Conheça as 8 principais especializações em pedagogia no mercado

  • 06/mar/2019

Conheça as 8 principais especializações em pedagogia no mercado

O pedagogo é, em geral, reconhecido como aquele profissional que atua nas escolas como educador, sobretudo nos níveis infantil e fundamental. Entretanto, com uma formação dinâmica e ampla, são cada vez maiores as possibilidades de especializações em Pedagogia.

De fato, a formação do pedagogo sofreu grandes alterações nos últimos anos, o que possibilitou a abertura de um leque de funções diferentes para seus egressos.

A educação, nesse período, passou a ser entendida como algo fundamental também fora dos muros escolares, o que significou uma grande expansão de mercado de trabalho.

Hoje, além de atuarem na gestão e administração escolar, os pedagogos são requisitados ainda em empresas públicas e privadas, na produção de materiais didáticos e até mesmo em hospitais.

Quer descobrir as diferentes especializações em Pedagogia? Neste post, vamos te mostrar que a atuação do pedagogo pode ir muito além da sala de aula!

Conheça as melhores especializações em Pedagogia

1. Gestão escolar

O pedagogo é o profissional que atua em diversas instâncias da prática educativa e, por isso, possui um conhecimento amplo sobre as distintas necessidades de uma instituição de ensino.

Como consequência, uma especialização possível para o pedagogo é em gestão escolar. Nesse domínio, ele terá como trabalho a organização e a orientação dos demais envolvidos no processo de ensino: alunos, pais e professores.

Assim, buscando planejar e cumprir o projeto político-pedagógico da escola, ele deverá lidar com os aspectos curriculares, estruturais, financeiros e com a gestão dos recursos humanos.

Desse modo, o gestor escolar tem de atentar, de forma coordenada, à avaliação dos resultados obtidos pela instituição de ensino em suas diversas frentes: qualidade da merenda, conhecimento obtido pelos alunos, aquisição de tecnologias de aprendizagem, satisfação dos docentes e participação da família.

2. Produção de material didático

Foi-se o tempo em que os materiais didáticos podiam ser entendidos somente como um compilado de conteúdos em livros e apostilas recomendados pelos docentes e decorados pelos estudantes.

Atualmente, com o avanço das tecnologias dos processos e metodologias de ensino, esses materiais estão cada vez mais interativos e dinâmicos. Nesse ponto, a figura do pedagogo se torna fundamental.

Afinal, ele é o profissional mais indicado para assessorar a produção desse tipo de material, que prioriza práticas pedagógicas capazes de gerar interesse dos alunos e autonomia na construção do conhecimento.

Desse modo, o pedagogo promove testes, realiza entrevistas individuais e em grupo para avaliar a qualidade e eficiência daqueles materiais, propondo correções e melhorias nas estratégias e tecnologias educativas.

Por fim, ele pode também contribuir como autor e coautor de livros infantis e paradidáticos, preparar encartes pedagógicos para os professores com orientações sobre alguma publicação a ser usada em sala de aula, fazer a revisão temática de conteúdos etc.

3. Cursos a distância

Outra área que vem crescendo de forma substancial e há algum tempo em nosso país é da Educação a Distância (EAD). Ela já é, atualmente, a modalidade de ensino que mais avança no Brasil, segundo dados do Ministério da Educação.

A expansão territorial do ensino permitida pela EAD traz consequências positivas também para os formados em Pedagogia.

Nessa área, os pedagogos podem atuar como gestores ou tutores, na produção dos materiais didáticos autossuficientes e ainda assessorar a confecção dos currículos e planos de ensino.

Além das questões pedagógicas clássicas, como o saber-fazer do professor, o pedagogo na EAD ainda possui funções importantes relacionadas ao design de sistemas, ao design instrucional e à construção de ferramentas de ensino que possibilitem a integração de diversos perfis de aluno.

4. Pedagogia empresarial

Em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, as empresas têm de buscar soluções para que continuem se destacando e atraindo os melhores profissionais.

É fruto dessa preocupação a chamada “Pedagogia empresarial”. Esse ramo foi criado para dar suporte ao treinamento e ao desenvolvimento de pessoal, delimitando e demonstrando os objetivos daquela organização.

