todas as áreas. Ou seja, trabalha com o desenvolvimento de máquinas em qualquer segmento que as use, e está relacionado a vários tipos de indústria, por exemplo: 

  • automobilística; 
  • aeronáutica; 
  • informática; 
  • alimentícia; 
  • naval; 
  • siderúrgica; 
  • petroquímica; 
  • energia. 

Dessa forma, é um profissional bastante versátil e requisitado, já que pode atuar em diversos segmentos e basicamente sustenta diversas indústrias da sociedade moderna. Além disso, ele também está envolvido em soluções já pensadas para a Engenharia do futuro. Por isso, as oportunidades tendem a ser amplas e em diversas áreas, dependendo de qual pós em Engenharia você for fazer. 

Onde o engenheiro mecânico pode atuar?  

Como você viu, existem muitas áreas em que o engenheiro mecânico pode atuar. Basicamente, elas podem ser relacionadas ao desenvolvimento de equipamentos, bem como sua manutenção e uso pelas diferentes indústrias. Por exemplo, algumas atividades que o profissional exerce são: 

  • manutenção de máquinas em indústrias; 
  • produção de componentes; 
  • gestão e inspeção de produtos; 
  • soldagem e usinagem; 
  • criação de veículos e suas melhorias; 
  • desenvolvimento de sistemas de refrigeração e aquecimento; 
  • planejar a segurança do uso dos equipamentos e a economia para as empresas. 

Dessa forma, as possibilidades são variadas e uma das vantagens da área é escolher o trabalho em segmentos industriais ou soluções do dia a dia. 

Por exemplo, um engenheiro mecânico pode projetar, instalar e fazer manutenção de sistemas de refrigeração e aquecimento em um banco, cuidando de equipamentos como ar-condicionado, e garantindo a climatização correta dos ambientes. 

Já na indústria automobilística, como a Fórmula 1, o engenheiro mecânico é responsável por projetar o carro ideal para as competições, inovando em segurança e desempenho, para que a equipe tenha os melhores resultados. Além disso, deve acompanhar as provas e realizar testes para garantir que o carro corresponda ao esperado. 

Nesse tipo de Engenharia Mecânica, as aplicações também podem ser feitas para veículos que vão chegar às pessoas. Por exemplo, sempre que uma empresa lança um modelo novo e inovador, como no design, há o trabalho do engenheiro mecânico, já que ele não só desenvolve o projeto e seu protótipo, mas também o testa até chegar ao modelo final, que é seguro para as pessoas usarem. 

Além disso, ele também está presente em soluções que antes eram inimagináveis, mas que agora estão se tornando cada vez mais comuns, por exemplo, os carros elétricos e movidos a hidrogênio. 

Nesse sentido, também é possível contratar o engenheiro mecânico para atuar diretamente com pesquisas, visando soluções futuras para a empresa, que a coloquem como inovadora em seus mercados. É o caso de indústrias multinacionais, como Google e Tesla, que são pioneiras em seus segmentos. 

Por fim, outro segmento é unir a profissão com informática, para desenvolver os softwares de automação e desenho para Engenharia. Nesse caso, eles podem ajudar estudantes em universidades, ou também serem exclusivos de determinada empresa. 

Como é o dia a dia do engenheiro mecânico?  

Saber o que é ser engenheiro mecânico também envolve mais habilidades, além de dominar as Exatas. Afinal, é necessário ser um profissional atento a detalhes, pois pode trabalhar com processos de produção. Para isso, é importante dominar os conhecimentos específicos de Engenharia, bem como o uso de softwares, como o AutoCad e entender de desenhos técnicos e projetos. 

Quanto às habilidades socioemocionais, no dia a dia, o engenheiro mecânico vai precisar trabalhar em equipe. Portanto, saber se comunicar bem, ter empatia e conseguir argumentar são vantagens para quem está na profissão, especialmente em cargos de liderança. Além disso, também precisa de raciocínio rápido para resolver problemas e desafios com os equipamentos

Outro aspecto para quem vai trabalhar na área de desenvolvimento de máquinas e equipamentos é a criatividade. Afinal, é preciso pensar “fora da caixa” e desenvolver soluções que ajudem as pessoas e sejam inovadoras, ou que melhorem um conceito ou equipamento já existente. 

Por exemplo, o uso de energias renováveis nos últimos anos se tornou um dos segmentos em alta para quem é da profissão. Afinal, com a demanda crescente, é preciso sistemas mais eficientes, que atendam tanto consumidores residenciais, quanto indústrias e usinas. Nesse sentido, é necessário melhorar ideias de equipamentos já existentes, para garantir sua maior eficiência, além do acesso para as pessoas. 

Como ser engenheiro mecânico? 

Agora que você sabe o que é engenheiro mecânico e como esse profissional trabalha, precisa conhecer melhor como entrar nessa área. Basicamente, você precisa da graduação em Engenharia Mecânica e, posteriormente, o registro no CREA

Assim, é possível aproveitar ótimas oportunidades de emprego. Por exemplo, na Catho, a média salarial desse profissional é de R$6.409,40. Porém, cargos mais altos, como os de gerência, podem chegar a salários entre R$10.000 e R$18.000

Sendo assim, para chegar aos melhores postos é essencial buscar a pós-graduação em Engenharia. Afinal, com ela você pode se tornar especialista na área da Mecânica que escolheu, o que pode ajudar você a trilhar uma carreira mais sólida e alcançar postos de liderança, devido a sua especialidade. 

Para complementá-la, também vale a pena realizar cursos de gestão de pessoas, soft skills que precisa desenvolver e tecnologia, para sempre se manter atualizado diante da constante evolução do mercado de Engenharia Mecânica. 

Depois de ver o que é engenheiro mecânico e onde atua, você já sabe que as possibilidades de carreiras são diversas. Afinal, basicamente qualquer segmento de mercado que use máquinas e equipamentos, ou que venda produtos mecânicos, precisa desse profissional. Sendo assim, começar pela graduação é o primeiro passo, mas você não deve parar por aí. Afinal, quanto mais se especializar em sua área de atuação, mais conseguirá aproveitar as oportunidades da profissão. Por isso, a pós-graduação é tão importante para quem é da Engenharia Mecânica. 

Gostou do post? Assine nossa newsletter e receba mais dicas para sua carreira! 

Avalie post

Comentários

QUER SABER SOBRE OS MAIS DE 1.800 CURSOS A DISTÂNCIA?

Saiba mais sobre os cursos de Pós-Graduação EAD

Saiba mais sobre os cursos de Graduação EAD


unyleya.edu.br