Coordenador pedagógico: como seguir essa carreira?

  • 12/fev/2020

Coordenador pedagógico: como seguir essa carreira?

Tempo de Leitura: 4 minutos

Para garantir o bom andamento de todas as atividades escolares, é imprescindível a figura do coordenador pedagógico. Isso porque ele tem um papel estratégico, garantindo o alinhamento de todos os atores da instituição de ensino — professores, direção, alunos e famílias — para que se alcance a qualidade na educação.

Muitas pessoas que fazem o curso de Pedagogia pensam em seguir essa carreira, mas têm dúvidas sobre as atribuições desse profissional e importância para a escola.

Se você quer entender melhor como é o dia a dia de um coordenador pedagógico e o mercado de trabalho para essa área, vai gostar de conferir nosso post. Continue a leitura e descubra ainda o que fazer para ingressar nessa carreira!

O que é um coordenador pedagógico?

É o profissional que assume um papel central na escola e, como a próprio cargo indica, coordena as atividades pedagógicas da instituição. Até a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9.394/1996), ele tinha uma função mais fiscalizadora de professores, mas depois passou a atuar lado a lado com os educadores para que o projeto pedagógico seja colocado em prática.

Dessa forma, é quem faz a ponte entre alunos, professores, direção e famílias para que a rotina escolar transcorra normalmente e para que as turmas alcancem um bom desempenho.

Quais são as funções desse profissional?

Quer conhecer em detalhes a função do coordenador pedagógico? Veja a seguir:

Garantir formação continuada dos docentes

O pedagogo atua para melhorar a qualidade do ensino da escola, dessa forma, tem um papel importante na formação continuada de docentes. Fica, portanto, responsável pela realização de encontros, treinamentos e cursos para o aperfeiçoamento das práticas pedagógicas e para que os educadores trabalhem de forma alinhada aos valores e metodologias da instituição de ensino.

Ele também incentiva a atualização e aprimoramento profissional dos educadores, como a participação em congressos, palestras e workshops da área.

Coordenar interesses pedagógicos

O profissional acumula diversas tarefas para garantir que todos os processos pedagógicos estejam em sintonia. Assim, é preciso:

  • estar articulado com a direção;
  • verificar se a escola oferece condições de os educadores cumprirem a proposta curricular;
  • acompanhar o trabalho dos professores e o desempenho dos alunos;
  • manter uma relação próxima e de confiança com as famílias.

Liderar a construção do projeto político pedagógico

O projeto político pedagógico é um documento que vai nortear o trabalho da instituição de ensino, servindo como base para o planejamento do ano letivo. Assim, define as metas de curto, médio e longo prazo — a fim de propor melhorias para o processo de aprendizagem, para o trabalho dos educadores e para a escola como um todo.

Assessorar atividades

A rotina desse profissional é corrida, pois ele também tem a responsabilidade de assessorar diversas questões, como:

  • planejamento das atividades e eventos escolares;
  • desenvolvimento de novos programas e projetos para a escola;
  • reunião de pais;
  • organização de conselhos de classe;
  • encontro de professores por área e por série;
  • acompanhamentos das avaliações externas escolares;
  • escolha dos materiais e das ferramentas para o processo de aprendizagem.

Supervisionar a prática pedagógica

O coordenador vai ainda orientar os professores quanto à didática e metodologia adotada, além de fazer o acompanhamento das turmas e de cada aluno, realizando a intervenção em caso de qualquer dificuldade — seja de aprendizagem, seja relacionada a conflitos disciplinares.

Por que ele é tão importante para as escolas?

Todas as escolas precisam contar com o coordenador pedagógico, pois ele também atua na gestão da instituição de ensino, já que busca os meios e recursos para o bom desempenho das turmas e favorece a comunicação entre direção, professores, alunos e pais. Atua ainda diagnosticando problemas na instituição e na resolução de conflitos.

O profissional também acompanha as mudanças na legislação e nas políticas públicas voltadas para a educação. Mas não é só: ele deve estar atualizado quanto às tendências de metodologias e tecnologias de ensino para que haja uma melhora constante dos processos de aprendizagem.

Nesse sentido, para se destacar na carreira, é importante estudar bastante, com a leitura de livros sobre Pedagogia e com a participação em eventos desse campo profissional.

Como está o mercado de trabalho para essa área?

Quem é da área e se preocupa com o aprimoramento profissional, ou seja, faz as especializações em Pedagogia, encontra boas perspectivas no mercado. Isso porque as escolas públicas e particulares buscam um coordenador pedagógico qualificado e que esteja atualizado em relação às novidades e legislação do segmento.

Dessa maneira, é uma carreira que oferece diversos caminhos, pois permite atuar na iniciativa privada, com salários bem atrativos e outros benefícios, ou no setor público (em escolas estaduais e municipais), opção para quem busca a estabilidade no emprego. Sem contar que há uma demanda alta por esse profissional em grandes centros e também em pequenos municípios.

Além das escolas, ele pode ainda coordenar projetos educativos e culturais, além de atuar em editoras de livros didáticos, museus e brinquedotecas.

Como ingressar nessa carreira?

Se você ficou interessado em ser um coordenador pedagógico, saiba que essa é uma opção interessante para quem faz a graduação para se tornar pedagogo ou ainda para quem já é professor da educação básica e cursa a segunda licenciatura em Pedagogia.

Por exemplo, quem se formou em Língua Portuguesa e Pedagogia pode tranquilamente ingressar nessa carreira, pois tem, além do conhecimento de como é atuar em sala de aula, as noções de gestão escolar.

Progressão

Muitas vezes, o profissional pode alcançar esse cargo por conta da progressão na carreira. Pode ingressar em uma escolar como orientador de ensino, passar para supervisor e chegar à função de coordenação.

Perfil profissional

Para se dar bem nessa profissão, é fundamental apresentar algumas características, como:

  • ter senso de liderança;
  • gostar de trabalhar com pessoas;
  • ser organizado;
  • desenvolver uma boa comunicação;
  • ter empatia;
  • ser flexível para lidar com pessoas diferentes e situações variadas;
  • trabalhar com inteligência emocional;
  • manter-se atualizado.

Você pode construir uma carreira de sucesso ao buscar a qualificação para se tornar coordenador pedagógico. É uma área promissora, tanto no setor público quanto no privado, que certamente vai proporcionar sua realização profissional.

E aí? Ficou interessado em seguir essa carreira e quer conhecer mais sobre o curso de Pedagogia? Descubra tudo sobre essa graduação e acerte na sua escolha!

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você