Entre os outros objetivos da Pedagogia empresarial está o suporte à promoção de mudanças no comportamento dos colaboradores da organização. Isso é importante para garantir que eles adquiram e complementem conhecimentos fundamentais para o dia a dia de trabalho e até mesmo para o desenvolvimento pessoal.

Para isso, o pedagogo atua na promoção da reconstrução de conceitos básicos como a criatividade, o empreendedorismo e o trabalho em equipe Ele também elabora programas de treinamento e projetos educacionais e culturais.

Além de provocar mudanças no comportamento de um time, como mencionamos, essas práticas mantém os seus membros motivados. Dessa forma, eles produzem mais e geram resultados cada vez melhores para as empresas.

5. Psicopedagogia

A Psicopedagogia trabalha na interseção entre os campos de conhecimento do psicólogo e do pedagogo. Nesse sentido, o papel do profissional é analisar os diversos fatores que favorecem ou prejudicam uma boa aprendizagem.

A partir desse diagnóstico, ele propõe métodos que devem ser aplicados para o desenvolvimento de novas estratégias de ensino a partir das necessidades reais de cada instituição ou indivíduo.

Suas ferramentas envolvem a análise de planos de ensino ou, até mesmo, o diagnóstico clínico de problemas de aprendizagem a partir de entrevistas e dinâmicas grupais.

Por isso, o pedagogo nessa área pode trabalhar em instituições de educação, hospitais e empresas públicas ou privadas.

6. Pedagogia social

Com a complexificação da sociedade, surgiram inúmeros problemas sociais ligados à disputa pela terra, pela saúde e pela educação.

Desse modo, é cada vez mais necessária a atuação de um profissional capaz de mediar conflitos e propor soluções que melhorem a vivência conjunta. O pedagogo social, nesse sentido, surge como uma figura proeminente.

Nesse contexto, o pedagogo pode atuar em entidades governamentais e não governamentais (ONGs) dedicadas à resolução de problemas sociais de diversas ordens: violação dos direitos humanos, defesa dos direitos da criança, busca por reformas agrárias, melhores condições de moradia e outras questões de grande importância.

Assim, ele pode atuar na promoção de questões de interesse da sociedade como um todo, focando na assistência de grupos em situação de risco ou de carência.

7. Assessoria em outras áreas

A sociedade contemporânea é caracterizada também pela difusão de saberes em rede, o que traz desafios e possibilidades para os pedagogos.

Atualmente, a chamada cultura do “faça você mesmo” estimula indivíduos a buscar conhecimentos em lugares não convencionais.

Não por acaso, podemos perceber a expansão para variados cursos, como culinária, estética, redação, costura, web design e vários outros.

O pedagogo surge, nesse âmbito, como um importante profissional para assessorar as práticas e metodologias de ensino, garantindo a eficácia na aquisição desses conhecimentos.

8. Educação especial

O pedagogo que opta por cursar uma especialização no campo da educação especial — como a pós-graduação EAD em Educação Especial Inclusiva — torna-se apto a desenvolver e aplicar ações pedagógicas voltadas à integração de estudantes com necessidades especiais.

Enquadram-se nessa categoria, de acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação, alunos com deficiência física, sensorial, mental ou múltipla, bem como aqueles superdotados ou com altas habilidades, por exemplo.

Veja as principais habilidades de um bom pedagogo

A cada ano, se formam e se especializam diversos pedagogos no mercado de trabalho. Sendo assim, para se destacar — e exercer suas funções com excelência —, é importante que o profissional apresente certas competências e habilidades específicas.

Ele deve ter em mente que sua função, independentemente do local de trabalho, é lidar com pessoas, colaborando com o desenvolvimento e formação desses indivíduos.

Dessa forma, gostar de atuar com gente de todas as idades (não só crianças) é essencial, bem como ser paciente, sensível, compreensivo, dinâmico e proativo. Além dessas, separamos abaixo outras das principais habilidades mais buscadas nos pedagogos. Vamos conferir?

Criatividade

Essa é uma habilidade sempre bem-vinda, esperada e, pode-se dizer, até mesmo exigida em quem trabalha no campo do ensino e do aprendizado. A educação vem passando por grandes transformações nos últimos tempos, e é papel do pedagogo sempre estar a par de como essas mudanças podem beneficiar o desenvolvimento de alunos e da sociedade, no geral.

