Como funcionam as provas em um curso de graduação online?

  • 02/fev/2017

Como funcionam as provas em um curso de graduação online?

Popularização da internet, era pós-digital, alta competitividade, aceleração do tempo. É neste cenário que despontam e se consolidam os cursos de educação a distância no mercado, enquanto uma alternativa para quem quer continuar aprimorando seus conhecimentos e progredindo na carreira, mas já arca com as responsabilidades da vida adulta e dispõe de pouco tempo.

Se você é uma dessas pessoas — para quem o futuro é agora —, uma graduação online oferece um diploma com a mesma validade de uma presencial, já que as instituições de EAD são igualmente reguladas pelo Ministério da Educação (MEC) e subordinadas, portanto, às mesmas leis e avaliações.

Um exemplo disso é que, para garantir a qualidade do ensino ofertado no universo EAD e a excelência dos profissionais formados nele, a realização periódica de provas presenciais é uma exigência do MEC. Porém, muita gente ainda tem dúvidas sobre como esse processo funciona, entre outras dúvidas sobre as formas de avaliação e atividades realizadas via internet numa graduação a distância.

Quer tirar suas dúvidas sobre o assunto? Acompanhe o post!

Provas presenciais

Por mais que o curso seja feito a distância e via internet, o Ministério da Educação (MEC) exige que a instituição realize provas presenciais de tempos em tempos. Essa exigência serve para garantir que haja transparência e confiabilidade em todo o processo, evitando possíveis fraudes, e para nivelar a qualidade das modalidades de educação disponíveis no mercado — presencial e a distância.

Se as provas fossem feitas exclusivamente em ambiente virtual, os alunos poderiam usar fontes de pesquisa, o que nem sempre é permitido em situações de avaliação no ensino superior. Dessa forma, o conhecimento do estudante não seria avaliado, mas, sim, a sua capacidade de rastrear as respostas certas.

Assim, numa graduação online, o esquema é exatamente o mesmo das graduações presenciais: os graduandos recebem provas com questões referentes aos conteúdos estudados no semestre e dispõem de um tempo determinado para respondê-las. Da mesma forma, há critérios de avaliação e pontuação que mensuram o desempenho dos alunos.

Por se tratar de uma modalidade de educação a distância, em geral as instituições disponibilizam pontos presenciais diversos para a realização das provas, para garantir conveniência e acessibilidade a todos os alunos, que podem escolher o local que lhe for mais próximo.

Nível das provas

Os níveis das avaliações de graduação online são os mesmos dos da tradicional. Como dissemos, as questões são pertinentes aos conteúdos ensinados num determinado semestre.

Isso garante que o grau de dificuldade e de avaliação seja o mesmo das graduações presenciais e que a formação dos alunos deste ou daquele curso tenha mesmo valor e peso no mercado de trabalho.

Ainda que os critérios de correção variem, dependendo do ponto em que o aluno se encontra no curso e da disciplina avaliada, o escopo das provas deve se ater aos temas exigidos e aprovados pelo MEC, entre questões objetivas e discursivas.

Como na graduação presencial, o equilíbrio entre elas numa prova cria um sistema de pontuação justo e que leva em consideração todos os recursos do estudante, assim como o testa em diferentes tipos de raciocínio e habilidades.

Garantia de qualidade

É indispensável que, além de um nível adequado, as provas de uma graduação online exijam um aproveitamento mínimo do estudante. Instituições em conformidade com o MEC naturalmente exercem a reprovação dos alunos despreparados para avançar no curso ou obter um diploma, o que assegura, mais uma vez, a qualidade do ensino e dos profissionais lançados ao mercado de trabalho.

Assim, estudantes que não atingirem a nota mínima em determinada disciplina são reprovados e precisam cursá-la novamente.

Essa abordagem impede que a avaliação seja uma questão meramente burocrática e atue efetivamente como uma ferramenta de mensuração de performance e dedicação individual.

