Connect with us

Especialize-se

Quer saber como ser tradutor? Veja nossas dicas de qual curso fazer

como ser tradutor
Tempo de Leitura: 4 minutos

Tem dúvidas de como ser tradutor? Existem diversas profissões que chamam a atenção no mundo das Letras, mostrando que a docência não é a única opção para quem tem essa graduação ou se formou em áreas correlatas.

Traduzir textos para outros idiomas, inclusive, tornou-se uma habilidade necessária para diversas empresas, devido à globalização. Cada vez mais se tem contato com pessoas, conteúdos e organizações de outros países, de modo que a necessidade de entender o que produzem só tende a aumentar.

É por esse motivo que vale a pena seguir carreira na área de tradução. Quer ver o que você precisa fazer para ter essa profissão? Neste post, trouxemos ótimas dicas. Acompanhe!

Escolha o curso de graduação

A formação acadêmica é um ponto forte no desenvolvimento de qualquer jornada profissional. Afinal, é por meio dela que você pode aprender os conteúdos teóricos e práticos relacionados à área de interesse.

Quando o assunto é trabalhar com tradução, carreiras em Literatura, Letras e especializações nesse campo são as que mais se destacam. Saiba mais!

Letras

A formação em Letras é útil para aprender diferentes conteúdos relacionados à gramática e a outros idiomas. Não é à toa que é uma das mais procuradas por quem deseja se tornar um profissional da tradução.

Vale destacar que o mercado também está aberto para quem já tem formação nesse curso e deseja seguir em outras profissões, sem ser a de professor de Letras, de Literatura ou de disciplinas correlatas. A transição de carreira é possível para todos os profissionais e pode ser vantajosa em diversos casos.

Especialização em Tradução

Sabia que existe o curso de especialização em Tradução e Revisão de Textos em Língua Inglesa? Essa é uma opção para quem já tem diploma e gostaria de atualizar os conhecimentos para se tornar um profissional tradutor.

Além da língua inglesa, é possível encontrar pós-graduações voltadas para outros idiomas, embora essa seja a mais comum. Tudo vai depender das suas preferências e do seu plano de carreira.

Conheça o mercado de trabalho

Saber como está o mercado que você pretende atuar é um passo importante para a sua preparação. Com isso, é possível também se atualizar e conhecer as suas diferentes possibilidades de trabalho.

No geral, o mercado de trabalho na área de tradução envolve diversas possibilidades, desde o marketing até a área jurídica, seja como freelancer, seja como CLT, como:

  • tradução técnica;
  • tradução investigativa;
  • tradução literária;
  • tradução acadêmica.

De acordo com o Sindicato Nacional dos Tradutores (SINTRA), os valores de tradução de idiomas estrangeiros para português são a partir de R$ 0,45. Tudo vai variar de acordo com a área escolhida para a atuação, experiência profissional e tipo de tradução.

Desenvolva habilidades

Assim como todas as profissões, algumas habilidades e competências se destacam para quem deseja se tornar um profissional tradutor. A seguir, listamos as principais. Confira!

Vontade de aprender

Os estudos na carreira de tradução é importante não apenas para se formar. Afinal, é preciso ter conhecimentos prévios sobre alguns conteúdos para traduzi-los de forma fidedigna.

Sem contar que a linguagem é um campo que evolui com o passar do tempo, podendo se modificar. Por isso, é sempre importante manter os estudos em outros idiomas, a fim de acompanhar todas as atualizações.

É por isso que gostar de estudar e estar disponível a aprender se tornam habilidades fundamentais para quem deseja seguir carreira na área. Assim, a rotina de trabalho é mais confortável e satisfatória.

Leitura

Quem pensa em se tornar um tradutor já pode se preparar para encarar uma grande quantidade de textos no dia a dia profissional. Não é à toa que as habilidades de leitura são importantes também para a profissão.

Inclusive, técnicas para ler melhor fazem toda a diferença aqui. O skimming e o scanning, por exemplo, ajudam a rastrear e identificar informações relevantes para compreender o contexto do conteúdo e ter uma leitura mais produtiva.

Boa escrita

Para realizar traduções de qualidade, não basta apenas saber ler e conhecer outros idiomas. A boa escrita é mais um critério que ajuda a construir uma carreira de sucesso na área.

Essa é uma vantagem para quem gosta de escrever e digitar documentos. Se você não se identifica muito com essa habilidade, é possível treinar técnicas de escrita, a fim de se desenvolver e criar as próprias estratégias para se sentir mais confortável com esse processo.

Atenção aos detalhes

Uma simples vírgula pode mudar toda a composição de uma frase. Perceber essas diferentes nuances e estruturas textuais, com a maior atenção nos detalhes possível, vai fazer com que a tradução apresente ainda mais compatibilidade com o texto original.

É por isso que ser uma pessoa que se apega aos detalhes também ajuda nesse processo. Caso essa habilidade não seja o seu forte, não precisa se preocupar! Existem alguns hábitos que você pode criar para não deixar nenhuma informação passar despercebida, como:

  • ter boas noites de sono;
  • criar uma rotina de trabalho, a fim de melhorar a concentração;
  • ler o texto mais de uma vez, em momentos diferentes — quebra a automatização da leitura e ajuda a resgatar alguma informação que não recebeu atenção na primeira vez;
  • deixar de lado os aparelhos eletrônicos desnecessários e eliminar, ao máximo, os estímulos distratores na hora da tradução.

Organização

Um tradutor pode trabalhar como profissional autônomo ou fechar um contrato com alguma empresa. De todo modo, costuma ser uma profissão que recebe uma determinada liberdade para administrar a rotina de trabalho.

Por conta disso, toda a organização é necessária para manter um ritmo produtivo e entregar trabalhos de qualidade. Dessa maneira, é possível evitar a sobrecarga mental, cumprir os prazos e ter mais tranquilidade na rotina profissional.

Comunicação

Não pense que um tradutor trabalha sozinho. Por mais que a maioria das atividades seja realizada por conta própria, ainda é preciso lidar com vários outros profissionais para finalizar as etapas de tradução e de entrega dos conteúdos.

É por isso que saber se comunicar de forma clara e saudável abre portas para a sua carreira. Desenvolver habilidades interpessoais é fundamental para todas as profissões e na área da tradução também é indispensável.

Aposte em uma especialização

Nem sempre basta apenas ter conhecimentos em outros idiomas e habilidades de escrita. Ter uma especialização no currículo vai ajudar a se destacar na hora de procurar oportunidades de emprego.

É por isso que a pós-graduação é tão atraente para quem está em busca de saber como ser tradutor. Com ela, é possível aprofundar os conhecimentos e se atualizar profissionalmente, a fim de encontrar as melhores vagas no mercado.

Viu só como ser tradutor é totalmente possível? Para seguir essa carreira, no entanto, é importante ter uma boa preparação e fortalecer suas habilidades profissionais. Dessa maneira, seu perfil pode se destacar entre os concorrentes e fazer com que ótimas oportunidades se abram no seu caminho.

Este post inspirou você? Então, dê o primeiro passo para a sua carreira com tradução. Aproveite a visita e veja como encontrar a melhor pós-graduação para o seu perfil!


Comentários

QUER SABER SOBRE OS MAIS DE 1.800 CURSOS A DISTÂNCIA?

Saiba mais sobre os cursos de Pós-Graduação EAD

Saiba mais sobre os cursos de Graduação EAD


unyleya.edu.br
Guia completo para escolher o curso e a faculdade ideais sidebar

Copyright Unyleya ©. Todos os direitos reservados.