Além disso, com essas transformações, o pedagogo deve estar sempre em busca de novas maneiras para transmitir os conteúdos com excelência, e a criatividade é uma importante aliada nesse sentido.

Com ela, os profissionais se tornam aptos a desenvolver atividades, técnicas e metodologias inovadoras, sempre considerando o fato de que toda ação em sala de aula, por menor que seja, tem grande potencial para gerar mudanças significativas.

Interesse nas tendências da área

Como já mencionamos, a educação vem passando atualmente por processos de transformação. Além da criatividade, é imprescindível que o pedagogo tenha interesse em se manter a par das principais tendências da área, entendendo também como é possível incorporá-las no dia a dia de trabalho para favorecer o aprendizado dos alunos.

Aqui, entra também a proatividade em conhecer as novas tecnologias, cada vez mais presente no cotidiano de escolas e, é claro, nos demais ambientes nos quais o pedagogo pode atuar, como empresas, hospitais etc.

Comunicação clara e eficiente

A comunicação — tanto escrita quanto falada — do pedagogo no exercício de sua profissão deve se dar sempre de forma clara e eficiente. Ele deve ter a certeza de que a mensagem desejada seja devidamente transmitida por todos, sem exceção.

Para tanto, é importante que o profissional esteja devidamente preparado para identificar as particularidades e necessidades de cada aluno para guiá-los nesse processo de compreensão.

Empatia e tolerância com o próximo

Além de saber se comunicar de forma clara com as pessoas, o pedagogo deve saber ouvi-las e entendê-las, não só para dúvidas sobre o conteúdo dado em sala de aula. Ele também deve estar preparado para receber e compreender outras queixas de seus alunos, passando pelo lugar de escuta e sabendo orientá-lo.

Além da empatia, a tolerância é uma habilidade fundamental. Isso porque o pedagogo, em sua posição, lida diretamente com pessoas de todos os tipos que não só podem vir de contextos diversos, como também apresentar visões, ideias e valores diferentes.

Ele deve entender que nem todos ao seu redor sempre vão agir de forma correta, tendo paciência e sabendo conviver bem com indivíduos de diferentes perfis.

Um pedagogo lida diretamente com pessoas de todos os contextos, ideias, valores e visões — e ter tolerância para atuar da melhor forma possível nesse sentido é imprescindível.

O profissional precisa demonstrar paciência e empatia, entendendo que nem sempre todos ao seu redor terão atitudes corretas. Aprender a conviver com indivíduos de diferentes perfis é necessário para quem deseja trabalhar na área.

Boa organização

Ser organizado é algo que traz benefícios em todas as esferas, tanto na pessoal quanto na profissional. Trata-se de uma habilidade muito importante para os pedagogos, especialmente para aqueles que trabalham em sala de aula.

Em todos os casos, o profissional deve estar sempre preparado e manter uma boa organização quanto ao planejamento de conteúdos, planejamento de aulas etc.

Saber atuar junto às crianças

Já citamos ao longo do artigo que o pedagogo não atua apenas em sala de aula e/ou com crianças, contudo, não dá para deixar de lado que grande parte do conteúdo da formação em Pedagogia está voltada para essa área.

Dessa forma, é importante que o pedagogo esteja devidamente preparado para lidar também com os pequenos, sabendo se comunicar com eles de forma natural e demonstrando sempre interesse e atenção.

Viu só como são várias as possibilidades de atuação em Pedagogia? O curso oferece um mercado bastante vasto para os seus profissionais — que, ao contrário do que alguns ainda possam vir a pensar, não estão restritos a atuar apenas em sala de aula ou no ambiente escolar.

A exemplo disso está o fato de que, por meio dessas especializações em Pedagogia, os profissionais da área são vistos com cada vez mais frequência em ambientes como empresas e hospitais. Interessante, não?

Gostou do tema que trouxemos neste post? Então, aproveite para assinar agora mesmo a nossa newsletter e continuar sempre por dentro de nossos conteúdos e novidades!

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Nosso App

Nossas Redes Sociais