Frequência das avaliações

Como você viu, um dos pontos mais interessantes da graduação online é justamente a conveniência e a flexibilidade oferecidas para realizar as provas presenciais — qualidades bastante prezadas pelo aluno que escolhe a EAD e que, ao lado de outras, definem a experiência proporcionada por esta modalidade de ensino.

Sendo assim, se aluno precisasse se deslocar toda semana para fazer uma prova, qual seria o ganho? Para não exigir tamanha ginástica logística de quem não tem tempo a perder, as avaliações presenciais numa graduação online podem ser feitas ao final de cada disciplina.

Já que o aluno pode ingressar a qualquer momento no curso e as disciplinas não têm interdependência, não há o tradicional fechamento de semestre (abarrotado de provas), como nas graduações comuns. O estudante fará a avaliação quando encerrar cada disciplina — o que dá a ele outra experiência de autonomia e respeito ao seu ritmo próprio de vida e aprendizado.

Outras formas de avaliação

Numa graduação presencial, as provas são o mecanismo principal de avaliação do aluno. É por meio delas que é possível ter uma melhor visão do grau de conhecimento assimilado pelo aluno e de seu progresso no curso.

Porém, no caso de uma graduação a distância, esta é apenas uma entre muitas outras ferramentas! Se as graduações online resumissem sua forma de avaliação apenas a essas provas, com a maioria das aulas sendo online, seria impossível mensurar a jornada de desenvolvimento do conhecimento de cada aluno.

É consensual entre os estudiosos modernos da aprendizagem que, quanto maior a diversidade de formas de avaliação, mais precisa, apurada e justa se torna a tarefa de medir o preparo de um aluno. Isso permite ainda que a individualidade e a inteligência emocional de cada um sejam variáveis presentes na avaliação, afinal, há alunos que têm um tipo de raciocínio mais objetivo, ideal para testes com questões fechadas, enquanto outros têm um raciocínio mais elástico e mostram melhor suas capacidades nas discursivas. Há ainda os que preferem trabalhar sozinhos e os que apreciam mais as atividades em grupo.

Por isso, as provas presenciais constituem apenas uma parte de todo o processo de avaliação numa graduação online. Conheça a seguir outras formas de avaliação nela empregadas!

Trabalhos e exercícios online

É bastante comum que a plataforma de graduação disponibilize os trabalhos e exercícios que devem também ser realizados nela.

Além de medir conhecimento e compor a pontuação final do aluno, essas atividades podem ser mais abrangentes do que uma prova, podem ser feitas com a utilização de uma gama maior de recursos (afinal, a internet é um universo múltiplo!), exercitando no aluno a capacidade de fazer pesquisas e interagir em tempo real com professores, alunos e monitores, cujos feedbacks também chegam bem mais rápido!

Participação em fóruns

Em geral, as plataformas contam também com fóruns de discussão e chats, em que os alunos podem interagir, tirar dúvidas e debater assuntos do curso. Essa interação é altamente positiva para a construção do conhecimento.

Na nota final, muitos professores levam em consideração a participação do aluno nos fóruns. Seus comentários podem confirmar sua dedicação aos estudos e seu entendimento sobre os temas propostos.

Estudos de caso

Propostos na própria plataforma, os estudos de caso são instrumentos pedagógicos empregados para que os alunos aprendam como solucionar problemas, dentro de um cenário proposto. Com isso, pode-se avaliar mais a fundo a questão e desenvolver uma argumentação que responda às indagações ou chegue a conclusões sobre o caso mostrado.

O método possibilita ao graduando colocar o conhecimento adquirido em prática. É uma forma de ver o que aprendeu na teoria aplicado em casos concretos. Muitos professores usem essa ferramenta como pelo menos uma parte da nota para a avaliação final.

Agora que você tirou suas dúvidas sobre as formas de avaliação numa graduação online, o que está esperando para começar a sua? Entre em contato conosco e deixe-nos ajudar você a ir mais longe!